Publicidade

Homem é preso por instalar câmeras escondidas dentro do vestiário feminino da FGV, em São Paulo

Criminoso foi detido em flagrante depois que a polícia apreendeu material de pedofilia na casa dele

Homem é preso por instalar câmeras escondidas dentro do vestiário feminino da FGV, em São Paulo
Publicidade

Um homem foi preso em São Paulo por instalar câmeras escondidas dentro do vestiário feminino da Fundação Getúlio Vargas (FGV), uma das faculdades mais importantes do país.

Segundo as investigações, o caso foi denunciado à direção da escola de administração de empresas da FGV em dezembro do ano passado.

As câmeras foram instaladas por Paulo Tadeu de Oliveira, de 55 anos, funcionário terceirizado que fazia limpeza na faculdade. Ele foi preso em flagrante depois que a polícia apreendeu material de pedofilia na casa dele.

+ Saiba como identificar câmeras escondidas

+ Casal encontra câmera escondida em tomada de quarto de resort

Paulo gravou vídeos e fotografou funcionárias da FGV, que fica na região central da capital paulista. Até o momento em que a câmera é instalada foi registrado.

"Essas câmeras captavam a rotina de um vestiário feminino, mulheres com a parte de baixo das vestimentas ou até nuas trocando de roupas", afirma o delegado Percival de Moura Alcântara Junior

As câmeras escondidas foram descobertas por uma funcionária. "A funcionária descobriu porque foi colocar um equipamento na tomada, verificou que não estava entrando a tomada e percebeu que tinha uma microcâmera instalada", afirma o delegado.

Segundo a polícia, a denúncia foi levada à direção da faculdade em dezembro do ano passado, mas nada foi feito, inclusive uma das câmeras usadas no crime ficou retida na universidade. Ainda de acordo com as investigações, a empresa responsável pelo funcionário decidiu não punir Paulo Tadeu de Oliveira, apenas o transferiu para outro local.

Cinco vítimas já foram ouvidas. Uma delas era frequentemente perseguida pelo faxineiro, que chegou a colocar um rastreador na bolsa da mulher.

Paulo Tadeu de Oliveira deve passar por audiência de custódia nesta quarta-feira (7).

A FGV informou que não teve conhecimento de funcionários ou alunos envolvidos na prática dos atos. A fundação recomendou à empresa prestadora de serviços que as suas funcionárias, que se sentissem vítimas, registrassem boletins de ocorrência.

A reportagem tentou contato com a empresa Colorado Serviços LTDA, responsável pelo funcionário envolvido mas, até o momento, não tivemos resposta.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Polícia

Últimas notícias

Estudantes e professores protestam contra cortes na educação na Argentina

Estudantes e professores protestam contra cortes na educação na Argentina

Mobilização recebeu apoio de setores da oposição em todo o país
Após morte de Joca, Gol suspende transporte de cães e gatos por 30 dias

Após morte de Joca, Gol suspende transporte de cães e gatos por 30 dias

Segundo a empresa, a suspensão é "para se dedicar totalmente a concluir o processo de investigação" do caso
Perfis de bolsonaristas no X bloqueados pelo STF usaram canal de bate-papo para fazer lives "clandestinas"

Perfis de bolsonaristas no X bloqueados pelo STF usaram canal de bate-papo para fazer lives "clandestinas"

PF identificou que acusados de integrar milícia digital fizeram, dos EUA, transmissões ao vivo, por canais inativados judicialmente
Polícia desarticula quadrilhas especializadas em roubos a condomínios

Polícia desarticula quadrilhas especializadas em roubos a condomínios

Investigações pegaram criminosos que atuavam em 5 estados, se passavam por moradores e ostentavam nas redes sociais
Polícia prende integrantes de quadrilha envolvida na morte de empresário, em SP

Polícia prende integrantes de quadrilha envolvida na morte de empresário, em SP

Caso aconteceu em setembro do ano passado; criminosos usavam aplicativos de namoro para atrair as vítimas
Empresária condenada por matar o marido com um tiro na nuca se entrega à polícia em SP

Empresária condenada por matar o marido com um tiro na nuca se entrega à polícia em SP

Crime aconteceu em janeiro de 2013, na Zona Leste de São Paulo; Andressa Ramos de Araújo foi condenada a 13 anos e seis meses de prisão
Câmara aprova continuidade de benefício para o setor de eventos com impacto de R$ 15 bilhões

Câmara aprova continuidade de benefício para o setor de eventos com impacto de R$ 15 bilhões

Andamento do programa emergencial contrariou pedido do governo e valerá para 30 atividades econômicas. Texto segue para o Senado
Datena, educação e polarização na Segurança Pública: confira íntegra da entrevista de Tabata Amaral

Datena, educação e polarização na Segurança Pública: confira íntegra da entrevista de Tabata Amaral

Pré-candidata à Prefeitura de São Paulo pelo PSB falou sobre propostas para a maior cidade do Brasil ao SBT News
Candidatos reclamam de falhas técnicas e problemas na lista de espera do Fies

Candidatos reclamam de falhas técnicas e problemas na lista de espera do Fies

Mesmo com os problemas relatados, Ministério da Educação afirma que não deve fazer alterações no cronograma
Alckmin responde cobrança de Lula com meme de desenho animado: “Pé na tábua”

Alckmin responde cobrança de Lula com meme de desenho animado: “Pé na tábua”

Presidente havia cobrado vice-presidente e ministros agilidade e para melhorarem articulações com o Congresso Nacional
Publicidade
Publicidade