Publicidade

EUA confirmam mais uma morte por "ameba comedora de cérebro"

Vítima foi infectada após nadar em um lago de água doce no estado da Geórgia

EUA confirmam mais uma morte por "ameba comedora de cérebro"
Naegleria fowleri é uma ameba que vive no solo e em lagos de água doce, rios, lagoas e fontes termais | Reprodução
Publicidade

O Departamento de Saúde Pública da Geórgia, nos Estados Unidos, confirmou mais uma morte por infecção de Naegleria fowleri - conhecida como "ameba comedora de cérebro". Segundo a entidade, a vítima, um homem maior de 18 anos, provavelmente foi infectada enquanto nadava em um lago de água doce no estado. 

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Naegleria fowleri é uma ameba que vive no solo e em lagos de água doce, rios, lagoas e fontes termais. Ela é chamada de "ameba comedora de cérebro" porque destrói o tecido cerebral, causando inchaço cerebral e geralmente a morte. As infecções ocorrem por meio do nariz, quando a água onde o organismo está presente entra no corpo.

"Os sintomas da infecção por Naegleria fowleri começam com dor de cabeça intensa, febre, náuseas e vômitos e progridem para rigidez de nuca, convulsões e coma. Uma vez que os sintomas começam, a doença progride rapidamente e geralmente causa a morte dentro de cerca de cinco dias", informou o Departamento de Saúde da Geórgia.

+ Duas pessoas morrem após tiroteio perto de universidade na Flórida

De 1962 a 2021, 154 casos da ameba "comedora de cérebro" foram relatados nos Estados Unidos, com apenas cinco sobreviventes. Em julho do ano passado, o governo precisou fechar o lago do Lake of Three Fires State Park, no condado de Taylor, devido à presença da ameba na água. Um mês depois, uma criança morreu pela infecção após nadar no Rio Elkhorn, a oeste de Omaha.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
mundo
estados unidos
confirmam
morte
ameba comedora de cerebro
geórgia
naegleria fowleri
sintomas
o que é

Últimas notícias

WhatsApp vai restringir perfis que enviam mensagens em massa

WhatsApp vai restringir perfis que enviam mensagens em massa

Meta quer acabar com o spam e o envio disseminado de mensagens indesejadas e automáticas
Soldado desaparecido teria sido torturado antes de morrer

Soldado desaparecido teria sido torturado antes de morrer

Luca Romano desapareceu em abril, na Baixada Santista; corpo foi localizado em e vítima foi julgada pelo “tribunal do crime”
Ladrão infarta após roubar carro na zona sul de SP

Ladrão infarta após roubar carro na zona sul de SP

Crime foi registrado no Capão Redondo; outros três integrantes de quadrilha fugiram ao perceber a aproximação da polícia
Burger King é multado em R$ 200 mil por vender "Whopper Costela" sem costela

Burger King é multado em R$ 200 mil por vender "Whopper Costela" sem costela

Justiça entendeu que houve propaganda enganosa por omissão na divulgação do sanduíche
SP: Carro capota em pista da Marginal Pinheiros

SP: Carro capota em pista da Marginal Pinheiros

Pelo menos duas faixas foram interditadas, impactando trânsito na região
Fisiculturista alega queda, mas é preso suspeito de espancar mulher

Fisiculturista alega queda, mas é preso suspeito de espancar mulher

Homem ainda fez publicação nas redes sociais após internação; atleta levou vítima ao hospital, em Goiás
ENGANOSO: Fotos de alagamento no Maranhão são antigas e não retratam atual situação do estado

ENGANOSO: Fotos de alagamento no Maranhão são antigas e não retratam atual situação do estado

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Brasil Agora: Lula cobra prioridades para o RS; TSE retoma julgamento de Moro

Brasil Agora: Lula cobra prioridades para o RS; TSE retoma julgamento de Moro

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta terça-feira (21)
ChatGPT: após queixa, OpenAI suspende uso de voz parecida com a de Scarlett Johansson

ChatGPT: após queixa, OpenAI suspende uso de voz parecida com a de Scarlett Johansson

Atriz disse que negou convite para participar de projeto e que ficou chocada com semelhança
Pacheco prorroga vigência do Desenrola Brasil até 19 de julho

Pacheco prorroga vigência do Desenrola Brasil até 19 de julho

Programa garante desconto médio de 83% e parcelamento especial para renegociação de dívidas; veja como aderir
Publicidade
Publicidade