Publicidade

Retomada de exigência de vistos trará prejuízo ao turismo, admite Freixo

Embratur vai propor visto eletrônico e valor simbólico para pedir autorização

Retomada de exigência de vistos trará prejuízo ao turismo, admite Freixo
passaportes
Publicidade

O presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), Marcelo Freixo (PT-RJ), evitou polemizar com o governo Lula, mas admitiu nesta 2ª feira (20.mar) que o turismo brasileiro sofrerá prejuízos com o retorno da exigência de vistos para turistas dos Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália, entraram no Brasil. 

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

 "Essa é uma decisão de governo. Me cabe respeitar e tentar fazer com que essa decisão, que é do Itamaraty e que é baseada na lógica da reciprocidade, não traga um prejuízo maior para o turismo. Trazer algum efeito para o turismo vai trazer, agora tentar reduzir esse impacto é o objetivo", afirmou em entrevista ao SBT News.

Freixo adiantou que a Embratur vai propor que o valor do visto seja apenas simbólico e que o documento ao invés de uma autorização formal - com o protocolo que atualmente exige a ida até uma embaixada e o carimbo no passaporte, seja substituído pelo documento eletrônico, uma autorização de viagem para que os turistas possam entrar no país - como já ocorre no Canadá, por exemplo.

As estratégias de Freixo são para garantir a manutenção dos números positivos do turismo no Brasil. O presidente da Embratur teme que as exigências impactem negativamente no setor.

"A gente está num momento muito positivo. A gente teve 800 mil turistas visitando o Brasil no mês de janeiro. A gente está num momento onde a expectativa sobre o Brasil é muito positiva. Eu acabei de chegar de duas feiras internacionais onde há muita esperança, muita expectativa em relação ao Brasil por tudo o que a gente passou. Então é o momento onde a gente tem que olhar o turismo do Brasil com muito carinho. É 8% do PIB [Produto Interno Bruto] hoje. Mas essa é uma decisão governamental e e cabe respeitar", avaliou.

Se as medidas propostas forem revistas pelo Ministério das Relações Exteriores, com a flexibilização sugerida (visto eletrônico e taxa simbólica), Freixo acredita que os impactos serão reduzidos. "Se for assim, eu acho que atrapalha pouco e a gente consegue fazer com o que o turismo siga crescendo, que é o que a gente quer", concluiu. 

A cobrança do visto para esses países estava suspensa desde 2019 e volta a valer em 1º de outubro.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
marcelo freixo
freixo
embratur
turismo
visto brasileiro

Últimas notícias

Imposto de Renda 2024: Receita libera consulta ao 2º lote de restituição nesta sexta-feira

Imposto de Renda 2024: Receita libera consulta ao 2º lote de restituição nesta sexta-feira

Serão liberados RS 8,5 bilhões distribuídos entre 5, 7 milhões de contribuintes; crédito é no dia 28 de junho
Empresário morre ao cair de paramotor no interior de SP

Empresário morre ao cair de paramotor no interior de SP

Vítima estaria fazendo manobras arriscadas e perdeu o controle do equipamento
Quina de São João vai pagar R$ 220 milhões no sábado (22); saiba como apostar

Quina de São João vai pagar R$ 220 milhões no sábado (22); saiba como apostar

Segundo a Caixa Econômica Federal, o apostador que levar a fortuna terá um rendimento de R$ 1,2 milhão no primeiro mês
ENGANOSO: Lula não foi excluído de foto do G7 que mostra apenas os líderes dos países-membros

ENGANOSO: Lula não foi excluído de foto do G7 que mostra apenas os líderes dos países-membros

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Brasil Agora ao vivo: Toffoli diverge sobre maconha, Lula critica presidente do BC e mais notícias do dia

Brasil Agora ao vivo: Toffoli diverge sobre maconha, Lula critica presidente do BC e mais notícias do dia

Confira esses e outros assuntos que são destaques nesta sexta-feira (21)
SBT News na TV: Polícia indicia mãe, irmão e mais 9 pessoas no caso da ex-sinhazinha Djidja Cardoso

SBT News na TV: Polícia indicia mãe, irmão e mais 9 pessoas no caso da ex-sinhazinha Djidja Cardoso

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta sexta-feira (21); assista!
Mega-Sena acumula e chega a R$ 86 milhões; veja os números sorteados

Mega-Sena acumula e chega a R$ 86 milhões; veja os números sorteados

Quina teve 79 apostas ganhadoras, que vão receber mais de R$ 40 mil cada
Dez trabalhadores são regatados pela PF em situação análoga a escravidão no Mato Grosso do Sul

Dez trabalhadores são regatados pela PF em situação análoga a escravidão no Mato Grosso do Sul

Ação durou pouco mais de duas semanas em propriedades rurais na região do Pantanal
Deputada cassada por fazer harmonização com dinheiro público diz que provas foram forjadas

Deputada cassada por fazer harmonização com dinheiro público diz que provas foram forjadas

Silvia Waiãpi é acusada de utilizar recursos do Fundo Campanha para pagar o procedimento. Confira entrevista ao Poder Expresso
Governo define regras mais rígidas para distribuidoras de energia

Governo define regras mais rígidas para distribuidoras de energia

Segundo as novas normas, a satisfação do consumidor será um dos critérios de avaliação
Publicidade
Publicidade