Publicidade

G7 diz que não reconhecerá fronteiras modificadas à força pela Rússia

Chefe da diplomacia alemã insisti que a Ucrânia deve "decidir por conta própria" sobre o assunto

G7 diz que não reconhecerá fronteiras modificadas à força pela Rússia
guerra na ucrânia
Publicidade

Os ministros das Relações Exteriores do G7, bloco que reúne às sete nações mais ricas do planeta, declararam, neste sábado (14.mai), que grupo "nunca reconhecerá" as fronteiras que a Rússia deseja impor à força em sua guerra na Ucrânia. A chefe da diplomacia alemã, Annalena Baerbock, insistiu que a Ucrânia deve "decidir por conta própria" sobre o assunto "porque é seu território".

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Nunca reconheceremos as fronteiras que a Rússia tenta mudar com sua intervenção militar", afirmaram os ministros em um comunicado divulgado após a reunião em Wangels, norte da Alemanha.

"Vamos manter nosso compromisso de apoiar a soberania e a integridade territorial da Ucrânia, incluindo a Crimeia", acrescenta a nota.

Os ministros voltaram a pedir à Rússia que "acabem com a guerra que começou sem provocação (por parte da Ucrânia) e com o sofrimento trágico e as perdas de vidas humanas que continua provocando".

Também pediram a Belarus que "pare de facilitar a intervenção da Rússia e respeite seus compromissos internacionais".

Os sete países (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido) também condenaram "as ameaças irresponsáveis do uso de armas químicas, biológicas ou nucleares" por parte do presidente russo Vladimir Putin.

Os líderes do bloco também concordaram em "ampliar as sanções" econômicas contra Moscou por sua invasão do território ucraniano para "setores nos quais a Rússia é particularmente dependente" e pediu ao governo da China para "não minar" as medidas punitivas.

"Pedimos à China que não ajude a Rússia em sua guerra de agressão contra a Ucrânia, para não minar as sanções impostas à Rússia por seu ataque contra a soberania e a integridade territorial da Ucrânia, que não justifique a ação da Rússia na Ucrânia e que renuncie à manipulação da informação, à desinformação e outras medidas para legitimar a guerra de agressão da Rússia contra a Ucrânia", afirma o comunicado final.

Leia mais

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
g7
ucrânia

Últimas notícias

WikiLeaks posta foto de Julian Assange a caminho de tribunal nos EUA

WikiLeaks posta foto de Julian Assange a caminho de tribunal nos EUA

Jornalista australiano fundou plataforma que publicou milhares de documentos confidenciais dos Estados Unidos e estava preso na Inglaterra desde 2019
Enfermeira que desapareceu após dívidas do “jogo do tigrinho” volta para casa

Enfermeira que desapareceu após dívidas do “jogo do tigrinho” volta para casa

Mulher estava desaparecida há oito dias; ela saiu de Piracicaba, no interior de SP, e foi para o Mato Grosso do Sul
Suspeito de matar PM durante discussão em adega é preso

Suspeito de matar PM durante discussão em adega é preso

Policial foi morto com tiros da própria arma durante briga na zona leste de SP; dono do local também foi detido
Novo Ensino Médio: relator na Câmara critica carga horária em cursos técnicos e espanhol obrigatório

Novo Ensino Médio: relator na Câmara critica carga horária em cursos técnicos e espanhol obrigatório

Mendonça Filho (União Brasil-PE) quer reverter mudanças feitas pelo Senado no texto e que votação ocorra antes do recesso parlamentar
André Mendonça toma posse como titular do TSE nesta terça (25)

André Mendonça toma posse como titular do TSE nesta terça (25)

O ministro, que já compõe a corte eleitoral como substituto, ocupará a cadeira deixada por Alexandre de Moraes
Incêndio destrói centenas de moradias na zona sul de SP

Incêndio destrói centenas de moradias na zona sul de SP

Foram necessárias 16 equipes do Corpo de Bombeiros para combater as chamas; ninguém se feriu na tragédia
CONTEXTUALIZANDO: Hotel em que Lula ficou na Itália tem diárias de até R$ 2,5 mil, e não de mais de R$ 71 mil

CONTEXTUALIZANDO: Hotel em que Lula ficou na Itália tem diárias de até R$ 2,5 mil, e não de mais de R$ 71 mil

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Brasil Agora: STF volta a julgar porte de maconha, fogo no Pantanal e mais notícias do dia

Brasil Agora: STF volta a julgar porte de maconha, fogo no Pantanal e mais notícias do dia

Confira esses e outros destaques no programa matinal do SBT News, com apresentação de Murilo Fagundes e comentários de Iasmin Costa
STF retoma julgamento sobre descriminalização da maconha nesta terça (25)

STF retoma julgamento sobre descriminalização da maconha nesta terça (25)

Os ministros estão a um voto de derrubar o caráter criminal do porte da erva para consumo próprio; faltam votar Luiz Fux e Cármen Lúcia
SBT News na TV: Cidades do Rio Grande do Sul entram em alerta para novas inundações

SBT News na TV: Cidades do Rio Grande do Sul entram em alerta para novas inundações

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta terça-feira (25); assista!
Publicidade
Publicidade