Publicidade

Polícia Civil dá novos detalhes sobre o ataque em duas escolas no ES

Adolescente que fez os disparos assumiu que passou 2 anos planejando o crime

Polícia Civil dá novos detalhes sobre o ataque em duas escolas no ES
policia_civil_es
Publicidade

A Polícia Civil do Espírito Santo apresentou, nesta 6ª feira (25.nov), os primeiros detalhes da apuração do ataque que matou três pessoas em escolas no município de Aracruz -- cidade no norte do estado, cerca de 90 km da capital Vitória.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Segundo os policiais, em depoimento, o atirador assumiu que planejou, por dois anos, o crime e que tinha a intenção de executá-lo. Mas o adolescente não explicou qual seria o motivo para atirar contra os alunos. No ataque, três pessoas morreram e outras 11 foram feridas. Uma delas está em estado grave.

Ainda na conversa com jornalistas, os policiais disseram que o adolescente "estava tranquilo" e explicou que ele "pegou o carro do pai, escondeu a placa do veículo, foi até as escolas, efetuou os disparos e depois fugiu".

De acordo com os policiais, foram apreendidos com o adolescente alguns objetos, entre eles o que seria uma suástica -- símbolo do nazismo. Além disso, a investigação apura se o adolescente teria planejado o ataque aproveitando técnicas e estilo de determinados jogos eletrônicos.

A TV Tribuna, afiliada do SBT, acompanha o caso. Na manhã desta sexta-feira (25.nov), um adolescente entrou em escolas na cidade de Aracruz: a estadual de Ensino Fundamental e Médio Primo Bitti e o Centro Educacional Praia de Coqueiral, um colégio particular. Lá dentro, ele atirou contra alunos e professores. Três pessoas morreram e outras 11 ficaram feridas.

Leia também

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
atirador
crime
escolas
espírito santo
aracruz
adolescente
mortes
ataques

Últimas notícias

Marcos Rogério assume liderança da oposição ao governo no Senado

Marcos Rogério assume liderança da oposição ao governo no Senado

Atualmente no cargo, Marinho se afasta do cargo por 120 dias para se dedicar às eleições municipais
Rodrigo Pacheco chama projeto sobre aborto de “irracional” e “inviável”

Rodrigo Pacheco chama projeto sobre aborto de “irracional” e “inviável”

Presidente do Senado se posicionou acerca do polêmico tema diante de parte da bancada feminina da Casa
Policiais civis são alvo de tiros durante operação na Maré (RJ)

Policiais civis são alvo de tiros durante operação na Maré (RJ)

Agentes realizavam operação contra estabelecimentos comerciais que receptavam e revendiam roupas de grifes roubadas
Caso Paquetá: Senado aprova convite para ouvir o jogador na CPI da Manipulação no Futebol

Caso Paquetá: Senado aprova convite para ouvir o jogador na CPI da Manipulação no Futebol

Por se tratar de um convite, o jogador pode recusar a participação
Incêndio de grande proporção atinge prédio comercial na Grande SP

Incêndio de grande proporção atinge prédio comercial na Grande SP

Nove equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas e conseguiram conter o fogo no local
Brasil aparece entre os piores países em pensamento criativo nas salas de aula

Brasil aparece entre os piores países em pensamento criativo nas salas de aula

No ranking com 56 países, o Brasil aparece na 44ª colocação, empatado com Peru, Panamá e Arábia Saudita
Quase 500 criminosos são presos em operação na Bahia

Quase 500 criminosos são presos em operação na Bahia

Segundo a polícia, integrante de um grupo criminoso que gerenciava um laboratório de drogas em Castelo Branco foi localizado por equipes do Depom
80 milhões de pessoas estão sob alerta para altas temperaturas nos Estados Unidos

80 milhões de pessoas estão sob alerta para altas temperaturas nos Estados Unidos

Onda de calor extremo afeta quase todo o território americano
Lira anuncia que debate de projeto antiaborto só ocorrerá no segundo semestre

Lira anuncia que debate de projeto antiaborto só ocorrerá no segundo semestre

Presidente da Câmara afirma que projeto não "irá retroagir nos direitos já garantidos e nada irá avançar que traga qualquer dado aos diretos das mulheres"
"Não vamos intervir", afirma porta-voz de Milei sobre foragidos do 8 de janeiro

"Não vamos intervir", afirma porta-voz de Milei sobre foragidos do 8 de janeiro

Em entrevista ao SBT, Manuel Adorni disse que não cabe ao governo decidir sobre asilo a brasileiros condenados por atos antidemocráticos que estão na Argentina
Publicidade
Publicidade