Publicidade

Com origem no Saara, nuvem de poeira quilométrica atinge a América

Fenômeno reduz a visibilidade e pode provocar a proliferação de algas tóxicas, mas traz ainda alguns benefícios

Com origem no Saara, nuvem de poeira quilométrica atinge a América
Com origem no Saara, nuvem de poeira quilométrica atinge a América
Publicidade
Uma enorme nuvem de poeira com origem no deserto do Saara atravessou o Oceano Atlântico e chegou ao Caribe, reduzindo a visibilidade de algumas regiões, segundo comunicado feito pela Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA) dos Estados Unidos, nesta quarta-feira (24). Pelas redes sociais, internautas compartilharam imagens, no início desta semana, mostrando Porto Rico e outras ilhas caribenhas sendo afetadas pelo fenômeno.

Segundo a Divisão de Pesquisas de Furacão da NOAA, essa nuvem empoeirada é conhecida como Camada de Ar Saariana (SAL) e costuma se formar a cada três ou cinco dias entre o final da primavera e o começo do outono, com os ventos sempre a carregando para o oeste quando isso ocorre. Ela pode chegar a cerca de 1,5 a 6 km de altura na atmofesra e ser transportada por milhares de quilômetros.

+ Bar inaugura durante a pandemia e é interditado após superlotação

No continente americano, regiões como o Caribe, Flórida e Costa do Golfo dos Estados Unidos geralmente são as mais afetadas. Porém, a bacia do Rio Amazonas, na América do Sul, também recebe parte da poeira. Além da falta de visibilidade e dificuldade para respirar, a Camada de Ar Saariana pode provocar a profileração de algas tóxicas, de acordo com a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (NASA). Mas ela traz ainda alguns benefícios, como o impedimento da ocorrência de furacões e tempestades tropicais, e o rabastecimento de nutrientes no solo de florestas tropicais.
 
 
 
Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

internacional
fenômeno
nuvem
poeira
saara
caribe
estados unidos
vento
nasa
oceano
atmosfera

Últimas notícias

Silvio Santos tem alta de hospital em SP

Silvio Santos tem alta de hospital em SP

Apresentador passa bem e já está em casa
Comoção e falta de respostas marcam enterro de filha de deputado morta no Mato Grosso

Comoção e falta de respostas marcam enterro de filha de deputado morta no Mato Grosso

Polícia mantém investigações para explicar morte da empresária Raquel Cattani, que estava com 26 anos
São Paulo recebe evento sobre cultura pop asiática

São Paulo recebe evento sobre cultura pop asiática

Anime Friends é o maior evento temático de cultura pop asiática na América Latina e ficará até amanhã (21) em São Paulo
Paisagens, cultura e vinho; conheça o passeio turístico Trem Pampa

Paisagens, cultura e vinho; conheça o passeio turístico Trem Pampa

Itinerário começa no Rio Grande do Sul e passa no Uruguai. O passeio custa R$ 135
Imóveis levados a leilão quase dobram em 2024 e viram opção de investimento

Imóveis levados a leilão quase dobram em 2024 e viram opção de investimento

Só de imóveis financiados pela Caixa Econômica Federal, houve um salto de 75% na oferta de leilões
Melody sofre acidente a caminho de show no Rio de Janeiro

Melody sofre acidente a caminho de show no Rio de Janeiro

Van em que cantora estava ficou destruída: veja imagens
Brasileiro da marcha atlética disputará sua quarta Olimpíada em Paris

Brasileiro da marcha atlética disputará sua quarta Olimpíada em Paris

Caio Bonfim luta pela medalha que escapou nos Jogos do Rio, em 2016, quando conquistou o 4º lugar
Exclusivo: número de denúncias de maus-tratos a animais bate recorde em 2024

Exclusivo: número de denúncias de maus-tratos a animais bate recorde em 2024

Foram 909 situações nos primeiros seis meses de 2024, quase o mesmo número de todo o ano passado, quando houveram 939 denúncias
Los Angeles abraça a automação: robôs entregam comida e carros sem motorista já são realidade

Los Angeles abraça a automação: robôs entregam comida e carros sem motorista já são realidade

Em alguns restaurantes da cidade, o pedido é na tela e a comida vem em um carrossel. Já as bebidas são trazidas por um robô, que interage com os clientes
Menina de 10 anos sobrevive a parada cardíaca que durou mais de uma hora

Menina de 10 anos sobrevive a parada cardíaca que durou mais de uma hora

Lara Sousa foi reanimada e agora recebeu um aparelho que ajuda o coração a bater no ritmo certo
Publicidade
Publicidade