Publicidade

Justiça britânica dá decisão favorável a vítimas de Mariana

Corte de apelação decidiu que caso poderá ser julgado no Reino Unido. BHP e Vale tentavam manter apenas na justiça brasileira

Justiça britânica dá decisão favorável a vítimas de Mariana
Tragédia matou 19 pessoas, em 2015
Publicidade

A reparação pelos danos causados pela tragédia de Mariana será decidida em tribunais britânicos, confirmou a Corte de Apelação do Reino Unido, em decisão publicada nesta sexta-feira. Há mais de 3 anos, um grupo de advogados brasileiros e ingleses luta nos tribunais europeus para responsabilizar a BHP Billiton, que tem sede em Melbourne, na Austrália e em Londres.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

A mineradora anglo-australiana é, ao lado da Vale, a empresa responsável pela manutenção da barragem do Fundão, em Mariana, que se rompeu em 2015. Mais de 700 quilômetros do rio Doce foram contaminados com os 40 milhões de metros cúbicos de rejeito de minério liberados da barragem. Na ocasião, 19 pessoas morreram. A maioria morava no distrito de Bento Rodrigues, que foi completamente destruído.

Com a decisão, os advogados que representam os brasileiros esperam tratar agora do mérito do processo, ou seja, como as empresas vão ressarcir as pessoas e cidades atingidas. O escritório jurídico PGMBM, com sede na Inglaterra, representa 190 mil pessoas, 530 empresas, 150 indígenas, além de 25 prefeituras e 6 instituições religiosas.

O advogado brasileiro Tomas Mousinho, um dos sócios do escritório, diz que a decisão de hoje reforça o conceito de globalização da justiça e a necessidade de responsabilização de multinacionais. "O mundo é um só. Os eventos danosos podem acontecer em qualquer lugar. E os lucros ficam sempre concentrados em alguns lugares do globo. Então faz todo sentido buscar responsabilização de quem lucra com danos potenciais".

A BHP ainda pode apelar para a Suprema Corte do Reino Unido, mas Mousinho considera esta uma possibilidade remota. "É dificílimo porque não é um recurso automático. Precisa de permissão pra apelar". Um dos principais argumentos usados pelo grupo de advogados que representa as vítimas da tragédia de Mariana é apontar a morosidade da justiça brasileira e a pressão que a Vale e a BHP fazem sobre as vítimas pra que assinem acordos de reparação e encerrem o caso na esfera judicial.

Por outro lado, a estratégia da BHP é alegar que já há outros processos em curso no Brasil e que um outro, em outro país, causaria um conflito jurídico internacional. A mineradora também tenta escapar de um dos maiores pedidos de indenização da história do Reino Unido, que supera o equivalente a 30 bilhões de Reais.

Em nota, a BHP destacou que a decisão reverte a decisão anterior da justiça inglesa e que revisará a sentença.

"Revisaremos a decisão e consideraremos nossos próximos passos, o que inclui a possibilidade de requerer permissão para recorrer à Suprema Corte do Reino Unido.  A BHP continuará a defender a ação no Reino Unido, a qual acreditamos ser desnecessária por duplicar questões que já são cobertas pelos trabalhos da Fundação Renova em andamento sob a supervisão do Judiciário brasileiro e por processos judiciais em curso no Brasil".
 
A empresa completou afirmando que "sempre esteve e segue absolutamente comprometida com as ações de reparação e compensação relacionadas ao rompimento da barragem de Fundão da Samarco".

"Até hoje, R$ 21,8 bilhões foram desembolsados nos programas de remediação e compensação executados pela Fundação Renova. Até o final deste ano, cerca de R$ 30 bilhões terão sido despendidos em programas de reparação e compensação para os atingidos. Atualmente, mais de R$ 9,8 bilhões foram pagos em indenizações e auxílios financeiros emergenciais para cerca de 376 mil pessoas", afirma em nota.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
vale
justiça
mineradora
tragédia

Últimas notícias

Programa The Noite fará homenagem ao cantor Nahim nesta quinta-feira (13)

Programa The Noite fará homenagem ao cantor Nahim nesta quinta-feira (13)

Artista de 71 anos morreu após supostamente ter caído da escada e batido a cabeça; ele esteve nos estúdios do SBT no início de junho
"Nós temos um presidente que está sem vontade de governar o país”, diz Ciro Nogueira

"Nós temos um presidente que está sem vontade de governar o país”, diz Ciro Nogueira

Senador analisou viagem do petista para conferência da OIT em Genebra (Suíça) em meio a crise política da última semana
Ciro Nogueira critica Lula pelo que classifica como “alienação”

Ciro Nogueira critica Lula pelo que classifica como “alienação”

Para senador e ex-ministro da Casa Civil de Bolsonaro, o presidente, por não ser uma pessoa conectada, é "completamente blindada de tudo"
"Dessa vez vou até o fim”, diz Datena sobre pré-candidatura à Prefeitura de SP

"Dessa vez vou até o fim”, diz Datena sobre pré-candidatura à Prefeitura de SP

Apresentador, lançado como pré-candidato a prefeito da capital paulista pelo PSDB nesta quinta-feira (13), já desistiu de quatro campanhas
Lula critica riqueza de bilionários e programas espaciais privados: 'não precisamos ir para Marte'

Lula critica riqueza de bilionários e programas espaciais privados: 'não precisamos ir para Marte'

Na Suíça, presidente diz ainda que "mão invisível" do mercado agrava desigualdades sociais no mundo
Faixa de Gaza: mais de oito mil crianças estão em situação de desnutrição aguda

Faixa de Gaza: mais de oito mil crianças estão em situação de desnutrição aguda

Das 32 mortes pela doença no território, 28 eram crianças menores de cinco anos
Senadores sugerem medidas para compensar desoneração da folha e Jaques Wagner vai levar à Fazenda

Senadores sugerem medidas para compensar desoneração da folha e Jaques Wagner vai levar à Fazenda

Congresso e governo tentam encontrar solução para compensar medida, após devolução de parte da "MP do Fim do Mundo"
"Estou anestesiada. Nos vimos ontem", lamenta ex-esposa do cantor Nahim

"Estou anestesiada. Nos vimos ontem", lamenta ex-esposa do cantor Nahim

Sucesso nos anos 80, artista foi encontrado morto em sua casa na manhã desta quinta-feira (13)
Ciro Nogueira atribui derrota de Bolsonaro nas eleições de 2022 também a aliados

Ciro Nogueira atribui derrota de Bolsonaro nas eleições de 2022 também a aliados

Sem citar Roberto Jefferson e Carla Zambelli, ex-ministro da Casa Civil diz que casos midiáticos a uma semana do pleito prejudicaram ex-presidente
Albinismo nem sempre afeta a cor da pele; entenda o que é condição rara

Albinismo nem sempre afeta a cor da pele; entenda o que é condição rara

Exposição ao sol pode causar queimaduras no corpo e, em alguns casos, apenas a região dos olhos é atingida
Publicidade
Publicidade