Publicidade

Só 32% do público-alvo tomaram a vacina contra a dengue no Distrito Federal

Governo do DF negocia uma possível ampliação do público-alvo da vacinação na rede pública

Só 32% do público-alvo tomaram a vacina contra a dengue no Distrito Federal
Publicidade

A procura pela vacina contra a dengue no Distrito Federal está abaixo do esperado, disse o governo do DF (GDF) na quinta-feira (29). A campanha de vacinação contra a doença, para crianças de 10 e 11 anos, foi iniciada pelo GDF há 20 dias, mas, de 9 a 27 de fevereiro, apenas 23.502 doses foram aplicadas, o que significa que 32,7% das pessoas que podem receber a vacina a tomaram.

+ Sobe para 14 o número de mortos por dengue no Estado do RJ

A rede pública do GDF recebeu 71.708 doses do Ministério da Saúde, então há ainda 48.206 disponíveis para serem aplicadas nos 67 pontos de vacinação. Os imunizantes têm validade até 30 de abril.

Segundo a gerente substituta da Rede de Frio do DF, Karine Castro, estão sendo feitas tratativas para uma possível ampliação do público-alvo, com o objetivo de garantir que todas as doses sejam aplicadas na população.

"Estamos estudando todas as estratégias para garantir que nenhuma dose seja perdida. A gente pede e reforça que os pais e responsáveis não percam essa oportunidade e levem as crianças para receber o imunizante. A vacina é importante diante do cenário epidemiológico atual", disse Karine. O DF decretou situação de emergência por causa da dengue.

De acordo com o Ministério da Saúde, em 2024, foram registrados 101.772 casos prováveis de dengue no DF até o momento. São 53 óbitos pela doença, e há outros 87 em investigação.

+ Rio registra primeiro caso de febre oropouche, transmitida por mosquito

O governo do DF ressalta que mesmo as pessoas que já estão vacinadas precisam continuar com os cuidados preventivos para que o mosquito transmissor, o Aedes aegypti, não se prolifere.

"O desenvolvimento de uma vacina segura e eficaz é extremamente importante e vem para complementar com o período que estamos vivendo. A principal estratégia para acabar com a situação de emergência na saúde pública continua sendo o combate direto ao Aedes aegypti", pontuou Karine Castro. Entre as medidas que as pessoas podem e devem adotar contra o mosquito, estão:

  • Retirar galhos e folhas das calhas;
  • Guardar garrafas com a boca viradas para baixo;
  • Fazer a manutenção de piscinas;
  • Guardar pneus em locais cobertos;
  • Manter lajes sempre limpas;
  • Tampar tonéis e caixas d'água;
  • Preencher pratinhos de plantas com areia e lavá-los uma vez por semana;
  • Manter os ralos sempre limpos e com telas de proteção;
  • Esticar bem as lonas de proteção para evitar acúmulo de água;
  • Fechar bem os sacos de lixo e colocá-los longe do alcance de animais;
  • Limpar bandejas de geladeiras e ares-condicionados; e
  • Checar se há acúmulo de água em outros objetos.

O DF tem mais de 60 pontos de vacinação contra a dengue distribuídos em sete regiões de saúde. Eles estão disponíveis no site da Secretaria de Saúde. Neste momento, podem ser vacinar na rede pública as crianças de 10 anos completos e 11 anos de idade (11 anos, 11 meses e 29 dias).

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Brasil
Saúde
Dengue
Distrito Federal
Vacina
Vacinação infantil
Morte

Últimas notícias

SP: Dois jovens são baleados em tentativas de assalto na mesma região

SP: Dois jovens são baleados em tentativas de assalto na mesma região

Polícia investiga se crimes foram cometidos pelos mesmos bandidos; na capital, foragido em moto roubada foi baleado e preso
ONU pede investigação sobre valas comuns descobertas em hospitais de Gaza

ONU pede investigação sobre valas comuns descobertas em hospitais de Gaza

Quase 300 corpos foram encontrados por autoridades palestinas; vítimas estavam despidas e com mãos amarradas
Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 6 milhões

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 6 milhões

Próximo sorteio será na quinta-feira (25)
Madonna em Copacabana: Metrô do Rio confirma operação especial até 4h

Madonna em Copacabana: Metrô do Rio confirma operação especial até 4h

Cantora norte-americana se apresenta no dia 4 de maio; expectativa é de público de 1 milhão de pessoas
Governo libera R$ 2,7 bilhões ao Congresso e posterga negociações às vésperas de análise de vetos

Governo libera R$ 2,7 bilhões ao Congresso e posterga negociações às vésperas de análise de vetos

Deputados e senadores vão avaliar decisões de Lula nesta quarta-feira (24); saiba o que está em jogo
Brasil Agora: Lula minimiza queda de popularidade; Câmara aprova reestruturação do Perse

Brasil Agora: Lula minimiza queda de popularidade; Câmara aprova reestruturação do Perse

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta quarta-feira (24)
INSS começa a pagar 13º salário nesta quarta-feira (24); veja quem recebe

INSS começa a pagar 13º salário nesta quarta-feira (24); veja quem recebe

Primeira parcela do benefício deve contemplar mais de 33 milhões de segurados
Moraes autoriza nova investigação da PF sobre cartão de vacina de Bolsonaro

Moraes autoriza nova investigação da PF sobre cartão de vacina de Bolsonaro

Decisão atende pedido da PGR, que apura ligação com tentativa de golpe de Estado
Polícia vai investigar morte de cachorro embarcado em voo errado da Gol

Polícia vai investigar morte de cachorro embarcado em voo errado da Gol

Cão da raça golden retriever deveria ser levado para Mato Grosso, mas foi enviado por engano para o Ceará; viagem levou 8 horas
Nova Délhi é tomada por fumaça tóxica após incêndio em lixão

Nova Délhi é tomada por fumaça tóxica após incêndio em lixão

Chamas queimam desde o último domingo (21) em um dos maiores aterros da Índia; moradores relataram dificuldade para respirar
Publicidade
Publicidade