Publicidade

Barroso arquiva investigação de suposta interferência de Bolsonaro na Petrobras

Ministro do STF alega "ausência de justa causa" e arquiva pedido feito por parlamentares

Barroso arquiva investigação de suposta interferência de Bolsonaro na Petrobras
barroso
Publicidade

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, arquivou nesta 3ª feira (29.nov) um pedido de investigação feito por parlamentares sobre uma suposta tentativa de interferência do presidente Jair Bolsonaro (PL) na Petrobras.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Em junho, os parlamentares pediram a abertura de uma investigação pela Procuradoria-Geral da República (PGR) após o vazamento de uma suposta conversa entre o ex-presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, e o ex-presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, onde possíveis crimes cometidos por Bolsonaro seriam citados.

Após o pedido dos parlamentares, a vice-procuradora da República, Lindôra Araújo ouviu os envolvidos, que negaram as acusações envolvendo o presidente.

"Roberto Castello Branco afirmou que as mensagens que incriminavam o presidente da República não eram mais do que conversas referentes a preço de combustíveis e nomeação de diretores, fatos amplamente publicizados. Por sinal, é conhecida de todos a postura do presidente no sentido de defender a redução de preços dos combustíveis, o que efetivamente ocorreu", diz o parecer. 

Em sua decisão, Barroso entendeu que não há motivo para prosseguir o caso, já que a PGR pediu o arquivamento em setembro. "Diante do exposto, acolho parecer ministerial para determinar o arquivamento do procedimento, por ausência de justa causa", afirmou o ministro. 

*com informações da Agência Brasil

Leia também:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
justica
stf
barroso
bolsonaro
petrobras
interferencia
investigacao

Últimas notícias

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Vítima de atentado contra Trump morreu tentando proteger sua família

Corey Comperatore, de 50 anos, era bombeiro e tinha duas filhas. Ele morreu pelos disparos de Thomas Crooks. Outros dois homens foram feridos gravemente
Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Lula lamenta morte do pai do ex-governador do Rio Sergio Cabral

Em nota de pesar, o presidente da República ressaltou, entre outros atributos, a “irreverência” na carreira do jornalista, que faleceu aos 87 anos
Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Atentado a Trump eleva valor do bitcoin, que supera o patamar de US$ 60 mil

Segundo analistas, chance de retorno do ex-presidente ao poder aumentou, e ele é a favor da desregulamentação do mercado financeiro
Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Responsável por atentado contra Trump agiu sozinho, afirma FBI

Thomas Matthew Crooks, de 20 anos, foi o atirador que tentou assassinar Donald Trump
Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Presidente da Itália, Sergio Mattarella, chega ao Brasil neste domingo

Esta é a primeira visita de um chefe de Estado italiano ao país em 24 anos
Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

Romildo Magalhães, ex-governador do Acre, morre aos 78 anos

O político faleceu na tarde deste domingo (14) em decorrência de complicações da diabetes
Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

Biden diz que investigadores terão todos recursos para apurar atentado contra Trump

"Deixem o FBI fazer o seu trabalho", diz presidente dos EUA. Segurança de convenção republicana será reforçada
Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Itamaraty condena ataque a Gaza com mais de 90 mortos e quase 300 feridos

Em nota, a pasta declarou que “o governo de Israel segue sabotando o processo de paz e o cessar-fogo no Oriente Médio”
Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Presidentes do Congresso e do STF condenam atentado contra Trump

Pacheco alertou para sucessão de "atos extremistas que vêm se repetindo mundo afora"
Atirador que tentou matar Trump carregava explosivos em seu carro

Atirador que tentou matar Trump carregava explosivos em seu carro

Thomas Matthew Crooks atingiu o ex-presidente de raspão, feriu gravemente duas pessoas presentes e causou a morte de outra
Publicidade
Publicidade