Publicidade

Gêmeas siamesas respondem a dúvidas inusitadas até sobre vida sexual: 'Somos pessoas distintas'

Cansadas de serem bombardeadas com perguntas, Carmen e Lupita Andrade resolveram abrir o jogo com os seguidores nas redes

Gêmeas siamesas respondem a dúvidas inusitadas até sobre vida sexual: 'Somos pessoas distintas'
Publicidade

As gêmeas siamesas Carmen e Lupita Andrade, de 23 anos, abriram o jogo sobre como é a vida delas e como se organizam no dia a dia, uma vez que as duas dividem o mesmo corpo.

Nas redes sociais, as irmãs tiraram uma série de dúvidas dos seguidores, que vão desde a vida sexual até a forma de lidar com a morte, e compartilharam as respostas no perfil que dividem no TikTok.

“Vamos fazer um vídeo com perguntas e respostas, porque alguns de vocês não conseguem calar a boca”, disse Lupita no vídeo, que foi visto mais de 9,8 milhões de vezes. As duas se mudaram do México para os Estados Unidos aos 2 anos e hoje vivem em Connecticut.

Apesar de dividirem o mesmo corpo, as irmãs explicam que nem sempre compartilham os mesmos sentimentos. “Se uma de nós está cansada, não necessariamente ficamos cansadas juntas, porque temos dois cérebros separados”, explica Carmen. “Uma de nós pode estar acordada e outra pode estar dormindo porque, de novo, cérebros diferentes. Somos duas pessoas distintas”, complementa ela.

+Policial fantasiado de ursinho prende mãe e filha traficantes

Lupita também nega que as duas podem controlar os membros uma da outra. “Não podemos controlar os membros ou metades uma da outra”, disse ela. “Sim, eu sei dirigir", interrompeu Carmen. “Eu tenho o pé direito, então dirijo”.

Quanto à ingestão de bebidas alcoólicas, as irmãs explicam que, como dividem a mesma corrente sanguínea, o efeito acaba sendo nas duas. “Porém, nós ficamos cheias em momentos diferentes, porque não dividimos o mesmo estômago”, explicam elas.

As irmãs ainda responderam algumas mensagens inusitadas que costumam receber com frequência nas redes sociais, como o que aconteceria caso uma delas morresse. “Compartilhamos a mesma corrente sanguínea, então eventualmente a sepse irá aparecer e, obviamente, dentro de horas ou dias a outra morrerá”, explica ela. “Mas não estamos mortas, então por que sempre nos perguntam isso?”, pergunta.

+Menino de 10 anos foge de casa no interior de SP

Outra pergunta que também é feita com frequência é sobre o que aconteceria caso uma delas cometesse um crime. “Nunca passei por esse processo, então como teríamos esse tipo de conhecimento?”, responde Carmen.

A jovem, que vive um relacionamento de três anos com Daniel, também comentou sobre as várias perguntas que recebe sobre a vida sexual, já que as irmãs compartilham o sistema reprodutivo. “Nós duas temos endometriose e sentimos dores pélvicas, então faça as contas de suas perguntas estranhas e inapropriadas sobre sexo”, brinca Carmen. Ela ainda reforçou que o companheiro é parceiro apenas dela, e que não se relaciona com a irmã também.

Questionada sobre o relacionamento, ela revelou que o conheceu no aplicativo de namoro Hinge, em 2020. “Nunca tentei esconder o fato de que sou uma gêmea siamesa, o que significa que recebi muitas mensagens de caras com fetiches", revela Carmen, que contou que soube “imediatamente" que Daniel era diferente dos outros homens com quem tinha conversado.

+Fabiana Justus: veja como doar sua medula óssea e ajudar a salvar vidas

“Ele não começou com uma pergunta sobre minha condição", diz ela. “Tenho ansiedade social e acabei cancelando encontros no último minuto, mas me senti calma no caminho”. Ela acrescentou ainda que Daniel e Lupita, que é assexuada, são bons amigos.

As gêmeas também falaram da possibilidade de um dia constituir família. “Não podemos ter filhos, não queremos filhos e meu parceiro pensa o mesmo", explica Carmen.

Elas também disseram que, por compartilharem muitas estruturas internas, a separação acaba sendo arriscada para elas. No entanto, garantem que não enjoam uma da outra. “Às vezes, no final do dia, estamos exaustos e não queremos conversar. É quando usamos dispositivos diferentes e fazemos nossas próprias coisas”, diz Lupita.

“Tenho meu laptop para fazer os trabalhos escolares, e Lupita vai colocar fones de ouvido e ouvir música ou usar o telefone. Estivemos unidas durante toda a nossa vida, então não é como se sentíssemos falta da nossa independência. É tudo o que conhecemos, certo?”, finaliza Carmen.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

gêmeas siamesas
Estados Unidos
TikTok
Redes Sociais

Últimas notícias

Chineses imitam pássaros no TikTok contra jornadas de trabalho "996"

Chineses imitam pássaros no TikTok contra jornadas de trabalho "996"

Trabalhadores chegam a cumprir 72 horas semanais de jornada, o que tem deixado jovens insatisfeitos e desanimados com seu futuro
Ex-jogador de futebol Kevin Campbell morre aos 54 anos

Ex-jogador de futebol Kevin Campbell morre aos 54 anos

Inglês foi internado com "uma doença grave" há duas semanas
Com 30% dos votos, Éder Mauro segue liderando disputa pela Prefeitura de Belém

Com 30% dos votos, Éder Mauro segue liderando disputa pela Prefeitura de Belém

Delegado conta com 17 pontos percentuais à frente do atual prefeito da capital paraense
Fiocruz alerta para aumenta de doenças infecciosas e acidentes com animais peçonhentos no RS

Fiocruz alerta para aumenta de doenças infecciosas e acidentes com animais peçonhentos no RS

Aglomeração em abrigos e contado com água contaminada estão entre os motivos
SP: Memorial da América Latina recebe festa junina gratuita a partir deste sábado (15)

SP: Memorial da América Latina recebe festa junina gratuita a partir deste sábado (15)

Evento contará com mais de 500 opções de pratos, espaço kids e pet friendly; veja programação
Lula quebra silêncio e comenta sobre PL antiaborto: “insanidade"

Lula quebra silêncio e comenta sobre PL antiaborto: “insanidade"

Presidente disse que não é a favor do procedimento, mas que tema precisa ser tratado como questão de saúde publica
Pix representou 30% das transações no comércio eletrônico em 2023, diz pesquisa

Pix representou 30% das transações no comércio eletrônico em 2023, diz pesquisa

Meio de pagamento instantâneo ficou atrás apenas do cartão de crédito; popularidade deve crescer até 2027
Ginecologistas pedem que Lira retire PL que equipara aborto a homicídio da pauta da Câmara

Ginecologistas pedem que Lira retire PL que equipara aborto a homicídio da pauta da Câmara

Federação criticou proposta e disse que tema necessita de ampla discussão prévia
Juscelino terá reunião decisiva com Lula, mas fragilidade do governo na Câmara pode frear demissão

Juscelino terá reunião decisiva com Lula, mas fragilidade do governo na Câmara pode frear demissão

Ministro das Comunicações tem apoio do União Brasil com quem Lula deve negociar troca no comando da pasta
Prefeito tem celular roubado durante live no Rio Grande do Sul

Prefeito tem celular roubado durante live no Rio Grande do Sul

Aparelho foi recuperado depois do rastreamento do carro usado pelo criminoso
Publicidade
Publicidade