Publicidade

Major da PM nega comando de acampamento golpista e pede misericórdia a Lula

Veja depoimento do policial aposentado Cláudio Santos, preso desde março, ouvido nesta 5ª feira na CPI dos Atos Antidemocráticos

Major da PM nega comando de acampamento golpista e pede misericórdia a Lula
Publicidade

O major da reserva da Polícia Militar do Distrito Federal (PM-DF) Cláudio Mendes dos Santos, acusado de ser uma das lideranças do acampamento em frente ao Exército, em Brasília, pediu "misericórdia" ao presidente, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em depoimento nesta 5ª feira (09.nov), na CPI dos Atos Antidemocráticos, da Câmara Legislativa do DF.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Peço ao presidente Lula, que inclusive votei nele, que ele tenha misericórdia, que haja um indulto para aquelas pessoas, eu sei que ele não é uma pessoa má." 

Preso desde março, o major Cláudio Santos negou ainda ter ensinado "táticas de guerrilha" para os acampados na frente do quartel-general do Exército e afirmou que um pedido do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) poderia ter dado fim ao movimento.  

"Se o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, tivesse ido uma vez ao acampamento e dito "pessoal, vão embora", todo mundo tinha ido", afirmou o major Cláudio Santos, aos deputados da Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara do DF.

+ Polícia prende suspeito de ensinar táticas de guerrilha no QG do DF

O relator da CPI dos Atos Antidemocráticos, deputado Hermeto (MDB), resssaltou que o depoimento do PM confirma a tese apurada, de que o não reconhecimento do resultado das urnas, nas eleições de 2022, e a passividade de Bolsonaro são pilares dos atos que culminaram nas invasões e depredaçõ0es dos prédios-sedes dos Três Poderes, em Brasília, no 8 de janeiro.

"O presidente Bolsonaro tinha que ter assumido a derrota, tinha que ter passado a faixa para o presidente Lula, é isso que acontece num país democrático. Ele, indiretamente, influenciou todos eles", declarou o relator, após o fim do interrogatório do PM.

ASSISTA O DEPOIMENTO DO MAJOR DA RESERVA DA PM-DF CLÁUDIO SANTOS, À CPI:

Oramos

No depoimento, Cláudio Santos afirmou que na unidade do presídio da Papuda, em Brasília, onde está preso com outros policiais, eles "oram" todos os dias pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pelo presidente Lula, e também pelo ex-presidente Bolsonaro.

"Eu creio que sou conservador, mas para o bem. Todos os dias a gente ora naquele presídio pelo Alexandre de Moraes e pelo Lula. Nós não queremos o mal dessas pessoas. Queremos que eles tenham sucesso." O major acrescentou: "Nós oramos não só pelo presidente Lula, mas também para Bolsonaro e Moraes. Nós não temos ódio."

O major da reserva da PM do DF foi preso em março, na 9ª fase da Operação Lesa Pátria, da Polícia Federal, contra os envolvidos no 8 de janeiro. O depoimento estava inicialmente marcado para o dia 18 de outubro, mas foi cancelado. Cláudio Santos passou mal no dia. 

Negou

Aos parlamentares, o major negou as acusações de que ele era uma liderança do acampamento nol QG do Exército e que tenha ensinado técnicas de guerrilha aos acampados. "Nenhum policial militar aprende tática de guerrilha."

qg
Acampamento bolsonarista na frente do QG do Exército, no DF | Reprodução

O militar também afirmou que o Exército tinha o controle sobre o acampamento, negando a possibilidade de que atos violentos tenham sido originados no local, como a bomba deixada em nos arredores do aeroporto de Brasília, no dia 24 de dezembro.

"Não sou criminoso. Não cometi crime." O PM disse estar preso "injustamente", assim como outros alvos do STF. "Peço ao presidente Lula que ele haja com misericórdia."

O major está preso preventivamente, em unidade destinada a policiais, no complexo da Papuda, em Brasília, por ordem do STF. Ele foi escoltado até a Câmara do DF pela polícia.

Na próxima 5ª feira (16.nov), o último interrogado da CPI dos Atos Antidemocráticos é o coronel Reginaldo Leitão, diretor do Centro de Inteligência da PMDF. O presidente da comissão, deputado Chico Vigilante (PT), e relator, Hermeto (MDB), marcaram para o fim do mês a conclusão dos trabalhos.

Leia também:

+ PF prende "patriota" identificado por digital em vidros do STF

+ Julgamento de réu do 8/1 será levado a plenário físico a pedido de Moraes

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbt
sbtnews
ricardo-brandt
cpi
atos antidemocráticos
df
cldf
chico vigilante
pm
major claudio santos
hermeto
pt
mdb
lula
bolsonaro
exército
qg

Últimas notícias

Ministro das Comunicações debate "TV do futuro" em evento nos EUA

Ministro das Comunicações debate "TV do futuro" em evento nos EUA

Juscelino Filho está no NAB Show, em Las Vegas, acompanhado de Carlos Baigorri, presidente da Anatel
Autora atacada por pitbulls escreve poesia pela primeira vez após acidente

Autora atacada por pitbulls escreve poesia pela primeira vez após acidente

A autora, reconhecida na literatura infantil brasileira, foi atacada por três cães da raça pitbull no dia 5 de abril
Do protagonismo na Lava-Jato à suspensão pelo CNJ: quem é Gabriela Hardt?

Do protagonismo na Lava-Jato à suspensão pelo CNJ: quem é Gabriela Hardt?

Juíza foi substituta de Sergio Moro na 13ª Vara Federal, em Curitiba, durante o auge da operação
Chuva forte pode atingir 161 cidades de Minas Gerais

Chuva forte pode atingir 161 cidades de Minas Gerais

Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta para risco de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos
Teto de supermercado desaba e deixa feridos em Diadema

Teto de supermercado desaba e deixa feridos em Diadema

Duas pessoas ficaram gravemente feridas e foram socorridas ao Hospital Municipal da cidade; outras nove tiveram ferimentos leves
Tutor de pitbull morre após ser atacado pelo próprio cachorro

Tutor de pitbull morre após ser atacado pelo próprio cachorro

Vítima sofria ataque de epilepsia enquanto foi mordida pelo animal
Governo propõe aumento de R$ 90 no salário mínimo e déficit zero em 2025

Governo propõe aumento de R$ 90 no salário mínimo e déficit zero em 2025

Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2025 foi apresentado nesta segunda-feira (15)
Adolescente de 17 anos é estuprada pelo cunhado no interior de SP

Adolescente de 17 anos é estuprada pelo cunhado no interior de SP

Vítima estava na casa da irmã e cuidava dos sobrinho quando sofreu a violência, neste final de semana
Poder Expresso: Irã ataca Israel, conflito pode ter reflexos econômicos no Brasil

Poder Expresso: Irã ataca Israel, conflito pode ter reflexos econômicos no Brasil

A edição desta segunda-feira (15) analisa como a escalada do confronto no Oriente Médio pode atingir brasileiros
Por que existem gêmeos siameses? Entenda

Por que existem gêmeos siameses? Entenda

As causas dessa anomalia rara ainda não são bem explicadas pela ciência, mas a descoberta pode vir durante a gestação
Publicidade
Publicidade