Publicidade

CPMI do 8/1: depoimento de ex-diretor da Abin aumenta crise com general G. Dias

Lista de perguntas cresceu para ex-chefe do GSI; colegiado prepara para ouvir Torres e pressionou Flávio Dino

CPMI do 8/1: depoimento de ex-diretor da Abin aumenta crise com general G. Dias
Ex-presidente Abin
Publicidade

Após um dia que intensificou discussões entre base governista e oposição, a reunião da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Atos de 8 de janeiro com a participação de Saulo Cunha, ex-diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), chegou ao fim depois de um depoimento que levou quase oito horas. As declarações do ex-Abin aumentaram a pressão contra o general Gonçalves Dias, que estava no comando do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) à época da invasão aos Poderes.

+ Abin fez 33 alertas de manifestantes extremistas em quartéis antes de 8/1, diz ex-diretor

Como destaque, Saulo afirmou que a Abin emitiu 33 alertas relacionados aos atos em quartéis militares antes dos atos golpistas na primeira semana de janeiro, disse que G. Dias recebeu parte desses informes e foi contatado no próprio 8 de janeiro, sendo informado do risco de invasão cerca de uma hora antes dos atentados contra os Poderes.

O ex-diretor da Abin ainda disse que G. Dias pediu para que um informe da agência fosse alterado, para que não houvesse registro de que ele recebeu parte dos alertas emitidos entre 2 e 8 de janeiro. As declarações repercutiram, e serão apuradas pela comissão. O colegiado também quer definir uma data para que general Gonçalves Dias preste esclarecimentos a respeito das falas de Saulo Cunha e da condução do GSI frente aos atos de 8 de janeiro. A convocação dele já foi aprovada pela CPMI em junho.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Vamos ouvir o G. Dias, receber dele essas informações. Temos agora o volume de dados que Saulo deixou aqui, e vamos fazer o cruzamento de dados com Dias. Se for necessário, também, acareação nós faremos", declarou a relatora da CPMI, senadora Eliziane Gama (PSD-MA). 

A congressista também disse que tanto Saulo quanto G. Dias devem ser responsabilizados. "O fato de Saulo dizer que fez alteração de documento porque o chefe dele deu essa ordem não o exime de responsabilidade. Uma ordem absurda, uma ordem ilegal, não pode ser cumprida. O G. Dias tem que ter responsabilidade por ser também o chefe imediato dele", afirmou a senadora.

Pressão contra Dino

A oposição também aumentou pressão contra o ministro da Justiça, Flávio Dino, com a determinação de que ele apresente em até 48 horas as imagens de circuito interno do ministério durante a invasão aos Poderes. O pedido já havia sido feito pela CPMI, mas foi negado por Dino pela justificativa de que poderia interferir nas investigações. Caso o ministro não apresente, o colegiado deve levar o pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Anderson Torres na 3ª feira

No final da CPMI, Eliziane Gama afirmou que o colegiado vai se reunir na próxima 5ª feira (3.ago), para definir a respeito de requerimentos e convocações. O depoimento do ex-ministro da Justiça Anderson Torres ficará para a 3ª feira da próxima semana. Ele era secretário de Segurança do Distrito Federal à época dos atos de 8 de janeiro.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
congresso
noticias
cpmi
cpi
atos 8 de janeiro
atos antidemocráticos
lis-cappi

Últimas notícias

PMB anuncia apoio a pré-candidatura de Boulos à Prefeitura de SP; aliança chega a 7 partidos

PMB anuncia apoio a pré-candidatura de Boulos à Prefeitura de SP; aliança chega a 7 partidos

Essa é a primeira sigla que não é de esquerda a apoiar o deputado federal do PSOL na corrida pelo comando da capital paulista
Tony Ramos inicia reabilitação com fisioterapia após cirurgias no cérebro

Tony Ramos inicia reabilitação com fisioterapia após cirurgias no cérebro

Ator, de 75 anos, recebeu alta do CTI na última quarta-feira
Lula diz que reconhecimento da Palestina por países europeus é histórico

Lula diz que reconhecimento da Palestina por países europeus é histórico

Espanha, Noruega e Irlanda anunciaram, na quarta-feira (22), o reconhecimento do Estado Palestino
Carlo Acutis: quem é jovem que deve virar santo da Igreja Católica

Carlo Acutis: quem é jovem que deve virar santo da Igreja Católica

Beato morreu aos 15 anos, em 2006, por complicações de uma leucemia
Comissão do Senado para acompanhar enfrentamento da calamidade no RS faz diligência no estado

Comissão do Senado para acompanhar enfrentamento da calamidade no RS faz diligência no estado

Senadores devem visitar alojados em abrigo e se encontrar com o governador Eduardo Leite (PSDB)
Caso Anic Herdy: cães farejadores são usados em buscas por advogada desaparecida

Caso Anic Herdy: cães farejadores são usados em buscas por advogada desaparecida

Polícia Civil foi até um sítio localizado na Baixada Fluminense na manhã desta quinta-feira (23), mas a vítima não foi localizada
Receita Federal cria ferramenta de proteção do CPF; saiba como usar

Receita Federal cria ferramenta de proteção do CPF; saiba como usar

Recurso impede que o CPF da pessoa seja incluído de forma indevida em quadro societário de empresas
Reoneração gradual da folha de pagamento pode ser votada na primeira semana de junho, diz Efraim

Reoneração gradual da folha de pagamento pode ser votada na primeira semana de junho, diz Efraim

Senador Jaques Wagner deve incluir acordo referente aos municípios no mesmo Projeto de Lei
Volta a chover forte no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira

Volta a chover forte no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira

Serra Gaúcha pode ter temperatura abaixo de zero durante o final de semana
Contra a desinformação, Threads ganha verificação de fatos

Contra a desinformação, Threads ganha verificação de fatos

Microblog da Meta tem parceria com mais de 100 agências de checagens de fatos no mundo
Publicidade
Publicidade