Publicidade

Scholz chama de "cínica" preocupação de Putin com morte de civis no Oriente Médio

Chanceler alemão ironizou declaração por exército russo continuar em guerra com a Ucrânia

Scholz chama de "cínica" preocupação de Putin com morte de civis no Oriente Médio
Reprodução/Flickr
Publicidade

O chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, criticou o presidente da Rússia, Vladimir Putin, por expressar preocupação com o alto número de mortos na guerra entre Israel e o grupo palestino Hamas. Em publicação nesta 5ª feira (19.out), Scholz classificou a fala de Putin como cínica, uma vez que o exército russo continua em guerra com a Ucrânia.

+ Acompanhe a cobertura da guerra em Israel 
+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Fico mais do que furioso ao ouvir o presidente russo alertar repetidamente que pode haver vítimas civis de um conflito armado. Não fica mais cínico do que isso", escreveu o chanceler alemão.

A declaração faz referência à fala de Putin, que, na 2ª feira (16.out), expressou "preocupação extrema" com a grande escalada das hostilidades entre Israel e Hamas, bem como com o "aumento catastrófico" do número de vítimas civis na Faixa de Gaza. O líder russo afirmou ainda temer que o conflito resulte em uma guerra regional no Oriente Médio.

A preocupação de Putin chegou à mesa do Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU), que, no mesmo dia, analisou a resolução proposta pela Rússia sobre o conflito. O texto, no entanto, não recebeu votos o suficiente, além de ter sido vetado pelos Estados Unidos, sobretudo por não condenar diretamente o Hamas pelo ataque em Israel.

Guerra na Ucrânia

A invasão russa na Ucrânia chegou ao 603º dia, com mudanças lentas. As tropas ucranianas continuam com a contra-ofensiva para recuperar os territórios ocupados, sobretudo no nordeste, enquanto as forças russas seguem lançando bombardeios em áreas residenciais. Na 4ª feira (18.out), um ataque em Kharkiv deixou ao menos sete civis mortos.

COI suspende Comitê Olímpico Russo por violar integridade territorial na Ucrânia

Os Estados Unidos voltaram a afirmar apoio à Ucrânia e o envio de novos pacotes militares, incluindo mísseis. A ação revoltou parlamentares russos, que aprovaram mais uma leitura do projeto que revoga a ratificação por Moscou do tratado de proibição total de testes nucleares. O Ministério das Relações Exteriores da Ucrânia condenou as medidas tomadas e instou a comunidade internacional a responder às "provocações" russas.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
guerra-na-ucrania
olaf scholz
chama
cinica
preocupaçao
putin
oriente medio
guerra
ucrania
morte
civis

Últimas notícias

"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

"Pausas táticas não aliviam situação humanitária em Gaza", diz OMS

Combates paralelos e contínuo deslocamento forçado de civis dificultam a entrega de ajuda na região
Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Intenção de consumo das famílias cresce 0,5% em junho e mantém índice positivo

Resultado foi influenciado pelo acesso ao crédito e pelo aquecimento do mercado de trabalho
Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

Brasil ultrapassa marca de 6 milhões de casos de dengue em 2024

SP e MG seguem liderando ranking de infecções; número de mortes confirmadas chega a 4 mil
Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Ataques contra igrejas e sinagogas deixam mais de 15 mortos na Rússia

Homens armados invadiram os locais na tarde de domingo (23); autoridades investigam o caso
Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Caixa libera Bolsa Família de junho para beneficiários com NIS final 6

Valor pode ser sacado em agências bancárias ou movimentado virtualmente; calendário também conta com Auxílio Gás
SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

SBT News na TV: Professores das universidades federais decidem encerrar greve

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta segunda-feira (24); assista!
Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Netanyahu diz que combate intenso contra o Hamas está perto do fim, mas que guerra continuará

Primeiro-ministro israelense concedeu entrevista a uma emissora do país pela primeira vez desde o início da guerra
Universidades federais: professores decidem encerrar greve

Universidades federais: professores decidem encerrar greve

Paralisação nacional começou em abril. Retorno às aulas depende de decisão interna de cada instituição
Professores de ensino básico e técnico de instituições federais aceitam acordo e anunciam fim da greve

Professores de ensino básico e técnico de instituições federais aceitam acordo e anunciam fim da greve

Propostas de reajuste para as duas categorias foram aprovadas por 89 votos a 15
Testado na África, novo medicamento contra HIV alcança 100% de eficiência

Testado na África, novo medicamento contra HIV alcança 100% de eficiência

Ensaio clínico apontou que uma injeção semestral de lenacapavir deu proteção total contra o vírus
Publicidade
Publicidade