Publicidade

A saudade de um ídolo chamado Richarlison

Enfim a Copa do Mundo começou para a torcida brasileira

A saudade de um ídolo chamado Richarlison
Publicidade

Até ontem não sentia o clima de Copa. Aquele burburinho dos amigos para se encontrar e torcer junto. As ruas perto da minha casa não estavam enfeitadas. Nem parecia o mesmo Brasil de 1994.

Eu tinha 7 anos no Tetra. E esse foi o título que mais me marcou. Lembro bem do meu pai chorando, me abraçando forte no dia da vitória. A família reunida para decorar a vila de casas. O rosto pintado de tinta guache. O suor manchando a pele e a camiseta. Que delícia viver no país do futebol. Saudade disso.

+ Conheça os colunistas do SBT News
+ Leia as últimas notícias de Brasil
+ Leia as últimas colunas da Márcia Dantas
+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Ontem saí de casa para trabalhar perto da hora do jogo. Fiquei presa no trânsito infernal de São Paulo. Ouvi o primeiro tempo pelo rádio. E o sentimento de que a copa não tinha a mesma emoção de antes, continuou.

No trabalho, uma redação concentrada e silenciosa. "Cadê a animação, gente?". Reclamei. 

Até que começou o segundo tempo. Fui para o camarim, deixei a tv ligada enquanto me arrumava. A cada ataque do Brasil meu coração começou a palpitar. Que loucura.

Quando saiu o primeiro gol? "Foi Vini Jr." Pensei. Não, foi Richarlison! Meu Deus! 

A partir daí a maquiadora começou a ficar brava comigo. Não conseguia parar quieta na cadeira.

Na pintura do segundo gol, meu delineador quase foi parar na testa. Pulei tanto. Soltei palavrões. Definitivamente vocês não me conhecem fora da bancada. Do nada eu virei uma torcedora fanática. Me senti com 7 anos de novo. Me deu saudade do meu pai. Saudade de pintar o rosto. De colocar bandeirinha na rua.

Foi então que resolvi ler mais sobre a história de Richarlison. As causas sociais que defende. A luta pela vacina na época da pandemia. O posicionamento contra o racismo. O jeito moleque, meio atrapalhado. Esqueceu o nome da bisavó na entrevista pós-jogo. Gente da gente.
  
Saudade de ídolos do futebol assim. Com menos ego e mais amor ao próximo. Richarlison não tem pose popstar. É a cara do Brasil. Simplicidade e talento. 

Não sou muito entendida do assunto, mas estava com preguiça desse mundo do futebol. Estrelas apenas nos campos, mas personagens fora dele. E não é sobre fama e dinheiro. É sobre não esquecer quem se é. 

Mas aí veio Richarlison. Vê-lo jogar dá até um quentinho no peito. Nos sentimos representados de novo. E deu vontade de chamar os amigos para o próximo jogo. Organizar bolão. Decorar a redação. 

O pombo, apelido carinhoso do nosso novo ídolo nacional, para mim trouxe uma mensagem que estava adormecida: Somos de novo um país unido, nem que seja pelo futebol.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

colunista-marcia-dantas
coluna-marcia-dantas
coluna-viu-isso
brasil
sbtnews
portalnews
sbt
sbt-ao-vivo
selecao-brasileira
richarlison
copa-do-mundo
colunistas
coluna
marcia-dantas

Últimas notícias

Mais de 20% das indicações de cirurgia para endometriose são desnecessárias, conclui estudo

Mais de 20% das indicações de cirurgia para endometriose são desnecessárias, conclui estudo

Pesquisa do Hospital Albert Einstein mostra que, na maioria dos casos, a doença pode ser tratada com medicação
Uma em cada oito crianças no mundo sofre com obesidade

Uma em cada oito crianças no mundo sofre com obesidade

Além dos obesos, a pesquisa constatou que 43% dos adultos do mundo estão com sobrepeso
Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Mosquito da dengue oferece risco também a cachorros e gatos

Aedes aegypti pode transmitir aos pets doença conhecida como 'verme do coração'; conheça sintomas e tratamento
José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

José Dirceu deve ter alta hospitalar neste sábado

Político está internado desde o dia 25 de fevereiro por causa de uma pneumonia
Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

Brasil volta a ser top 10 das maiores economias do mundo com PIB de 2023

País ocupa atualmente a 9ª colocação, à frente de Canadá, Rússia e Austrália. Confira lista
Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Militares que metralharam família no RJ podem ter penas reduzidas de 30 para 3 anos

Dois ministros do STM consideraram homicídio culposo a ação do Exército que teve 257 tiros de fuzil e resultou em duas mortes
Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

Combinação evita a emissão de 5 milhões de toneladas de gás carbônico na atmosfera
Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

Aumento de casos de doenças como a dengue deve causar impacto de até R$ 20 bilhões no PIB

País pode fechar o ano com mais de quatro milhões de infectados por arboviroses
Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Belo Horizonte inaugura hospital de campanha para atendimento de pacientes com dengue

Minas Gerais é o estado com o maior número de casos prováveis da doença
Polícia prende 23 pessoas que aplicavam golpes em comerciantes de sete estados

Polícia prende 23 pessoas que aplicavam golpes em comerciantes de sete estados

"Central de telemarketing do crime" funcionava em São Paulo; idosos eram vítimas preferidas
Publicidade
Publicidade