Publicidade

Arcabouço fiscal: Haddad se reúne com Lira e líderes do governo

Ministro quer que proposta ganhe apoio da Câmara e do Senado antes do envio do texto ao Congresso

Arcabouço fiscal: Haddad se reúne com Lira e líderes do governo
Publicidade


O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, recebeu do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a tarefa de discutir o novo arcabouço fiscal com líderes da Câmara e do Senado, antes mesmo de o teor do documento ser divulgado. A estratégia é fazer com que a proposta ganhe apoios importantes antes de o texto chegar às duas casas.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

A tarefa já começou a ser cumprida nesta 2ª feira (20.mar). O ministro está reunido com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) na Residência Oficial neste momento. Mais cedo, o chefe da pasta se encontrou com os representantes Congresso Nacional, José Guimarães (CE) e Jaques Wagner (BA).

Como noticiou o SBT News, Haddad entregou o novo arcabouço fiscal para o presidente Lula na última 6ª feira. O documento substitui o antigo teto de gastos e é avaliado como a principal preocupação do governo neste primeiro trimestre. 

O documento é muito aguardado pelo mercado financeiro e Haddad disse não saber se o presidente divulgará o resultado da reunião, assim como o conteúdo do texto, antes da reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), que acontece a partir desta terça-feira (21.mar). O presidente antecipou aos jornalistas que pretende fazer isso antes da viagem dele à China, marcada para a próxima 6ª feira (24.mar).

O ministro assegurou que a nova âncora fiscal é um conjunto de regras simples e que por isso um texto final pode ser elaborado em pouco tempo, para transformá-la em projeto de lei. "Ele [Lula] precisa validar o desenho para a gente poder redigir. Isso faz em 24 horas", disse.

"É um desenho novo, consistente, que o presidente tem que validar", concluiu.
A chamada nova âncora fiscal está sendo apresentada porque a Emenda Constitucional da Transição, que liberou do teto de gastos R$ 145 bilhões do Bolsa Família e até R$ 23 bilhões em investimentos caso haja excesso de arrecadação, estabeleceu a obrigação de o governo enviar um projeto de lei complementar que substitua o teto de gastos até agosto.
 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
milena teixeira
lula
haddad
arcabouço fiscal
wagner
lira

Últimas notícias

Boulos recebe dois milhões de interações nas redes, ganhando de Tabata e Nunes

Boulos recebe dois milhões de interações nas redes, ganhando de Tabata e Nunes

No intervalo de 30 dias, o prefeito de São Paulo conseguiu 170 mil interações; militância de Bolsonaro ainda não aderiu a Nunes
FALSO: É falso que Lula tenha inaugurado obra da transposição do São Francisco já inaugurada por Bolsonaro

FALSO: É falso que Lula tenha inaugurado obra da transposição do São Francisco já inaugurada por Bolsonaro

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Mega-Sena acumula pela oitava vez e prêmio vai a R$ 72 milhões

Mega-Sena acumula pela oitava vez e prêmio vai a R$ 72 milhões

Apostas para o próximo concurso podem ser feitas até as 19h00 de quinta-feira (18)
Greve em universidades: governo espera chegar a acordo com professores na sexta-feira (19)

Greve em universidades: governo espera chegar a acordo com professores na sexta-feira (19)

Categoria reivindica reestruturação de carreira e recomposição salarial
Pagodeiro "proibidão" era "empresário" dos negócios ligados ao PCC, diz MP

Pagodeiro "proibidão" era "empresário" dos negócios ligados ao PCC, diz MP

Latrell Brito usava empresas dele e de laranjas para simular concorrência em contratações de prefeituras alvos da Operação Munditia
Brasil Agora: Lula na Colômbia, PEC antidrogas e cadáver em agência bancária

Brasil Agora: Lula na Colômbia, PEC antidrogas e cadáver em agência bancária

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta quarta-feira (16)
Tribunal define primeiros jurados para julgamento de Trump em NY

Tribunal define primeiros jurados para julgamento de Trump em NY

Ex-presidente dos EUA é acusado de subornar atriz pornô durante período eleitoral; júri será composto por 12 pessoas
Musk x Moraes: STF autoriza depoimentos de representantes do X no Brasil

Musk x Moraes: STF autoriza depoimentos de representantes do X no Brasil

Decisão faz parte do inquérito que investiga empresário por suposta obstrução de Justiça e incitação ao crime
+Milionária sorteia prêmio de R$ 173 milhões nesta quarta-feira (17)

+Milionária sorteia prêmio de R$ 173 milhões nesta quarta-feira (17)

Apostas podem ser feitas até as 19h em casas lotéricas ou pela internet
Zelensky assina lei para aumentar recrutas e preencher linha de frente na Ucrânia

Zelensky assina lei para aumentar recrutas e preencher linha de frente na Ucrânia

Decisão acontece em meio ao aumento da ofensiva russa no país
Publicidade
Publicidade