Publicidade

SP: currículo escolar de 2024 terá mais tempo dedicado a matemática e português

Matérias de física, geografia e história também voltarão a integrar a grade da 3ª série do Ensino Médio

SP: currículo escolar de 2024 terá mais tempo dedicado a matemática e português
Reprodução
Publicidade

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo informou que o currículo escolar do ano letivo de 2024 contará com mudanças, a pedido de alunos e professores. Uma das novidades é para os estudantes do Ensino Médio da rede estadual, que terão um aumento de 70% no tempo de aula de matemática e de 60% no de língua portuguesa.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Segundo a entidade, para o aprendizado de matemática, a carga horária será alterada da seguinte forma: 

- Na 3ª série, os estudantes passam a ter três aulas de matemática (ante a duas oferecidas em 2023) e outras duas aulas de educação financeira;
- Na 2ª série, serão mantidas as atuais três aulas, mais duas aulas de educação financeira;
- Na 1ª série do Ensino Médio, serão cinco aulas de matemática e duas de educação financeira.

No caso da língua portuguesa, o currículo escolar contará com a seguinte mudança:

- Na 3ª série, será ampliada de duas para três aulas de língua portuguesa e outras duas de redação e leitura;
- Na 2ª série, além das três aulas semanais, os estudantes terão outras duas aulas de redação e leitura;
- Na 1ª série do Ensino Médio, atualmente são cinco aulas semanais destinadas a essas aulas. A partir de 2024, serão seis aulas semanais, contando com quatro específicas de língua portuguesa e duas de redação e leitura.

Outra novidade anunciada pela Secretaria de Educação é a volta das matérias de física, geografia e história à grade curricular da 3ª série do Ensino Médio -- que haviam sido retiradas do cronograma com a implantação do Novo Ensino Médio. O plano é que os estudantes tenham duas aulas semanais para cada disciplina.

Já para os alunos do Ensino Fundamental, haverá aulas de orientação de estudos destinadas à melhoria da aprendizagem. As disciplinas de tecnologia e inovação, por sua vez, terão um acréscimo de 50% do 6º ao 9º ano, passando de uma para duas aulas por semana. Estudantes do 8º e 9º ano contarão ainda com aulas de educação financeira.

+ Governo de SP lança Provão Paulista para ingresso em universidade públicas

"A proposta é de que as aulas de educação financeira sejam ministradas de forma a atrelar ensino-aprendizagem com a realidade de cada aluno, de cada comunidade escolar. Por aqui, estamos estabelecendo um processo que não se limite a ensinar um estudante a aplicar o seu dinheiro, mas também a não se endividar. Temos excelentes iniciativas de escolas que, antes mesmo de inserirmos a educação financeira, já têm modificado a relação de suas comunidades com o tema", disse o secretário da Educação, Renato Feder.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
brasil
sao paulo
curriculo escolar
2024
matematica
língua portuguesa
educaçao
escolas
ensino medio
ensino fundamental
educaçao financeira
inovaçao
orientaçao

Últimas notícias

Festa dupla: 46 gêmeos se formam em uma única escola nos EUA; veja

Festa dupla: 46 gêmeos se formam em uma única escola nos EUA; veja

Gêmeos representam cerca de 3% dos nascidos nos Estados Unidos, segundo o Centro Nacional de Estatísticas de Saúde
Biden vai regularizar mais de 500 mil imigrantes nos EUA

Biden vai regularizar mais de 500 mil imigrantes nos EUA

Pacote anunciado por democrata beneficia imigrantes ilegais que são cônjuges e filhos de cidadãos norte-americanos
Por que o inverno começa às 17h51 da próxima quinta-feira (20)? Entenda

Por que o inverno começa às 17h51 da próxima quinta-feira (20)? Entenda

Neste momento irá ocorrer o Solstício de Inverno, termo originado do latim, que significa "sol parado". Veja como será nova estação
Cai o uso das impressoras de papel e a HP está preocupada

Cai o uso das impressoras de papel e a HP está preocupada

Documentos digitais estão cada vez mais presentes na rotina das pessoas
"O Brasil precisa rever seus gastos para ontem", diz deputado Danilo Forte

"O Brasil precisa rever seus gastos para ontem", diz deputado Danilo Forte

Ao Perspectivas, afirmou que "não tem sentido" o país "financiar o refrigerante", em referência a subsídios dados pelo governo a indústrias já consolidadas
RJ: mulher morta em tentativa de assalto na Linha Amarela deixa filha de sete meses

RJ: mulher morta em tentativa de assalto na Linha Amarela deixa filha de sete meses

Crime aconteceu na manhã desta terça-feira (18); idoso também morreu e um dos suspeitos foi baleado
Novo Ensino Médio: relatora propõe carga horária de 2.400 horas e votação de projeto é adiada

Novo Ensino Médio: relatora propõe carga horária de 2.400 horas e votação de projeto é adiada

Comissão de Educação e Cultura do Senado deve votar o texto na quarta-feira (19)
Lula diz que pode disputar reeleição em 2026 para evitar volta dos "trogloditas" e do 'fascismo'

Lula diz que pode disputar reeleição em 2026 para evitar volta dos "trogloditas" e do 'fascismo'

Presidente disse ter sido orientado a não citar o nome do ex-presidente Jair Bolsonaro
Morre Anouk Aimée, atriz dos filmes "A Doce Vida" e "Oito e Meio", aos 92 anos

Morre Anouk Aimée, atriz dos filmes "A Doce Vida" e "Oito e Meio", aos 92 anos

Ícone do cinema francês atuou em clássicos de grandes diretores, como Fellini, Bellocchio, Demy e Altman
Meninas até 14 anos são maiores vítimas de violência sexual, revela Atlas da Violência

Meninas até 14 anos são maiores vítimas de violência sexual, revela Atlas da Violência

Agressão sexual representa quase 1/3 dos casos de violência contra bebês e crianças de até 9 anos e quase metade na faixa etária de 10 a 14 anos
Publicidade
Publicidade