Publicidade

Grupo vai ajudar no combate aos garimpos ilegais em terras indígenas

Portaria que cria Grupo de Trabalho foi publicado no Diário Oficial da União

Grupo vai ajudar no combate aos garimpos ilegais em terras indígenas
garimpo_amazonia
Publicidade

O governo federal criou um Grupo de Trabalho com para propor, em 60 dias, medidas contra a atuação de organizações criminosas em garimpos ilegais em terras indígenas. A portaria foi publicada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública no Diário Oficial da União desta 2ª feira (30.jan).

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O GT será composto por representantes dos seguintes órgãos: Secretaria de Acesso à Justiça; Secretaria Nacional de Segurança Pública; Polícia Federal, além da Polícia Rodoviária Federal. Também serão convidados a participar do Grupo representantes dos Ministérios dos Povos Indígenas, de Minas e Energia, da Defesa, Direitos Humanos e da Cidadania e da Fazenda.

Na portaria, ministério da Justiça cita que, na última gestão, houve "práticas de crimes e as gravíssimas violações de direitos fundamentais ocasionadas em razão do garimpo ilegal em terras indígenas na região amazônica, inclusive com a notícia de desnutrição e fome que ocasionaram cerca de 570 mortes evitáveis de crianças indígenas Yanomamis". Leia a íntegra da portaria publicada no Diário Oficial da União:

Na manhã desta segunda-feira (30.jan), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reúne com os ministros da Defesa, José Múcio, dos Direitos Humanos, Silvio Almeida, dos Povos Indígenas, Sônia Guajajara, e das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, para tratar da crise humanitária que se instalou na terra indígena Yanomami.

O comandante da Aeronáutica, brigadeiro Marcelo Kanitz Damasceno, e a futura presidente da Fundação Nacional dos Povos Indígenas, Joenia Wapichana, também participam.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
grupo de trabalho
direitos humanos
violência
garimpos ilegais
terras indígenas
crimes ambientais
ministério da justiça
fiscalização
milena-teixeira

Últimas notícias

SP: Carreta com carga de aerossol pega fogo e bloqueia Ayrton Senna

SP: Carreta com carga de aerossol pega fogo e bloqueia Ayrton Senna

Acidente foi registrado na altura de Guarulhos, no sentido interior do estado; caminhão ainda estava na rodovia, na manhã seguinte
WhatsApp vai restringir perfis que enviam mensagens em massa

WhatsApp vai restringir perfis que enviam mensagens em massa

Meta quer acabar com o spam e o envio disseminado de mensagens indesejadas e automáticas
Soldado desaparecido teria sido torturado antes de morrer

Soldado desaparecido teria sido torturado antes de morrer

Corpo de Luca Romano estava desaparecido desde abril, na Baixada Santista; vítima foi julgada pelo “tribunal do crime”
Ladrão infarta após roubar carro na zona sul de SP

Ladrão infarta após roubar carro na zona sul de SP

Crime foi registrado no Capão Redondo; outros três integrantes de quadrilha fugiram ao perceber a aproximação da polícia
Burger King é multado em R$ 200 mil por vender "Whopper Costela" sem costela

Burger King é multado em R$ 200 mil por vender "Whopper Costela" sem costela

Justiça entendeu que houve propaganda enganosa por omissão na divulgação do sanduíche
SP: Carro capota em pista da Marginal Pinheiros

SP: Carro capota em pista da Marginal Pinheiros

Pelo menos duas faixas foram interditadas, impactando trânsito na região
Fisiculturista alega queda, mas é preso suspeito de espancar mulher

Fisiculturista alega queda, mas é preso suspeito de espancar mulher

Homem ainda fez publicação nas redes sociais após internação; atleta levou vítima ao hospital, em Goiás
ENGANOSO: Fotos de alagamento no Maranhão são antigas e não retratam atual situação do estado

ENGANOSO: Fotos de alagamento no Maranhão são antigas e não retratam atual situação do estado

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Brasil Agora: Lula cobra prioridades para o RS; TSE retoma julgamento de Moro

Brasil Agora: Lula cobra prioridades para o RS; TSE retoma julgamento de Moro

Confira essas e outras notícias que serão destaque nesta terça-feira (21)
ChatGPT: após queixa, OpenAI suspende uso de voz parecida com a de Scarlett Johansson

ChatGPT: após queixa, OpenAI suspende uso de voz parecida com a de Scarlett Johansson

Atriz disse que negou convite para participar de projeto e que ficou chocada com semelhança
Publicidade
Publicidade