Publicidade

Violência na República Democrática do Congo resulta em 11 mil refugiados

Fugas foram provocadas por conflitos internos entre o exército do país e movimentos rebeldes

Violência na República Democrática do Congo resulta em 11 mil refugiados
Segundo a ONU, número trata-se do maior fluxo de migrantes registrado em um só dia no país | Jiro Ose/Acnur
Publicidade

Ao menos 11 mil pessoas saíram da República Democrática do Congo, no último domingo (7.nov), em decorrência da violência e ataques militares registrados no país. Os refugiados permanecem instalados em Uganda e, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), trata-se do maior fluxo de migrantes em um só dia na região há mais de um ano.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Em conferência de imprensa em Genebra, na Suíça, a porta-voz do Alto-Comissariado da ONU para Refugiados (Acnur), Shabia Mantoo, informou que homens armados não identificados ocuparam quatro regiões controladas pelo exército congolês na zona de Banagana, junto à fronteira com Uganda. O incidente provocou alvoroço entre os moradores da região, que decidiram deixar o local antes dos confrontos.

+ Novos casos de ebola são detectados na República Democrática do Congo

Na noite de ontem (8.nov), os militares do país anunciaram ter recuperado todas as suas posições e responsabilizaram o ataque aos antigos rebeldes do Movimento 23 de Março (M23), formado por soldados que haviam desertado o exército congolês em protesto contra o governo. Os líderes do grupo, no entanto, negaram a autoria da ação.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
mundo
violencia
republica democratica do congo
11 mil refugiados
1 dia
combates
exercito
m3

Últimas notícias

Brasil registrou, em média, seis crianças desaparecidas por dia em 2022, diz Ministério da Justiça

Brasil registrou, em média, seis crianças desaparecidas por dia em 2022, diz Ministério da Justiça

Relatório tem objetivo de "compreender a fundo os padrões, causas e áreas de maior incidência dos desaparecimentos"
Galeria de fotos de ex-presidentes deve ser reinaugurada em breve no Palácio do Planalto

Galeria de fotos de ex-presidentes deve ser reinaugurada em breve no Palácio do Planalto

O espaço foi destruído em 8 de janeiro de 2023, quando golpistas invadiram sedes dos Três Poderes, em Brasília
Marido é sequestrado um dia depois do casamento

Marido é sequestrado um dia depois do casamento

Padrinho e testemunha do casamento também foram raptados; crime foi cometido enquanto mulher entregava buquê para pintura
Implosão do submersível Titan completa 1 ano: relembre a tragédia

Implosão do submersível Titan completa 1 ano: relembre a tragédia

Cinco pessoas morreram no acidente; investigações sobre a expedição continuam nos Estados Unidos
Justin Timberlake é preso em Nova York

Justin Timberlake é preso em Nova York

Cantor foi detido por estar dirigindo embriagado e está sob custódia da polícia local
Brasil registrou 127 homicídios por dia em 2022, diz Atlas da Violência

Brasil registrou 127 homicídios por dia em 2022, diz Atlas da Violência

Estudo também destaca mais de cinco mil mortes classificadas como "ocultas", quando a causa não foi esclarecida
Comerciante é vítima de fake news após assalto em joalheria

Comerciante é vítima de fake news após assalto em joalheria

Homem teve fotos e vídeos divulgados nas redes sociais como se fosse assaltante
Lula critica "taxa das blusinhas", mas sinaliza que não deve vetar medida: "Assumi compromisso"

Lula critica "taxa das blusinhas", mas sinaliza que não deve vetar medida: "Assumi compromisso"

Presidente admitiu acordo para cobrar 20% de PIS/Cofins em projeto do Mover; petista também falou sobre derrota no PL das "saidinhas"
Bill Gates aposta em startup para construir usina nuclear nos Estados Unidos

Bill Gates aposta em startup para construir usina nuclear nos Estados Unidos

Projeto visa construir unidade energética em uma antiga usina de carvão em Wyoming para atender a crescente demanda por eletricidade do país
Pauta de costumes "não tem nada a ver com realidade que estamos vivendo", comenta Lula sobre PL do aborto

Pauta de costumes "não tem nada a ver com realidade que estamos vivendo", comenta Lula sobre PL do aborto

Para presidente, debate é "cru" e assunto deveria ser razões que motivam necessidade do procedimento: "Estamos retrocedendo nesta pauta"
Publicidade
Publicidade