Publicidade

IBGE realiza censo demográfico em territórios indígenas

Pesquisa quer identificar infraestrutura dos lares e questões sobre a etnia e cultura

IBGE realiza censo demográfico em territórios indígenas
Recenseadores e indígenas em oca
Publicidade

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realiza o "Dia de Mobilização do Censo Demográfico 2022" em territórios indígenas, nesta 4ªfeira (10.ago).  "Os povos indígenas possuem suas próprias formas de organização, hábitos e costumes e os seus territórios apresentam condições específicas de acesso e circulação, sendo fundamental contar com o apoio das organizações indígenas, da Fundação Nacional do Índio (Funai) e da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai)", afirma a nota do IBGE.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Há muita diversidade entre as comunidades indígenas, inclusive internamente. Por isso, o IBGE faz adaptações na forma como mapeia o território nacional, para que essas modalidades de ocupações dos povos tradicionais sejam retratadas", explica a coordenadora do Censo de Povos e Comunidades Tradicionais, Marta Antunes.

O Instituto afirma que realizou o mapeamento com o máximo de registros administrativos sobre a localização das comunidades e fez uso massivo de imagens recentes de satélites de alta resolução.

O trabalho de mapeamento identificou 632 terras indígenas, 5.494 agrupamentos indígenas - que são o conjunto de 15 ou mais indivíduos em uma ou mais moradias próximas até 50 metros de distância e que estabelecem vínculos familiares ou comunitários - e 977 outras localidades indígenas, em 827 municípios brasileiros.

Em relação à saúde de quem participará do processo, será preciso estar vacinado contra covid-19, gripe e febre amarela. Além disso, apresentar teste negativo para a covid-19 e utilizar máscara facial.

Além do questionário domiciliar, o censo irá aplicar, pela primeira vez, um questionário específico para levantar as condições de infraestrutura dessas comunidades. Ele será respondido pela liderança indígena de cada grupo. Nele, constará questões de identificação da liderança, identificação da comunidade e de infraestrutura; como abastecimento de água, de energia e presença de escolas, por exemplo. Também haverá perguntas sobre educação para entender se as aulas são lecionadas na língua indígena ou em português, quantos professores existem e quais os materiais didático trabalhados. Neste questionário, as lideranças também serão perguntadas acerca das questões de saúde e dos hábitos e práticas como a caça, a criação de animais e o artesanato.

Já os questionários domiciliares terão perguntas sobre a etnia, os povos ou grupos indígenas, as línguas indígenas faladas. Pretende-se descobrir se a língua portuguesa e libras são faladas ou utilizadas no domicílio. Serão pesquisas quetões de registro civil, arranjo familiar, religiosidade, deficiência, educação, trabalho, entre outros. Neste caderno, o recenseador ainda aplicará perguntas sobre a situação do domicílio, dos cômodos, e também de água, saneamento, lixo e acesso à internet.

No censo 2010, foram identificados 890 mil indígenas, sendo 305 etnias e 274 línguas faladas.
 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

comunidades
indígenas
raça
etnia
censo
ibge
demográfico
brasil
sbtnews
portalnews

Últimas notícias

Judeus ultraortodoxos passam a ser obrigados ao serviço militar em Israel

Judeus ultraortodoxos passam a ser obrigados ao serviço militar em Israel

Militares disseram que são capazes de alistar 3 mil este ano; 66 mil são elegíveis para alistamento
Anvisa proíbe venda e uso de produtos à base de fenol em procedimentos estéticos e de saúde

Anvisa proíbe venda e uso de produtos à base de fenol em procedimentos estéticos e de saúde

Resolução da agência é publicada semanas após morte do empresário Henrique Chagas, em São Paulo
Mulher é morta a facadas por não compartilhar senha do wi-fi

Mulher é morta a facadas por não compartilhar senha do wi-fi

Casal usava senha do dispositivo até vítima alterar a combinação de números; crime brutal por motivo banal foi registrado no Pará
Suas publicações do Instagram, WhatsApp e Facebook vão treinar a inteligência artificial da Meta; saiba como evitar

Suas publicações do Instagram, WhatsApp e Facebook vão treinar a inteligência artificial da Meta; saiba como evitar

IA generativa Meta AI terá acesso as fotos e legendas compartilhados publicamente nas redes sociais da big tech
Senador do MS cobra rapidez contra incêndios no Pantanal: "Do contrário, o tempo vai nos vencer"

Senador do MS cobra rapidez contra incêndios no Pantanal: "Do contrário, o tempo vai nos vencer"

Nelsinho Trad (PSD-MS) disse que trabalha para acelerar tramitação de projeto de lei que institui Política Nacional de Manejo Integrado do Fogo
Fogo destrói ônibus e caminhão-baú na zona oeste de SP

Fogo destrói ônibus e caminhão-baú na zona oeste de SP

Veículos estavam no estacionamento de empresa na Barra Funda; ninguém se feriu
SP: Motorista de Porsche é investigado por agredir ex-madrasta

SP: Motorista de Porsche é investigado por agredir ex-madrasta

Fernando Sastre Filho está preso pela morte de condutor de aplicativo após colisão na zona leste da capital paulista, em março
WikiLeaks posta foto de Julian Assange antes de assinar acordo com EUA

WikiLeaks posta foto de Julian Assange antes de assinar acordo com EUA

Jornalista australiano fundou plataforma que publicou milhares de documentos confidenciais dos Estados Unidos e estava preso na Inglaterra desde 2019
Enfermeira que desapareceu após dívidas do “jogo do tigrinho” volta para casa

Enfermeira que desapareceu após dívidas do “jogo do tigrinho” volta para casa

Mulher estava desaparecida há oito dias; ela saiu de Piracicaba, no interior de SP, e foi para o Mato Grosso do Sul
Suspeito de matar PM durante discussão em adega é preso

Suspeito de matar PM durante discussão em adega é preso

Policial foi morto com tiros da própria arma durante briga na zona leste de SP; dono do local também foi detido
Publicidade
Publicidade