Publicidade

Condenado por planejar atentado se nega a falar sobre bomba na CPI da CLDF

George Washington de Oliveira Sousa está entre os condenados pela tentativa de explosão a caminhão-tanque nos arredores do aeroporto de Brasília

Condenado por planejar atentado se nega a falar sobre bomba na CPI da CLDF
George Washington de Oliveira
Publicidade

George Washington de Oliveira Sousa, um dos condenados pela tentativa de atentado nos arredores do aeroporto internacional de Brasília, se recusou, nesta 5ª feira (29.jun), a responder a maior parte das perguntas feitas a ele no âmbito da CPI dos Atos Antidemocráticos da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF).

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Permanecerei calado", respondeu o depoente em grande parte das oportunidades em que foi questionado pelos deputados distritais sobre o planejamento da tentativa de explosão a um caminhão-tanque abastecido com milhares de litros de combustível de aviação, ocorrida em 24 de dezembro. 

Apesar do silêncio no colegiado, à Polícia Civil do Distrito Federal, George Washington confessou a intenção de cometer o atentado e relatou ter vindo à capital federal para participar das manifestações golpistas contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições. 

Ele também é acusado de ter participado da tentativa de invasão da sede da Polícia Federal, em Brasília, no dia 12 de dezembro, dia da diplomação do presidente eleito. Os atos do dia 12 de dezembro também fazem parte do escopo de investigação da CPI dos Atos Antidemocráticos.

Ameaças

George Washington é o segundo depoente do colegiado. Antes, foi a vez do vigilante Alan Diego dos Santos dar sua versão do episódio. Na ocasião, ele relatou ter sido "ameaçado por elementos da extrema direita" para transportar a bomba armada no caminhão-tanque. O artefato caiu do veículo e precisou ser desativado pela Polícia Militar. 

"Precisava colocar para manter minha família em segurança. Eu levei, porque tinha que levar para eu não sofrer represália. Eu tenho medo. Não sei se minha família alguém já morreu, ninguém deixa eu falar com a minha família", disse Santos aos deputados distritais. 

Questionado sobre quem é o autor das ameaças, Santos decidiu ficar em silêncio. "Eu já estava sozinho aqui em Brasília. Se a pessoa mostrou pra mim o material e que ia fazer, como eu ia sair depois de ser ameaçado? Eu poderia não querer levar o artefato, eles 'sumir' comigo e me matar", relatou.

Ainda em depoimento à comissão, Santos relatou ter contatado polícia ainda no dia do ocorrido. "Liguei para a polícia informando, mas eles não entendiam. Quando cheguei na via, o caminhão já tinha saído e a caixa estava no chão", narrou, acrescentando que coube a ele colocar, pessoalmente, o explosivo no caminhão. 

Segundo o depoente, a ação ocorreu na companhia de Wellington Macedo de Souza, que segue foragido desde o atentado, e que George Washington foi o responsável por montar a bomba. "Nunca neguei os fatos, mas essa parte eu prefiro falar com os delegados. É uma coisa sigilosa. Não posso falar sobre esse assunto", enfatizou. 
 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
atentado
aeroporto internacional de brasília
cldf

Últimas notícias

Derrotada nas primárias, Nikki Haley anuncia voto em Trump nas eleições dos EUA

Derrotada nas primárias, Nikki Haley anuncia voto em Trump nas eleições dos EUA

Política foi o último obstáculo para a nomeação do ex-presidente no Partido Republicano
Imposto de Renda 2024: Receita abre consulta ao 1º lote de restituição nesta quinta-feira (23)

Imposto de Renda 2024: Receita abre consulta ao 1º lote de restituição nesta quinta-feira (23)

Créditos somam R$ 9,5 bilhões e serão depositados para mais de 5,5 milhões de contribuintes
Médico é afastado após negar atestado para mãe cuidar de filho doente

Médico é afastado após negar atestado para mãe cuidar de filho doente

Profissional alegou que criança de cinco anos poderia ficar sozinha em casa; Conselho Regional de Medicina do Paraná investiga o caso
RS recebe primeiras unidades de habitação emergencial enviadas pela ONU

RS recebe primeiras unidades de habitação emergencial enviadas pela ONU

Estruturas são montáveis e serão instaladas para acolher desabrigados
Tornado devasta estado e deixa cinco mortos nos EUA

Tornado devasta estado e deixa cinco mortos nos EUA

Fenômeno foi classificado na categoria EF-3 pelo Serviço Nacional de Meteorologia; cidade de Greenfield foi a mais afetada
Senado aprova projeto que cria área específica em presídios para população LGBTQIA+

Senado aprova projeto que cria área específica em presídios para população LGBTQIA+

Texto também garante capacitação continuada de profissionais do sistema penitenciário sobre direitos humanos e igualdade
SBT News na TV: RS tem alerta para novas chuvas e “repique” do Guaíba

SBT News na TV: RS tem alerta para novas chuvas e “repique” do Guaíba

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta quinta-feira (23); assista!
Caixa libera Bolsa Família para beneficiários com NIS final 5

Caixa libera Bolsa Família para beneficiários com NIS final 5

Valor pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente
Emirados Árabes Unidos coordenam iniciativa humanitária para auxiliar o RS a enfrentar impacto das enchentes

Emirados Árabes Unidos coordenam iniciativa humanitária para auxiliar o RS a enfrentar impacto das enchentes

Ação pretende coletar pacotes de ajuda e conta com a participação de cerca de 300 voluntários
Perfis digitais de rádios e TV públicas são retirados do ar na Argentina por ordem de Milei

Perfis digitais de rádios e TV públicas são retirados do ar na Argentina por ordem de Milei

Sindicato afirma que medida é censura contra a mídia e denuncia intervenção nos meios de comunicação públicos
Publicidade
Publicidade