Publicidade

"Não aguentamos o tranco da direita como nós estamos", diz José Dirceu em encontro do PT

Ex-ministro-chefe da Casa Civil fez críticas à sigla e disse que governo Lula tem problema de governabilidade

"Não aguentamos o tranco da direita como nós estamos", diz José Dirceu em encontro do PT
José Dirceu discursando em encontro de ala do PT (Reprodução/Facebook)
Publicidade

O ex-ministro-chefe da Casa Civil do Brasil e ex-presidente do PT José Dirceu fez críticas ao Partido dos Trabalhadores e ao governo Lula, durante discurso, nesta 6ª feira (24.nov), no terceiro encontro nacional de uma das alas da sigla (a Avante PT).

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Dirceu prevê que a direita dará "um tranco" na legenda e esta precisa mudar se quiser aguentá-lo. "Eu sou da opinião que nós precisamos nos debruçar sobre o problema do partido. Não vamos tapar o sol com a peneira. Nós não aguentamos o tranco da direita como nós estamos. E a direita vai nos dar um tranco, nós conhecemos ela. Está esse ambiente agora político, essa negociação com o Arthur Lira, tudo, mas nós sabemos que essa não é a realidade", disse.

"Se formos derrotados em 2024, eles vão tomar mais um naco do governo. Porque já existe um governo de coabitação no Brasil. Coabitação na França ou nos países parlamentaristas é quando o presidente da República é de esquerda, mas o Parlamento é de direita e nomeia um primeiro-ministro de direita", acrescentou.

De acordo com José Dirceu, o Brasil está vivendo "numa situação de coabitação, porque além do poder real da maioria no Parlamento de direita, tem as emendas impositivas". "Então a complexidade do momento que nós estamos vivendo exigiria do partido uma reflexão, um debate, para tomar medidas, para fazer um planejamento para os próximos quatro ou oito anos, pensar o futuro, pensar a realidade que nós estamos vivendo neste momento. Não sei qual o problema. Tem medo da militância, do debate, da discussão, da mobilização da militância?".

Para o ex-ministro, o PT, atualmente, "é um partido de maior apoio popular, de melhor imagem", mas não é "nem 10% do que ele devia ser". "Então nós temos um problema sério, no PT e na esquerda".

Ele disse ainda que o Partido dos Trabalhadores "perdeu" este ano. "Porque nós devíamos, em primeiro lugar, se é que nós constituímos uma Frente Brasil Popular, uma federação e uma frente ampla, nós devíamos ter dado visão para elas, visibilidade, presença na sociedade, presença com proposta, com programas".

Dirceu prosseguiu: "Segundo, nosso papel era mobilizar para apoiar o governo. O Lula não falou contra o juro? O Lula não falou contra a desigualdade? O Lula não falou que os ricos tinham que pagar impostos? Nós fizemos um movimento nacional sobre isso? Quando a direita nos derrotou na questão ambiental do ministério, na questão temporal, nós mobilizamos a sociedade? Porque a direita liberal democrática é a favor da pauta ambiental e é contra o marco temporal".

Conforme o petista, a sigla não se mobilizou. "E o outro papel nosso de partido é constituir, desenvolver e fazer o partido crescer. Nós adiamos encontro e vamos fazer encontro em 2025!?".

Em sua avaliação, disse, o PT precisa "olhar a médio prazo". "Se nós temos uma perspectiva de 12 anos, nós temos que mudar a correlação de forças e mudar o nosso partido. A não ser que a gente queira governar porque está bom como estamos governando, nós sabemos que não está. Isso não quer dizer que o nosso governo não produziu grandes avanços, não foi uma vitória extraordinária derrotar o bolsonarismo, o Lula voltar a ser presidente".

Para ele, os filiados ao PT têm condições de construir um partido à altura do desafio que terão na frente, pensando que não querem "apenas um reformismo" -- classificado como "importante" por ele --, mas também mudar o Brasil.

Problemas no governo

Segundo José Dirceu, o governo Lula "tem problemas de governabilidade, de organização, de avaliação de cada ministério". Ele defendeu que seja feita uma avaliação do primeiro ano do mandato. "Aonde se discute isso? Ou não é para se discutir? É para faze de conta que está tudo bem? Ou não se pode discutir mais? Porque às vezes eu fico com essa sensação, porque você começa a discutir um pouco, você fica inconveniente, indesejado. Isso não quer dizer que eu seja pessimista. Porque eu sou muito otimista com relação ao PT, ao Brasil", acrescentou.

O petista afirmou que se o partido quer constituir, como este deseja, uma alternativa de mudança estrutural no Brasil, precisa pensar em médio prazo, e por isso ele (Dirceu) tem falado em 12 anos. Conforme o ex-ministro, a sigla não fará nesses quatro anos do terceiro governo Lula mudanças estruturais no país, devido à correlação de forças.

"Na verdade nós retomamos programas nossos, conseguimos aquela PEC da transição e estamos num governo que é inacreditável se nós falássemos um ano atrás que o PP e o PL são base do nosso governo, constituem o governo conosco. Então nós estamos num governo de esquerda que não participa só a direita civilizada, a centro-direita. Participa a direita. E o PP e o PL são a direita".

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
noticias
brasil
política
pt
críticas
josé dirceu
encontro
discurso
mobilização
direita
esquerda
problemas
lula
partido dos trabalhadores
guilherme-resck

Últimas notícias

Ampliação da TV digital: prazo para 250 municípios solicitarem ajuda federal termina na sexta (28)

Ampliação da TV digital: prazo para 250 municípios solicitarem ajuda federal termina na sexta (28)

Programa Brasil Digital implementa estações para transmissão de emissoras públicas e compartilhar infraestrutura com redes privadas
Caso Anic: defesa diz que filhos "não sabiam de nada"

Caso Anic: defesa diz que filhos "não sabiam de nada"

Advogada está desaparecida há 116 dias; Anic de Almeida foi vista pela última vez em Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro
Elon Musk confirma o nascimento do 12º filho

Elon Musk confirma o nascimento do 12º filho

Bilionário diz em entrevista que novo herdeiro estava "longe de ser um segredo" e que divulgar um comunicado sobre a gestação seria "bizarro"
Grávida dá à luz presa em congestionamento após acidente entre ônibus e carreta em Minas Gerais

Grávida dá à luz presa em congestionamento após acidente entre ônibus e carreta em Minas Gerais

Ao todo, 12 pessoas se envolveram no acidente; seis foram socorridas com suspeita de fraturas, traumas, cortes e escoriações, mas nenhuma em estado grave
Homem coordenou sequestro de médica no Pará de dentro de presídio no Rio; entenda

Homem coordenou sequestro de médica no Pará de dentro de presídio no Rio; entenda

Ana Letícia Leite Sena Passos foi sequestrada na saída de um evento em Belém e levada para um cativeiro no município de Ananindeua
VÍDEO: Piloto faz pouso de emergência após cabine de avião se abrir em pleno voo

VÍDEO: Piloto faz pouso de emergência após cabine de avião se abrir em pleno voo

Narine Melkumjan teve dificuldades para enxergar após incidente, mas conseguiu escutar seu treinador dizer "continue voando"
Câmera registra assassinato de homem durante jogo de futebol amador no interior de SP

Câmera registra assassinato de homem durante jogo de futebol amador no interior de SP

O suspeito fugiu com uma moto; organização do evento diz que a vítima não tinha ligação com o jogo
Influenciador morre após capotar carro em Goiânia

Influenciador morre após capotar carro em Goiânia

Lucas Alexandre de Barros, de 22 anos, voltava de uma festa quando sofreu o acidente. Ele havia comprado o veículo há menos de 1 ano
Morre segunda vítima de explosão de lancha em Cabo Frio (RJ)

Morre segunda vítima de explosão de lancha em Cabo Frio (RJ)

Aleksandro Leão Vieira, de 36 anos, morreu no último domingo (23); bebê de um ano permanece em estado grave
Anatel pode bloquear Amazon e Mercado Livre por vender celular irregular no Brasil; entenda

Anatel pode bloquear Amazon e Mercado Livre por vender celular irregular no Brasil; entenda

Empresas têm 25 dias para coibir a venda de aparelhos não homologados; multa pode chegar a R$ 6 milhões
Publicidade
Publicidade