Publicidade

PF investiga lavagem de dinheiro no Acre

Operação 'Ptolomeu III' realiza 89 mandados de busca e apreensão ; governador do AC, Gladson Cameli, é alvo

PF investiga lavagem de dinheiro no Acre
Polícia Federal do Acre
Publicidade

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta 5ª feira (09.mar) a Operação Ptolomeu III. O objetivo é desarticular a organização criminosa envolvida em lavagem de dinheiro na cúpula do Governo do Estado do Acre. A ação é feita e parceria com a Procuradoria-Geral da República (PGR), Controladoria Geral da União (CGU), e Receita Federal (RFB).  Governador do AC, Gladson Cameli, é alvo de nova operação contra lavagem de dinheiro e STJ manda bloquear R$ 120 milhões em bens.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News
Com mais de 300 policiais envolvidos na operação, são cumpridos  89 mandados de busca e apreensão nos Estados do Acre, Piauí, Goiás, Paraná, Amazonas e Rondônia, além do Distrito Federal.

A PF busca o ressarcimento de parte dos valores desviados dos cofres públicos. O STJ determinou a indisponibilidade de aproximadamente R$ 120 milhões, por meio do bloqueio de contas e sequestro de aeronaves, casas e apartamentos de luxo adquiridos como proveito dos crimes

A investigação tramita no Superior Tribunal de Justiça e constitui desdobramento das fases I e II, deflagradas no ano de 2021, quando foi identificada organização criminosa, controlada por agentes políticos e empresários ligados ao Poder Executivo estadual acreano, que atuavam no desvio de recursos públicos, bem como na realização de atos de ocultação da origem e destino dos valores subtraídos, através da lavagem de capitais.

Em 2022, o SBT News revelou que o supermercado Atacarejo Cameli, que é registrado no nome de Liana e Racene Cameli -- os dois primos do governador --, recebeu R$ 832 mil via Cartão de Pagamento de Defesa Civil (CPDC) do prefeito do município acreano de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima (PP), correligionário de Gladson. A verba pública foi destinada à contenção dos danos decorridos de enchentes no estado em 2021.

O que diz a defesa

Segundo nota divulgada pelos advogados de Cameli, a defesa vê "com surpresa" a terceira fase de um inquérito que "se arrasta há dois anos". Para os advogados, a investigação é "baseada em uma pescaria probatória e uma devassa financeira ilegal, que atacou a família do governador como forma de driblar o foro adequado". 

De acordo com a defesa, o governador já prestou os devidos esclarecimentos, colocou-se, e está à disposição das autoridades. "O governador confia na Justiça e irá cumprir todas as medidas. E respeitosamente irá recorrer das cautelares, o que inclui a descabida ordem para não falar com o próprio pai e irmãos", conclui.

O governo do Acre, questionado sobre a proximidade do governador com os donos do supermercado em Cruzeiro do Sul, negou qualquer tipo de preferência na escolha pelo estabelecimento. 

"Apesar da relação parental do governador Gladson Cameli com os empresários e do apoio político ao prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima, o estado, em nenhum momento, teve influência na escolha das empresas citadas", afirmou em nota. 

Sobre os gastos, o governo acreano destaca que, em 2021, houve "um dos maiores eventos" já ocorridos no estado. "A Defesa Civil do Estado e a Defesa Civil dos municípios atingidos pela cheia dos rios trabalharam intensamente", aponta a nota.

Segundo o governo, a Defesa Civil de Cruzeiro do Sul e a prefeitura fizeram o levantamento e definiram a aquisição e distribuição dos mantimentos para dar suporte às famílias. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

pf
acre
ptolomeu iii
polícia
brasil
portalnews
sbtnews

Últimas notícias

Brasil Agora: Professores das universidades federais encerram greve após 69 dias

Brasil Agora: Professores das universidades federais encerram greve após 69 dias

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta segunda-feira (24)
INSS libera benefícios para segurados que recebem até um salário mínimo; veja como consultar

INSS libera benefícios para segurados que recebem até um salário mínimo; veja como consultar

Pagamentos serão feitos conforme o número final do cartão de pagamento; moradores do RS terão depósitos antecipados
No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

No dia de São João, governo reconhece quadrilhas como manifestação da cultura nacional

Dança típica foi considerada relevante para a identificação regional nas apresentações juninas
"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

Combates paralelos e contínuo deslocamento forçado de civis dificultam a entrega de ajuda na região
Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Resultado foi influenciado pelo acesso ao crédito e pelo aquecimento do mercado de trabalho
Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

SP e MG seguem liderando ranking de infecções; número de mortes confirmadas chega a 4 mil
Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Homens armados invadiram os locais na tarde de domingo (23); autoridades investigam o caso
Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Valor pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente; calendário também conta com Auxílio Gás
SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (24); assista!
Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Primeiro-ministro israelense concedeu entrevista a uma emissora do país pela primeira vez desde o início da guerra
Publicidade
Publicidade