Publicidade

PF faz operação contra fraudes no registro de CACs em Goiás

Investigação identificou despachante com atuação no Exército que intermediava emissão de documentos falsos

PF faz operação contra fraudes no registro de CACs em Goiás
PF faz operação contra fraudes no registro de CACs em Goiás (Polícia Federal/Divulgação)
Publicidade

A Polícia Federal (PF) realizou, nesta 6ª feira (29.set), a Operação Mendacium, que investiga fraudes em certificados de registro de Colecionador, Atirador ou Caçador (CAC) para posterior compra de armas de fogo e munições.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Agentes cumpriram um mandado de prisão preventiva e dois de busca e apreensão na cidade de Caçu (GO). A Justiça também determinou cancelamento do registro de CAC do investigado. Segundo a PF, um despachante com atuação no Exército Brasileiro participava do esquema.

Por meio do compartilhamento de informações com o 41º Batalhão de Infantaria Motorizado, a operação descobriu documentos falsos, como laudos psicológicos e comprovantes de capacidade técnica para manuseio de arma de fogo, supostamente utilizados em processos de requerimento de registro.

A ação de hoje envolveu apreensão de computadores, celulares, armas, munições e documentos. Os suspeitos podem responder pelos crimes de falsificação de documento público e particular, falsidade ideológica e uso de documento falso.

Leia também:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
noticias
polícia federal
cacs
armas
exército
jataí
go
goiás
operação mendacium
felipe moraes
caçu

Últimas notícias

Ataque com faca deixa três feridos em metrô na França

Ataque com faca deixa três feridos em metrô na França

Incidente foi registrado na estação Place Jean Jaurès, em Lyon; agressor foi preso
Com 16ºC, SP registra menor temperatura máxima do ano

Com 16ºC, SP registra menor temperatura máxima do ano

Madrugadas devem continuar geladas até o fim da semana; mínimas ficarão entre 12ºC e 14ºC
Caixa libera Bolsa Família para beneficiários com NIS final 7

Caixa libera Bolsa Família para beneficiários com NIS final 7

Valor pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente
SBT News na TV: número de mortos sobe para 169 no RS; Israel volta a atacar Rafah

SBT News na TV: número de mortos sobe para 169 no RS; Israel volta a atacar Rafah

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (27); assista!
Acidente com ônibus do IFPA deixa 4 mortos próximo à usina de Tucuruí, no Pará

Acidente com ônibus do IFPA deixa 4 mortos próximo à usina de Tucuruí, no Pará

Veículo estava conduzindo os estudantes e servidores para a participação na Etapa Estadual dos Jogos dos Institutos Federais (JIF) 2024
Incêndio atinge loja em bairro afetado pelas enchentes em Porto Alegre

Incêndio atinge loja em bairro afetado pelas enchentes em Porto Alegre

Ruas do bairro Humaitá estão alagadas pelas enchentes desde o início de maio, o que dificulta a chegada dos profissionais
Ataques aéreos de Israel deixam pelo menos 35 mortos em Rafah, no sul da Faixa de Gaza

Ataques aéreos de Israel deixam pelo menos 35 mortos em Rafah, no sul da Faixa de Gaza

Ministério da Saúde de Gaza disse que mulheres e crianças representam a maioria dos mortos e dezenas de feridos
Após trégua de chuvas no fim de semana, formação de ciclone deixa RS em alerta nos próximos dias

Após trégua de chuvas no fim de semana, formação de ciclone deixa RS em alerta nos próximos dias

Defesa Civil alerta para transbordamento de rios e aponta risco de ventos de até 100km/h; situação fez aulas serem suspensas
Carro sem roda tenta fugir de perseguição policial em São Paulo; veja o vídeo

Carro sem roda tenta fugir de perseguição policial em São Paulo; veja o vídeo

Veículo roubado por criminosos capotou, mas manteve rota de fuga de 12 viaturas policiais mesmo sem roda e sem pneu
Moraes nega pedido de Bolsonaro para que inelegibilidade seja analisada pelo STF

Moraes nega pedido de Bolsonaro para que inelegibilidade seja analisada pelo STF

Defesa do ex-presidente e de Braga Netto entraram com pedido de recurso contra a condenação
Publicidade
Publicidade