Publicidade

ENGANOSO: Post engana que Bolsonaro e ministros olhavam para Lula em foto

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova

ENGANOSO: Post engana que Bolsonaro e ministros olhavam para Lula em foto
Divulgação/Projeto Comprova
Publicidade

ENGANOSO: Não é verdade que o presidente Jair Bolsonaro (PL) e ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tenham ficado olhando para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante o evento de posse do ministro Alexandre de Moraes como presidente do TSE, realizado na terça-feira, 16 de agosto, como sugerem algumas postagens que compartilharam uma foto desse suposto momento. Na imagem, Bolsonaro e os ministros aparecem olhando para baixo, na realidade posando para uma foto feita pelo fotógrafo do Palácio do Planalto, e não observando Lula. O fotógrafo em questão e Lula estavam próximos, o que motivou a interpretação equivocada do registro.

Conteúdo investigadoFoto que circula nas redes sociais traz registro da posse do novo presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes. Diversas autoridades aparecem ao lado do empossado, incluindo o presidente Jair Bolsonaro. Os olhares de todos no púlpito parecem estar voltados ao ex-presidente e candidato ao Planalto Lula, que está na plateia. A imagem em um dos posts é acompanhada da legenda: "Constrangedor pro homúnculo que vai ser preso em janeiro quando sair hahahahahahaha".

Onde foi publicado: Twitter e Instagram

Conclusão do Comprova: Uma foto que viralizou nas redes sociais de um momento da cerimônia de posse do ministro Alexandre de Moraes como presidente do TSE não mostra Jair Bolsonaro e outras autoridades olhando para Lula, mas sim para o fotógrafo oficial do Palácio do Planalto, que na ocasião fazia um registro do evento.

Saiba mais:
>> Conheça o Projeto Comprova e os seus princípios
>> Recebeu conteúdo suspeito? Envie para o nosso WhatsApp
>> Leia as últimas notícias no portal SBT News
>> Curta o SBT News no Instagram
>> Curta o SBT News no Facebook
>> Siga o SBT News no TikTok
>> Siga o SBT News no Twitter

A foto que viralizou nas redes sociais foi feita por um repórter do jornal Folha de S.Paulo que fazia a cobertura do evento. Na imagem, é possível ver Lula conversando com a também ex-presidente Dilma Rousseff (PT), na parte de baixo do espaço em que foi realizada a cerimônia, enquanto Bolsonaro e as demais autoridades estão em um púlpito, de onde foram feitos os discursos durante o evento, e que fica em um local mais alto.

Na foto é possível identificar a presença de um fotógrafo, atrás de Dilma Rousseff, que está com uma câmera direcionada para o púlpito. Na conta oficial do Palácio do Planalto na rede social Flickr foi possível encontrar a foto para a qual Bolsonaro e as demais autoridades estavam posando. Vídeos gravados durante a cerimônia e divulgados por veículos de imprensa e pelo próprio TSE também confirmam que as autoridades estavam posando para a foto.

Para o Comprova, enganoso é o conteúdo retirado do contexto original e usado em outro de modo que seu significado sofra alterações; que usa dados imprecisos ou que induz a uma interpretação diferente da intenção de seu autor; conteúdo que confunde, com ou sem a intenção deliberada de causar dano.

Alcance da publicação: Até o dia 19 de agosto, a imagem alcançou, em apenas um dos perfis em que foi publicada, mais de 30 mil curtidas, 443 comentários e 2.180 retuítes.

O que diz o autor da publicação: A equipe tentou fazer contato com o usuário do Twitter responsável pela publicação que originou essa verificação, no entanto, seu perfil na rede social não permite o envio de mensagens. Além disso, outros três perfis que compartilharam a foto nas redes sociais com a sugestão de que Bolsonaro e os ministros estariam observando Lula e que alcançaram grande viralização foram procurados pelo Comprova, mas não houve retorno até a publicação da verificação.

Como verificamos: Iniciamos a busca tentando localizar imagens da solenidade de posse do ministro Alexandre de Moraes como presidente do TSE. Para isso, fizemos buscas no Flickr do Palácio do Planalto e no Flickr do TSE.

Com os termos "foto Lula" e "posse Alexandre Moraes" fizemos busca no Google, que retornou para reportagens publicadas na imprensa nacional, como a do jornalista Mateus Vargas, da Folha de S.Paulo.

A partir daí, localizamos o perfil do jornalista no Twitter, onde é possível conferir as imagens registradas por ele durante o evento de posse e que acabaram viralizando nas redes sociais. O jornalista da Folha foi procurado para esclarecer o contexto da foto.

Por mensagem, entramos em contato com o chefe da comunicação do Palácio do Planalto para tentar a identificação do fotógrafo responsável pela cobertura do evento e que estava posicionado atrás de Dilma.

Como localizamos no Flickr do Planalto alguns registros da posse feitos pelo fotógrafo Isac Nóbrega, também tentamos contato com o profissional por mensagem encaminhada no direct do Instagram.

Também foram feitas buscas no Google e no YouTube por conteúdos de imprensa que repercutiram a cerimônia com a finalidade de encontrar vídeos que exibissem o momento registrado na foto do jornalista da Folha de São Paulo.

A captura da imagem

A foto aqui analisada foi feita pelo repórter Mateus Vargas, da Folha de São Paulo, que estava cobrindo o evento. A imagem foi divulgada pelo próprio repórter em seu perfil no Twitter. Em outra publicação feita na mesma rede, Mateus chamou a atenção para o fato de fotógrafos de veículos de imprensa não terem sido autorizados a cobrir a cerimônia, que contou com a presença apenas dos fotógrafos oficiais das autoridades presentes.

Em contato com o Comprova, o repórter da Folha explicou que fez o registro com o seu próprio celular, após o encerramento do discurso do ministro Alexandre de Moraes, quando as autoridades começaram a se levantar para ir embora.

O presidente Jair Bolsonaro, ao lado do presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, e demais autoridades posam para o fotógrafo Isac Nóbrega. Foto: Mateus Vargas

A imagem feita pelo jornalista da Folha permite verificar que há, atrás da ex-presidente Dilma Rousseff, um fotógrafo. O profissional foi identificado como sendo Isac Nóbrega, fotógrafo oficial do presidente Jair Bolsonaro. É para ele que os membros da mesa posam para a foto. No Flickr do Palácio do Planalto há também a divulgação de uma foto que remete ao mesmo momento e é creditada a Isac Nóbrega.

(Brasília ? DF, 16/08/2022/Foto:Isac Nóbrega/PR)

Na foto oficial do Palácio do Planalto é possível ver que Bolsonaro, Alexandre de Moraes e os demais ministros estão de pé, alinhados lado a lado, e no mesmo local em que aparecem na foto feita pelo repórter da Folha. O registro também mostra pelo menos cinco nomes da mesa com o olhar direcionado ao fotógrafo: Alexandre de Moraes, Jair Bolsonaro, Ricardo Lewandowski (que na oportunidade tomou posse como vice-presidente do TSE), Mauro Campbell Marques (corregedor-geral eleitoral do TSE), além de Rodrigo Pacheco, presidente do Senado.

A premissa pode ser confirmada pela equipe do Comprova ao analisar dois diferentes vídeos da cerimônia. O primeiro é uma reportagem da CNN Brasil. Na transmissão do programa "CNN 360º" do dia 17 de agosto, a partir de 19 minutos e 20 segundos do vídeo, é possível ver que o presidente Bolsonaro e os ministros que estão ao seu lado estão posando para uma foto. O fotógrafo em questão é o mesmo que aparece atrás da ex-presidente Dilma Rousseff na imagem que é objeto desta verificação.

O segundo vídeo é o da transmissão oficial da cerimônia, feito pela Justiça Eleitoral, e que permanece disponível no canal do YouTube do TSE. Nele, mais uma vez, é possível constatar que a atenção das autoridades está voltada para o fotógrafo oficial da Presidência, e não para Lula. A partir de 1 hora, 46 minutos e 25 segundos, quando a mesa é desfeita, são iniciados os cumprimentos entre os presentes. É o próprio Alexandre de Moraes quem convoca os demais para o registro fotográfico. A transmissão, então, é encerrada.

O fotógrafo do Planalto

Para identificar quem é o fotógrafo, inicialmente o Comprova fez buscas no Instagram pelo nome "Isac Nóbrega", a quem os registros são creditados na conta oficial do Palácio do Planalto no Flickr. O perfil "IsacNobrega74" localizado na rede social é aberto e tem como descrição na bio: "militar, fotógrafo profissional".

Uma das fotos publicadas por Isac na rede social mostra ele fazendo a cobertura de um evento da Força Aérea Brasileira (FAB) que contou com a presença do presidente Bolsonaro.

O Comprova fez contato com Alan Santos, coordenador-geral da equipe de fotografia do Palácio do Planalto, que confirmou que o fotógrafo que aparece atrás da ex-presidente Dilma na foto aqui analisada é mesmo Isac Nóbrega. Santos ainda confirmou que a foto postada no Flickr do Palácio do Planalto foi feita por Nóbrega no momento em que ele foi fotografado pelo repórter da Folha.

| Foto também publicada por Mateus Vargas no Twitter no final da cerimônia no TSE.

Foto viralizou nas redes sociais

Desde a noite da última terça-feira (16), dia da cerimônia de posse de Alexandre de Moraes no TSE, diversas postagens nas redes sociais compartilharam a imagem capturada pelo repórter da Folha, a maioria delas sugerindo que a atenção de Bolsonaro e dos ministros da Corte presentes no evento estavam "voltadas para Lula".

Em postagem no Instagram, a antropóloga e professora da Universidade de São Paulo (USP) Lilia Schwarcz reproduz a ideia de que Lula é o centro do momento. Ela escreve ao analisar a imagem: "Mas se apurarem o olhar verão que a verdadeira cena se passa bem no centro do salão. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva parece ser o homenageado da cerimônia, com todos os olhares convergindo para ele, inclusive o do atual presidente, que esboça um sorriso mal-humorado e está mais duro que uma vara de pau."

Print feito em 18.08, às 10h48

deputado federal Orlando Silva (PCdoB) e o cineasta Kleber Mendonça Filho foram outras personalidades que repercutiram a foto, transmitindo a ideia de que Lula estaria sendo o "centro das atenções" na cerimônia de posse do TSE. Em todas as postagens, comentários feitos por usuários demonstram que a maioria das pessoas de fato acreditou que as atenções estivessem voltadas a Lula.

Alguns leitores, contudo, identificaram o fotógrafo ao lado da ex-presidente Dilma Rousseff e sinalizaram, como este perfil que interagiu com a postagem do Instagram de Lilia Schwarcz:

No Twitter, em mais uma postagem que compartilhou o registro feito pelo repórter da Folha, outro usuário também aponta a presença do fotógrafo atrás de Dilma, indicando que, na verdade, a atenção de Bolsonaro e dos ministros estava voltada para o fotógrafo em questão.

Lilia Schwarcz, Orlando Silva e Kleber Mendonça Filho foram procurados pela equipe do Comprova, mas não houve retorno até o fechamento da verificação.

Alexandre de Moraes é empossado presidente do TSE e comandará a Corte nas Eleições 2022

Na noite da última terça-feira (16), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes tomou posse como presidente do TSE. A cerimônia contou com a presença de autoridades dos três Poderes da República, entre eles o presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro, além do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), governadores, prefeitos, representantes de embaixadas e outros.

Na plateia, e destacados na primeira fila, estavam os ex-presidentes José Sarney (MDB), Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e Michel Temer (MDB).

Em seu discurso, Moraes exaltou o Estado Democrático de Direito e o sistema eleitoral brasileiro, em uma recusa expressa aos reiterados ataques direcionados à Justiça Eleitoral, muitos dos quais perpetrados por Bolsonaro e seus apoiadores.

"Liberdade de expressão não é liberdade de agressão, de destruição da democracia, das instituições, da dignidade e da honra alheias. Liberdade de expressão não é liberdade de propagação de discursos de ódio e preconceitos. A liberdade de expressão não permite a propagação de ideias contrárias ao estado de Direito, uma vez que a plena liberdade do eleitor depende da tranquilidade e da confiança nas instituições democráticas e no próprio processo eleitoral."

A posse de Moraes na Corte, dado o atual cenário político brasileiro, está envolta em simbolismos. Por ser relator de inquéritos que investigam ataques diretos a ministros no STF, fake news e atos antidemocráticos, o ministro tem sido o principal alvo dos bolsonaristas no Judiciário. Ataques estes, muitas vezes, desferidos pelo próprio presidente da República.

Aplaudido enfaticamente pela plateia ? com exceção de Bolsonaro e seus ministros ?, o novo presidente do TSE prometeu combater a disseminação de desinformação e os ataques contra o sistema eleitoral. Moraes chega ao comando da Corte a pouco mais de um mês das eleições.

Outro ponto alto da cerimônia foi reunir no mesmo espaço os dois principais candidatos em intenções de voto para as eleições gerais de outubro. Bolsonaro e Lula ficaram cara a cara. A expectativa em relação ao encontro é um importante cenário para a compreensão da viralização da imagem aqui verificada pela equipe do Comprova.

Também foi empossado na última terça-feira o ministro Ricardo Lewandowski, que assumiu a vice-presidência do TSE.

Por que investigamos: O Comprova investiga conteúdos suspeitos que viralizaram nas redes sociais sobre as eleições presidenciais, a pandemia e as políticas públicas do governo federal. A postagem aqui analisada passa a falsa impressão de que Lula, ex-presidente e candidato ao Palácio do Planalto, teria concentrado todas as atenções em dado momento da posse do presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes ? evento que também foi acompanhado pelo presidente Bolsonaro. Quando ligadas ao processo eleitoral que se avizinha, peças de desinformação, como esta, podem atrapalhar a escolha do eleitor. O voto deve ser balizado a partir de dados verdadeiros e confiáveis.

Outras checagens sobre o tema:

A menos de dois meses das eleições, conteúdos de desinformação relacionados ao período eleitoral ganham mais espaço nas redes. Somente nesta semana, o Comprova verificou alguns que tentavam valorizar de maneira enganosa Bolsonaro e sua gestão, como o que aponta decreto para participação das Forças Armadas nas eleições é praxe e não confere mais força ao atual presidente, que o Brasil não foi o único país a registrar deflação em julho e que reportagem cita outros países com cenário econômico positivo além do Brasil. Recentemente, a equipe também verificou que não há registro no TSE de suposta pesquisa que impede entrevistado de votar em Bolsonaro, que vídeo engana ao afirmar que banqueiros apoiam Lula por supostos prejuízos ao setor provocados por Bolsonaro e que é enganoso post dizendo que evento de lançamento da candidatura de Bolsonaro ?flopou?.

Investigação e verificação

Estadão, O Povo participaram desta investigação e a sua verificação, pelo processo de crosscheck, foi realizada pelos veículos UOL, Folha, O Popular, Correio Braziliense, Correio de Carajás, A Gazeta, SBT e SBT News.

Projeto Comprova

Esta reportagem foi elaborada por jornalistas do Projeto Comprova, grupo formado por 42 veículos de imprensa brasileiros, para combater a desinformação. Iniciado em 2018, o Comprova monitorou e desmentiu boatos e rumores relacionados à eleição presidencial. Agora, na quinta fase, o Comprova segue verificando conteúdos suspeitos sobre políticas públicas do governo federal e eleições, além de continuar investigando boatos sobre a pandemia de covid-19. O SBT e SBT News fazem parte dessa aliança.

Desconfiou da informação recebida? Envie sua denúncia, dúvida ou boato pelo WhatsApp 11 97045 4984.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
projeto-comprova
enganoso
posts
fotos
bolsonaro
ministros
tse
lula
eleicoes
politica
de-fato

Últimas notícias

Atleta australiano amputa parte do dedo para participar das Olimpíadas de Paris

Atleta australiano amputa parte do dedo para participar das Olimpíadas de Paris

O jogador de hóquei Matt Dawson quebrou o dedo semanas antes do início dos Jogos Olímpicos
SP: Feira busca tutores para cães resgatados no Rio Grande do Sul

SP: Feira busca tutores para cães resgatados no Rio Grande do Sul

Pets foram castrados e receberam tratamento após as enchentes
Eleições municipais 2024: partidos poderão realizar convenções a partir de sábado

Eleições municipais 2024: partidos poderão realizar convenções a partir de sábado

Reuniões são necessárias para que legendas e federações possam lançar políticos na disputa e seguem calendário oficial da Justiça Eleitoral
Filha de deputado é encontrada morta no Mato Grosso

Filha de deputado é encontrada morta no Mato Grosso

Polícia Civil ainda apura as circunstâncias da morte da jovem de 26 anos na zona rural da cidade de Nova Mutum
Apagão cibernético afeta coleta de exames em hospital de SP

Apagão cibernético afeta coleta de exames em hospital de SP

Hospital Sírio-Libanês diz que parceiro que faz o serviço enfrentou instabilidade no sistema e coleta foi interrompida; outras unidades funcionam normalmente
"Aproveitar minha família", diz homem que sobreviveu após ter crânio perfurado por estaca de madeira

"Aproveitar minha família", diz homem que sobreviveu após ter crânio perfurado por estaca de madeira

Vitor Soares disse que o acidente aconteceu "muito rápido" e "não teve como reagir"
Presença israelense nos territórios palestinos é ilegal, diz Corte Internacional de Justiça

Presença israelense nos territórios palestinos é ilegal, diz Corte Internacional de Justiça

Órgão máximo da ONU deu parecer consultivo sobre a legalidade da ocupação israelense de 57 anos de Jerusalém Oriental e Cisjordânia ocupada
"Eles que elejam o presidente que quiserem", diz Lula sobre eleições na Venezuela

"Eles que elejam o presidente que quiserem", diz Lula sobre eleições na Venezuela

Para o presidente da República, disputas eleitorais não interferem em julgamento dele sobre relações entre países
Censo aponta que 90% dos quilombolas sofrem com a falta de saneamento básico adequado

Censo aponta que 90% dos quilombolas sofrem com a falta de saneamento básico adequado

Quase 30% não possuem nem abastecimento de água, destinação do esgoto ou coleta de lixo, diz IBGE
Ladrão capota com carro, rouba moto na frente da polícia e foge no Rio de Janeiro

Ladrão capota com carro, rouba moto na frente da polícia e foge no Rio de Janeiro

Motorista que passava pelo local registrou momento em que criminoso sai armado de veículo capotado; veja vídeo
Publicidade
Publicidade