Publicidade

Caso Evandro: condenados são absolvidos após áudios indicarem torturas

Desembargadores anularam as sentenças dos quatro condenados que agora podem pedir indenização

Caso Evandro: condenados são absolvidos após áudios indicarem torturas
Caso Evandro
Publicidade

Os quatro condenados pela morte do menino Evandro Ramos Caetano, em Guaratuba, no litoral do Paraná, em 1992, foram absolvidos nesta 5ª feira (9.nov) pelos desembargadores da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR). Agora, Beatriz Abagge, Davi dos Santos Soares, Osvaldo Marcineiro e Vicente de Paula Ferreira (falecido em 2011) podem pedir indenização na esfera civil. 

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Em 6 de abril de 1992, o menino de seis anos de idade sumiu no trajeto entre a casa onde morava e a escola. Cinco dias depois, o corpo encontrado estava sem o couro cabeludo, olhos, pele do rosto, partes dos dedos dos pés, mãos, com o ventre aberto e sem os órgãos internos. Na época, o caso ficou conhecido como "Bruxas de Guaratuba". 

Os desembargadores Gamaliel Seme Scaff, Adalberto Xisto Pereira e o desembargador substituto, juiz Sergio Luiz Patitucci, votaram a favor da anulação, entendendo que os condenados foram torturados para fazerem uma falsa confissão. Os magistrados chegaram a essa conclusão após fitas de áudio com os indícios de tortura se tornarem públicas. Já os desembargadores Miguel Kfouri Neto e Lidia Maejima votaram contra por entenderem que as fitas precisariam ter passado por perícia.

O caso teve cinco julgamentos diferentes. Um dos tribunais do júri, realizado em 1998, foi o mais longo da história do judiciário brasileiro, com 34 dias. Na época, a Beatriz e Celina Abagge, filha e esposa do então prefeito da cidade, foram inocentadas porque não houve a comprovação de que o corpo encontrado era do menino Evandro.

O Ministério Público recorreu e um novo júri foi realizado em 2011. Beatriz, a filha, foi condenada a 21 anos de prisão. A mãe não foi julgada porque, como ela tinha mais de 70 anos, o crime prescreveu. Segundo a acusação do MP-PR, o crime tinha sido encomendado por elas.

As penas de Osvaldo Marcineiro e Davi dos Santos se extinguiram pelo cumprimento. O último réu, Vicente de Paula, morreu por complicações de um câncer em 2011 no presídio onde estava.

Com esta decisão por maioria dos desembargadores desta 5ª feira, o caso foi encerrado, não cabendo mais recursos.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
notícias
caso evandro

Últimas notícias

Policial morre após ser baleado com a própria arma depois de briga em SP

Policial morre após ser baleado com a própria arma depois de briga em SP

Segundo a investigação, o assassino disparou pelo menos 12 vezes
Lula conversa com diretor-geral da Enel, que promete investimento bilionário no Brasil

Lula conversa com diretor-geral da Enel, que promete investimento bilionário no Brasil

Reunião aconteceu após encontro do G7, na Itália, com participação e negociações bilaterais do presidente brasileiro
Chileno é preso por filmar partes íntimas de crianças na praia da Urca, no Rio

Chileno é preso por filmar partes íntimas de crianças na praia da Urca, no Rio

Javier Eduardo López Órdenes foi levado para a delegacia de Copacabana; caso foi encaminhado à Justiça
RJ: menina baleada com tiro de fuzil quando voltava de balé segue em estado grave

RJ: menina baleada com tiro de fuzil quando voltava de balé segue em estado grave

Parentes e amigos de Ana Beatriz Barcelos, de 14 anos, marcaram uma missa neste sábado (15) para pedir pela recuperação da adolescente
Oito militares israelenses morrem após explosão de veículo em Rafah

Oito militares israelenses morrem após explosão de veículo em Rafah

Em Tel Aviv, milhares de manifestantes protestaram contra o governo, pedindo o fim da guerra
Trio paulista especializado em roubar casas no Rio é preso após cerco policial

Trio paulista especializado em roubar casas no Rio é preso após cerco policial

Com os bandidos, foram apreendidos uma chave de fenda, luvas, joias e aproximadamente R$ 2 mil em espécie
Lula defende Haddad após Cúpula do G7: “Nunca estará enfraquecido enquanto eu for presidente”

Lula defende Haddad após Cúpula do G7: “Nunca estará enfraquecido enquanto eu for presidente”

Presidente blinda ministro da Fazenda após questionamentos sobre responsabilidade fiscal em 2025
Polícia investiga denúncia de estupro de menina de 12 anos em escola do Rio

Polícia investiga denúncia de estupro de menina de 12 anos em escola do Rio

Agentes da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) já identificaram e intimaram os suspeitos de cometer o crime
RJ: motociclista grava próprio assalto e escapa de ser baleado por objetos guardados na mochila

RJ: motociclista grava próprio assalto e escapa de ser baleado por objetos guardados na mochila

Veja as imagens registradas pela câmera no capacete do sargento da Marinha Leandro Araújo de Oliveira, de 38 anos
Vídeo: brinquedo de parque deixa 30 pessoas presas de cabeça para baixo nos EUA

Vídeo: brinquedo de parque deixa 30 pessoas presas de cabeça para baixo nos EUA

Bombeiros americanos resgataram as vítimas e ninguém ficou ferido; apenas um homem precisou ser levado para o hospital por problemas de saúde pré-existentes
Publicidade
Publicidade