Publicidade

Minha Casa, Minha Vida anuncia seleção de 112 mil unidades habitacionais para famílias de baixa renda

Foco do anúncio será atender comunidades tradicionais, grupos vulneráveis e famílias organizadas em movimentos de luta por moradia

Minha Casa, Minha Vida anuncia seleção de 112 mil unidades habitacionais para famílias de baixa renda
Publicidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ministro das Cidades, Jader Filho, anunciam mais de 112 mil moradias selecionadas pelo programa Minha Casa, Minha Vida, em evento nesta quarta-feira (10), no Palácio do Planalto. A informação foi adiantada pelo SBT News.

+ Minha Casa, Minha Vida terá 110 mil novas residências com foco em áreas rurais e imóveis da União

Com investimentos de R$ 11,6 bilhões, o programa vai atender mais de 440 mil pessoas, principalmente em áreas rurais, mas também vai contemplar moradores de áreas urbanas.

O foco nas duas modalidades será atender comunidades tradicionais como quilombolas e povos indígenas, famílias organizadas em movimentos de luta por moradia, com prioridade para grupos mais vulneráveis, como mulheres chefes de família, famílias de áreas de risco, entre outros.

No MCMV Entidades, foram selecionadas 443 propostas de 206 Entidades Organizadoras habilitadas ligadas aos movimentos de luta por moradia. Entre as propostas contempladas na modalidade, estão propostas de utilização de imóveis da União, disponibilizados pelo Ministério da Gestão e Inovação, através do Imóvel da Gente. O programa consiste em dar outras finalidades para imóveis de posse da Administração Pública Federal que não estejam sendo plenamente utilizados.

+ Uso do FGTS futuro para a compra da casa própria é aprovado por conselho

Já no MCMV Rural, foram 2.105 aprovações, de 1.137 Entidades Organizadoras, que incluem, além dos movimentos de luta por moradia, organizações de agricultores e trabalhadores rurais e entes públicos locais.

O total de unidades habitacionais selecionadas supera em mais de 140% a meta inicialmente proposta. A ampliação considerou o grande volume de pedidos submetidos, a meta de contratar 2 milhões de novas moradias até 2026 e a demanda represada com a interrupção do programa nos últimos anos.

O prazo de contratação das propostas selecionadas é de 180 dias, a partir da publicação oficial da portaria. O prazo pode ser prorrogado pelo Ministério das Cidades se houver necessidade.

MCMV Rural

Mais de 75 mil moradias foram selecionadas, o que corresponde a um aumento de 150% em relação à meta estabelecida pela Portaria MCID nº 743/2023. O potencial é de beneficiar mais de 300 mil pessoas em 1.274 municípios. O valor de investimento previsto é de até R$ 5,6 bilhões para produção e melhorias de unidades habitacionais.

+ Comissão do Senado aprova transferência à viúva de imóvel do Minha Casa, Minha Vida

A seleção será dedicada à subvenção econômica aos beneficiários/proponentes da Faixa Rural 1 (renda anual até R$ 31.680). Ficam isentas da contribuição de 1% do valor do custo da produção ou da melhoria da unidade habitacional as famílias que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), o Bolsa Família ou que estejam sujeitas a situação de emergência ou calamidade. Nesses casos, o subsídio é integral do Orçamento Geral da União.

Desde 2009, o MCMV Rural contratou mais de 212 mil moradias e entregou mais de 188 mil em todo Brasil. De 2023 para cá, foram entregues mais de 2,9 mil moradias e autorizadas as retomadas de mais de 1,4 mil habitações com aporte suplementar de recursos.

MCMV Entidades

A seleção do MCMV-Entidades, iniciada em julho de 2023, chega ao fim com 443 propostas aprovadas, de 206 Entidades Organizadoras, que contemplam mais de 37 mil moradias, distribuídas entre 269 municípios em 22 estados brasileiros.

Ao todo, mais de 148 mil pessoas podem ser beneficiadas com um investimento de R$ 6 bilhões. O MCMV Entidades tem por finalidade a concessão de financiamento subsidiado a famílias organizadas por meio de entidades privadas sem fins lucrativos para produzir unidades habitacionais urbanas, com recursos do Fundo de Desenvolvimento Social (FDS).

O público-alvo são famílias com renda mensal de até R$ 2.640, organizadas sob a forma associativa. A subvenção econômica concedida com recursos do FDS às famílias beneficiárias fica entre R$ 130 mil a R$ 164 mil para provisão subsidiada de unidades habitacionais novas em áreas urbanas, a depender da tipologia da construção (apartamento ou casa) e da região.

Desde 2009, o MCMV Entidades contratou mais de 73,2 mil moradias e entregou mais de 34,7 mil. De 2023 para cá, foram entregues mais de 4,2 mil unidades habitacionais e autorizada a retomada de mais de 3,9 mil moradias.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

Política
Minha Casa, Minha Vida
Governo Lula
Governo

Últimas notícias

Governo prevê contenção de R$ 15 bilhões para manter meta fiscal zero em 2024

Governo prevê contenção de R$ 15 bilhões para manter meta fiscal zero em 2024

Equipe econômica decidiu reduzir gastos para chegar a um acordo sobre a desoneração com o Congresso
Tebet garante que eventual corte de gastos no PAC não vai afetar obras já iniciadas

Tebet garante que eventual corte de gastos no PAC não vai afetar obras já iniciadas

Ministra afirmou ainda que bloqueios não serão feitos em projetos nas áreas de saúde e educação
Donald Trump discursa esta noite durante Convenção Nacional Republicana

Donald Trump discursa esta noite durante Convenção Nacional Republicana

Cerimônia marca o fim do evento, que nos últimos quatro dias mobilizou as bases da coalizão conservadora em torno de Trump
Haddad pede parcimônia e governo mantém projeção do PIB em 2,5% para 2024

Haddad pede parcimônia e governo mantém projeção do PIB em 2,5% para 2024

Ministro da Fazenda havia comentado na terça-feira que governo poderia para cima meta de crescimento econômico
Justiça condena traficante que recebeu mais de 29 carregadores de fuzis poloneses em casa no Rio

Justiça condena traficante que recebeu mais de 29 carregadores de fuzis poloneses em casa no Rio

Diego Basílio Ribeiro vai responder por tráfico internacional de arma de fogo; ele disse que recebeu encomenda para não incomodar vizinho
Dia de Rita Lee: Câmara de São Paulo aprova data em homenagem à cantora

Dia de Rita Lee: Câmara de São Paulo aprova data em homenagem à cantora

Lei agora vai para a sanção do prefeito Ricardo Nunes; saiba qual dia foi escolhido e por quê
Brasil bate recorde na geração de energia, com alta de 18,7%

Brasil bate recorde na geração de energia, com alta de 18,7%

Dados foram divulgados pela Aneel nesta quinta-feira (18)
Homicídios de pessoas LGBTQIA+ cresceram quase 42% em 2023

Homicídios de pessoas LGBTQIA+ cresceram quase 42% em 2023

Casos de estupros também aumentaram mais de 40%; somente em 2023 foram 354 vítimas
Boulos pretende criar "Mais Médicos das especialidades" e defende dobrar efetivo da Guarda Municipal

Boulos pretende criar "Mais Médicos das especialidades" e defende dobrar efetivo da Guarda Municipal

Pré-candidato à prefeitura de São Paulo trouxe planos de campanha pela primeira vez após criação da coligação "Amor Por São Paulo"
Bolsonaro diz que Ramagem "paga preço alto pela ousadia" de querer governar o Rio

Bolsonaro diz que Ramagem "paga preço alto pela ousadia" de querer governar o Rio

Ex-presidente e pré-candidato à prefeitura participaram de ato pré-campanha nesta quinta (18)
Publicidade
Publicidade