Publicidade

CPI dos Atos Golpistas recebe quase 450 requerimentos em 48 horas

Próxima reunião da comissão de inquérito será na quinta, dia 1º de junho

CPI dos Atos Golpistas recebe quase 450 requerimentos em 48 horas
cpi_atos_golpistas
Publicidade

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Atos Golpistas já recebeu 449 requerimentos após pouco mais de 48 horas de ser instalada. A CPMI vai investigar os atos antidemocráticos de 8 de janeiro, quando foram invadidos e depredados os edifícios-sede dos três Poderes: Palácio do Planalto, Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Na quinta-feira (25.mai), a comissão foi instalada no Congresso. Na reunião, foi eleito para a presidência da CPMI o deputado Arthur Oliveira Maia (União-BA). O vice-presidente é o senador Cid Gomes (PDT-CE). O cargo de segundo vice foi instituído por acordo, por não estar previsto no Regimento Comum do Congresso, e será ocupado pelo senador Magno Malta (PL-ES). O presidente indicou como relatora da comissão a senadora Eliziane Gama (PSD-MA).

Até às 13 horas deste sábado (27.mai), a CPMI dos Atos Golpistas recebeu 449 requerimentos. Dentre os pedidos estão a quebra de sigilo bancário, fiscal, telefônico e telemático - que reúne todos os dados contidos em dispositivos eletrônicos, como celulares e computadores. É por meio da quebra do sigilo telemático que os parlamentares poderão, por exemplo, acessar as mensagens trocadas por meio dos aplicativos como WhatsApp e Telegram.

Pedidos de quebras de sigilo em destaque:

  • Jair Bolsonaro, ex-presidente da República
  • Mauro Cesar Barbosa Cid, ex-ajudante de ordens de Jair Bolsonaro
  • Ailton Barros, ex-militar próximo a Mauro Cid
  • Gonçalves Dias, general que comandou o GSI de Lula
  • George Washington Sousa, um dos envolvidos na tentativa de explodir um caminhão de combustível em Brasília
  • Wellington Macedo de Souza, também envolvido na tentativa de explodir o caminhão
  • Alan Diego dos Santos Rodrigues, também envolvido no caso dos explosivos

Além dos pedidos de quebras de sigilos, há centenas de pedidos de depoimentos, como do ex-ministro da Justiça, Anderson Torres; do Coronel Fábio Augusto Vieira, ex-Comandante da Polícia Militar do DF; do General Augusto Heleno, Ex-Ministro-Chefe do Gabinete de Segurança Institucional, entre outros nomes.

Outros depoentes serão convidados a prestar esclarecimentos. Nesses casos, os convites não têm força coercitiva e seu cumprimento não é obrigatório. O convite também não obriga que o depoimento seja dado em condição de testemunha, quando a pessoa tem que se comprometer a falar a verdade, conforme prevê o regimento.

Os requerimentos ainda precisam ser aprovados pelo plenário da comissão. A próxima reunião da CPMI dos Atos Golpistas está marcada para quinta-feira, dia 1º de junho.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
cpmi dos atos golpistas
câmara
senado
ataques aos poderes
atos golpistas
bolsonaristas
depoimentos
quebras de sigilos
investigação
inquérito

Últimas notícias

Fogo destrói ônibus e caminhão-baú na zona oeste de SP

Fogo destrói ônibus e caminhão-baú na zona oeste de SP

Veículos estavam no estacionamento de empresa na Barra Funda; ninguém se feriu
SP: Motorista de Porsche é investigado por agredir ex-madrasta

SP: Motorista de Porsche é investigado por agredir ex-madrasta

Fernando Sastre Filho está preso pela morte de condutor de aplicativo após colisão na zona leste da capital paulista, em março
WikiLeaks posta foto de Julian Assange antes de assinar acordo com EUA

WikiLeaks posta foto de Julian Assange antes de assinar acordo com EUA

Jornalista australiano fundou plataforma que publicou milhares de documentos confidenciais dos Estados Unidos e estava preso na Inglaterra desde 2019
Enfermeira que desapareceu após dívidas do “jogo do tigrinho” volta para casa

Enfermeira que desapareceu após dívidas do “jogo do tigrinho” volta para casa

Mulher estava desaparecida há oito dias; ela saiu de Piracicaba, no interior de SP, e foi para o Mato Grosso do Sul
Suspeito de matar PM durante discussão em adega é preso

Suspeito de matar PM durante discussão em adega é preso

Policial foi morto com tiros da própria arma durante briga na zona leste de SP; dono do local também foi detido
Novo Ensino Médio: relator na Câmara critica carga horária em cursos técnicos e espanhol obrigatório

Novo Ensino Médio: relator na Câmara critica carga horária em cursos técnicos e espanhol obrigatório

Mendonça Filho (União Brasil-PE) quer reverter mudanças feitas pelo Senado no texto e que votação ocorra antes do recesso parlamentar
André Mendonça toma posse como titular do TSE nesta terça (25)

André Mendonça toma posse como titular do TSE nesta terça (25)

O ministro, que já compõe a corte eleitoral como substituto, ocupará a cadeira deixada por Alexandre de Moraes
Incêndio destrói centenas de moradias na zona sul de SP

Incêndio destrói centenas de moradias na zona sul de SP

Foram necessárias 16 equipes do Corpo de Bombeiros para combater as chamas; ninguém se feriu na tragédia
CONTEXTUALIZANDO: Hotel em que Lula ficou na Itália tem diárias de até R$ 2,5 mil, e não de mais de R$ 71 mil

CONTEXTUALIZANDO: Hotel em que Lula ficou na Itália tem diárias de até R$ 2,5 mil, e não de mais de R$ 71 mil

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Brasil Agora: STF volta a julgar porte de maconha, fogo no Pantanal e mais notícias do dia

Brasil Agora: STF volta a julgar porte de maconha, fogo no Pantanal e mais notícias do dia

Confira esses e outros destaques no programa matinal do SBT News, com apresentação de Murilo Fagundes e comentários de Iasmin Costa
Publicidade
Publicidade