Publicidade

Luva de Pedreiro: em meio a especulações, um jovem em conflito

Jovem influenciador do bordão "Receba" fez anúncio precoce de sua aposentadoria

Luva de Pedreiro: em meio a especulações, um jovem em conflito
Publicidade

Essa semana, Iran Alves, o influenciador que ficou conhecido como "Luva de Pedreiro"  voltou a ser assunto de vários sites de notícias. O anúncio de aposentadoria precoce do autor do bordão "Receba" pegou todos de surpresa. Em seguida, vieram especulações sobre um novo contrato e tudo não passar de uma jogada de marketing.

+ Conheça os colunistas do SBT News
+ Leia as últimas notícias de Brasil
+ Todas as notícias no portal SBT News

Esse texto não vai  entrar em polêmicas. Quero convidar você a olhar para esse jovem, de 20 anos, que ficou famoso da noite para o dia e passou a viver a vida que sempre sonhava. Será?

De uma cidade pacata no nordeste Baiano, Iran viu suas jogadas de craque da pelada com os amigos serem vistas pelo mundo todo. Mas também foi apresentado à ganância e ao ego da sociedade capitalista. Teve um primeiro contrato com um empresário quebrado e muitos prejuízos financeiros. Estrelou comerciais, foi a programas de TV, participou de festas com jogadores famosos.

E quem era ele no meio de tudo isso?

O influencer Luva de Pedreiro ficou famoso com o bordão "Receba" | ?????Divulgação

Um personagem. O personagem do menino pobre que ficou famoso, mas nunca será como um deles. Iran não foi incluído verdadeiramente no mundo da fama porque jamais faria parte dele se não fosse a internet. 

Luva de Pedreiro virou um personagem cômico e que servia para gerar conteúdo para craques e famosos que se diziam "amigos".

Luva talvez não tenha suportado viver apenas esse personagem. Um dos maiores influenciadores do mundo do futebol não conseguiu ser ele mesmo. 

E o motivo é óbvio: a pureza, a humildade e a falta de malícia não cabem no mundo dos salários milionários, das festas regadas a champanhe, carros de luxo e muita ostentação.

Pode ser uma vida atrativa para muita gente, mas também é muito vazia. Talvez Iran não tenha suportado receber ordens o tempo todo dos poderosos do marketing, não tenha suportado servir de piada o tempo todo, não quisesse mais passar tanto tempo longe de casa e de tudo que sempre valorizou antes. Coisas que o dinheiro não compra.

Talvez seja difícil para quem tem pouco entender que o dinheiro não é a solução para todos os problemas e nem sinônimo de felicidade. 

Para Iran, ele foi sinônimo de prisão. Aprisionado por contratos, por um personagem, por uma vida fake que ele não foi capaz de assumir.

Iran não está errado. Quem viu nele um bom negócio, também não está. 

O conflito, na minha opinião, está na forma como a sociedade impõe que um jovem usufrua do dinheiro e da fama. 

Obrigatoriamente ele precisou se submeter a um estilo de vida que não é o seu.

Agora o conflito interno desse jovem será: o que o Iran quer agora?  E o que o Luva de pedreiro vai construir daqui para a frente? Essa resposta não está em contratos e nem na boca de empresários. 

Ele precisa agora de uma boa orientação psicológica e parental. Iran precisa se encontrar antes que se perca totalmente. A ilusão é tentadora. A vida real não viraliza.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
colunista-marcia-dantas
sbtnews
portalnews
luva
pedreiro
brasil
influenciador
colunistas
viu-isso
aposentadoria
coluna-viu-isso
colunista

Últimas notícias

SBT News na TV: empresários acusados de financiarem atos golpistas são presos

SBT News na TV: empresários acusados de financiarem atos golpistas são presos

Trio de detidos teria financiado acampamento golpista montado em frente ao quartel-general do Exército, em Brasília
Mega-Sena acumula e chega a R$ 185 milhões; veja os números sorteados

Mega-Sena acumula e chega a R$ 185 milhões; veja os números sorteados

Quina teve 152 ganhadores, que vão receber mais de R$ 45 mil cada
Antonio Ais e a esposa são presos na Argentina

Antonio Ais e a esposa são presos na Argentina

Procurados pela Interpol, o casal foi condenado por crimes contra o sistema financeiro; golpes em criptomoedas foram milionários
Gênero musical choro torna-se Patrimônio Cultural do Brasil

Gênero musical choro torna-se Patrimônio Cultural do Brasil

Melodia é conjunto dos sons do bandolim, flauta, violão 7 cordas, pandeiro, cavaquinho e clarinete, tocados em rodas
Rio registra primeiro caso de febre oropouche, transmitida por mosquito

Rio registra primeiro caso de febre oropouche, transmitida por mosquito

Homem infectado mora na zona sul do Rio e esteve no Amazonas, onde a doença está em alta
Grupo político de Bolsonaro tentou golpe, mas as penas devem ser ponderadas; avalia Alessandro Vieira

Grupo político de Bolsonaro tentou golpe, mas as penas devem ser ponderadas; avalia Alessandro Vieira

Senador do MDB defendeu penas diferenciadas para apoiadores e financiadores em entrevista ao SBT News; confira
Lewandowski anuncia intensificação do combate a ações ilegais em Roraima

Lewandowski anuncia intensificação do combate a ações ilegais em Roraima

Tráfico de drogas, contrabando e imigração ilegal estão entre as prioridades do ministro da Justiça e Segurança Pública na região
Polícia prende quadrilha especializada em golpe do empréstimo consignado no Rio

Polícia prende quadrilha especializada em golpe do empréstimo consignado no Rio

Foram encontrados registros de ocorrência contra o grupo em delegacias do Rio, Pernambuco, Acre, Ceará, Minas Gerais, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Goiás, Amapá, Goiás e Tocantins
Guerras em curso fazem com que G20 não chegue a consenso, diz Haddad

Guerras em curso fazem com que G20 não chegue a consenso, diz Haddad

'Houve recuo em relação à redação do ano passado', disse ministro da Fazenda brasileiro no encerramento das reuniões do G20 em São Paulo
Leilão define empresa que será responsável por trem de São Paulo a Campinas

Leilão define empresa que será responsável por trem de São Paulo a Campinas

Consórcio entre empresas da China e do Brasil deve investir mais de R$ 14 bilhões em trem de velocidade
Publicidade
Publicidade