Publicidade

SP: Justiça derruba liminar e permite remoção de barracas de moradores de rua

Ação será feita apenas durante o dia para assegurar o direito de ir e vir dos cidadãos

SP: Justiça derruba liminar e permite remoção de barracas de moradores de rua
Retirada das barradas por parte dos fiscais municipais estava suspensa desde fevereiro | Agência Brasil
Publicidade

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) derrubou a liminar que impedia a remoção das barracas de pessoas em situação de rua durante o dia. A decisão, protocolada na 6ª feira (31.mar), é de autoria do desembargador Ribeiro de Paula, que afirmou não haver indícios de irregularidades na ação da prefeitura.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Embora gravíssima a situação de hipervulnerabilidade dos moradores de rua da cidade de São Paulo (e de tantas outras deste Estado e do país inteiro), cuja integridade física e moral deve ser preservada (não apenas na letra fria da lei), o exercício do direito material deve ser postulado conforme regras processuais apropriadas", escreveu o desembargador.

A retirada das barradas por parte dos fiscais municipais estava suspensa desde fevereiro. Na época, a juíza Juliana Brescansin Demarchi Molina, da 7ª Vara da Fazenda Pública, havia acatado uma ação popular movida pelo deputado federal Guilherme Boulos (PSOL), pelo padre Julio Lancelloti e outras seis pessoas. 

+ Câmara Criminal mantém caso PCC contra Moro no Paraná

Com a suspensão da liminar, os fiscais podem voltar a retirar as barracas durante o dia. A medida é defendida pelo prefeito Ricardo Nunes, que alega que a ação é necessária para não atrapalhar o direito de ir e vir dos moradores, bem como para garantir o serviço de limpeza das vias. Em caso de desmonte das barracas, ele recomenda procurar um dos abrigos da cidade. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
brasil
sao paulo
justiça
derruba liminar
permite
remoçao
barracas
vias publicas
moradores de rua
camila-stucaluc

Últimas notícias

Dólar fecha a R$ 5,60, com alta influenciada por apagão cibernético e temor fiscal

Dólar fecha a R$ 5,60, com alta influenciada por apagão cibernético e temor fiscal

Ganho diário foi de 0,3% nesta sexta; acúmulo semanal chegou a 3,2%
Apagão interrompeu programação de veículos de comunicação pelo mundo

Apagão interrompeu programação de veículos de comunicação pelo mundo

O canal de notícias Sky News, que opera em países de língua inglesa, chegou a ficar fora do ar no mundo inteiro
Tempo deve seguir firme em quase todo o Brasil no fim de semana

Tempo deve seguir firme em quase todo o Brasil no fim de semana

Cenário deve durar até o início da semana que vem
Ataque com drone reivindicado pelos houthis do Iêmen deixa um morto em Tel Aviv

Ataque com drone reivindicado pelos houthis do Iêmen deixa um morto em Tel Aviv

O dispositivo foi detectado pelo Exército israelense, mas “uma falha humana” impediu o acionamento dos sistemas de interceptação e defesa
MG pede ao STF nova prorrogação para renegociar dívida com governo federal

MG pede ao STF nova prorrogação para renegociar dívida com governo federal

Prazo se encerra em 1º de agosto, mas estado pede mais 27 dias
Exclusivo: SBT mostra testes das novas câmeras corporais da PM que permitem apagar ocorrências

Exclusivo: SBT mostra testes das novas câmeras corporais da PM que permitem apagar ocorrências

Seis concorrentes alegam que a empresa vencedora do pregão foi beneficiada; ouvidor diz que vai pedir revisão do processo
Idosa é baleada no Rio de Janeiro após assalto a casa lotérica

Idosa é baleada no Rio de Janeiro após assalto a casa lotérica

Dois homens fugiam da polícia quando começou o confronto
 Número de eleitores jovens no Brasil aumenta 78,16%

Número de eleitores jovens no Brasil aumenta 78,16%

Voto é facultativo para população com 16 e 17 anos
Brasil suspende parte de exportações de frango após caso da doença de Newcastle no RS

Brasil suspende parte de exportações de frango após caso da doença de Newcastle no RS

Ministério declarou emergência zoossanitária no Rio Grande do Sul, por 90 dias, devido à detecção da doença
Michelle Bolsonaro aciona STF contra Gleisi Hoffmann após post sobre roubo de joias

Michelle Bolsonaro aciona STF contra Gleisi Hoffmann após post sobre roubo de joias

Presidente do PT fez uma série de acusações ao citar investigações da PF contra família Bolsonaro
Publicidade
Publicidade