Publicidade

RS firma acordo para garantir emissão gratuita de documentos para vítimas das enchentes

Serviços serão ofertados por meio de mutirões; cidadãos também contarão com perícia médica e orientação jurídica

RS firma acordo para garantir emissão gratuita de documentos para vítimas das enchentes
Governo promoverá mutirões para a emissão de documentos de forma gratuita | Divulgação/governo do RS
Publicidade

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), assinou, na segunda-feira (10), um termo de cooperação para facilitar o acesso da população atingida pelas enchentes a documentos civis básicos. Segundo o governador, 15 instituições firmaram a iniciativa junto ao governo, promovendo a criação da chamada Central Cidadania.

“Trata-se de um elemento básico para o exercício da cidadania, especialmente neste momento. Os registros, cadastros e todas as informações de que o Estado dispõe são fundamentais para que a população seja atendida. Em coordenação com vários órgãos e instituições, vamos entregar serviços com qualidade e agilidade”, garantiu Leite.

Os serviços serão ofertados de forma gratuita por meio de mutirões. O primeiro será realizado entre 17 e 23 de junho, das 13h às 18h, no estacionamento do Shopping Total, em Porto Alegre. Posteriormente, o projeto deve se expandir para atender outras cidades.

Nos mutirões, os cidadãos terão acesso às segundas vias de certidões de nascimento e casamento, da carteira de identidade, do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), entre outros documentos. Além disso, serão prestados serviços de perícia médica, orientação jurídica e benefícios sociais.

+ Enchentes no RS: governo lança campanha para doação de livros e material escolar

De acordo com o último balanço da Defesa Civil, as chuvas no Rio Grande do Sul afetaram mais de 2,3 milhões de pessoas em 478 municípios. A tragédia climática já deixou 175 mortos, 806 feridos e 38 desaparecidos. Cerca de 18,8 mil pessoas estão em abrigos, enquanto outras 423,4 mil continuam desalojadas no estado.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Rio Grande do Sul
documento
enchente

Últimas notícias

Dez trabalhadores são regatados pela PF em situação análoga a escravidão no Mato Grosso do Sul

Dez trabalhadores são regatados pela PF em situação análoga a escravidão no Mato Grosso do Sul

Ação durou pouco mais de duas semanas em propriedades rurais na região do Pantanal
Deputada cassada por fazer harmonização com dinheiro público diz que provas foram forjadas

Deputada cassada por fazer harmonização com dinheiro público diz que provas foram forjadas

Silvia Waiãpi é acusada de utilizar recursos do Fundo Campanha para pagar o procedimento. Confira entrevista ao Poder Expresso
Governo define regras mais rígidas para distribuidoras de energia

Governo define regras mais rígidas para distribuidoras de energia

Segundo as novas normas, a satisfação do consumidor será um dos critérios de avaliação
Polícia do DF prende suspeitos de chefiar quadrilha que realizava falsos sequestros

Polícia do DF prende suspeitos de chefiar quadrilha que realizava falsos sequestros

Segundo as investigações, o grupo atuava em 15 estados
Vídeo: deputada é flagrada derramando água dentro da bolsa de colega nos EUA

Vídeo: deputada é flagrada derramando água dentro da bolsa de colega nos EUA

"Por cinco meses, passei por isso", desabafou parlamentar que teve a bolsa encharcada
Polícia Federal prende quadrilha suspeita de fraudes bancárias

Polícia Federal prende quadrilha suspeita de fraudes bancárias

Prisões foram em cinco diferentes cidades do estado de São Paulo
Dólar atinge R$ 5,46, maior valor em um ano e meio

Dólar atinge R$ 5,46, maior valor em um ano e meio

Alta acontece após críticas do presidente Lula à decisão do Copom de manter taxa de juros
Idosa de 105 anos recebe seu diploma de mestrado 83 anos após iniciar os estudos

Idosa de 105 anos recebe seu diploma de mestrado 83 anos após iniciar os estudos

Virginia precisou largar os estudos para casar com seu namorado da época, que foi chamado para servir na Segunda Guerra Mundial
Ronnie Lessa passa 1ª noite em presídio de SP, onde será monitorado dia e noite

Ronnie Lessa passa 1ª noite em presídio de SP, onde será monitorado dia e noite

Assassino confesso de Marielle Franco, em 2018, foi transferido de presídio federal em MS, como benefício da delação
Toffoli abre terceira via e STF adia decisão sobre descriminalização da maconha

Toffoli abre terceira via e STF adia decisão sobre descriminalização da maconha

Para o ministro, o porte da erva para consumo próprio já não tem natureza criminal. Julgamento continua na próxima terça (26)
Publicidade
Publicidade