Publicidade

FALSO: Marcelo Madureira não é autor de texto com críticas a Lula

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova

FALSO: Marcelo Madureira não é autor de texto com críticas a Lula
Divulgação/Projeto Comprova
Publicidade

Falso: É falso vídeo que atribui texto com críticas ao ex-presidente e candidato à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), do humorista Marcelo Madureira, um dos integrantes do antigo programa de televisão Casseta & Planeta. O ator, inclusive, publicou tuíte desmentindo ter escrito o texto, que circula nas redes sociais pelo menos desde 2013.

Conteúdo investigadoVídeo publicado no TikTok mostra texto atribuído ao humorista Marcelo Madureira, integrante do antigo programa de televisão Casseta & Planeta, da Rede Globo, com críticas ao ex-presidente e candidato à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Intituladas "Volta, Lula!", diferentes versões desse conteúdo foram divulgadas nas redes sociais, pelo menos desde 2013. Desta vez, o conteúdo volta a viralizar no mesmo momento em que o ator declarou apoio ao candidato petista.

Onde foi publicado: TikTok.

Conclusão do Comprova: É falso que o ator e humorista Marcelo Madureira seja o autor do texto "Volta, Lula!", com uma série de críticas ao petista. No dia 9 de outubro, o artista publicou um tuíte negando a autoria do conteúdo. "Voltou a circular na internet um texto atribuído a mim, chamado "Volta, Lula!". Quero dizer que este texto NÃO é meu. Eu nunca publiquei ou compartilhei esse material", disse. Em 2016, o mesmo conteúdo foi atribuído a Madureira, como mostrou o Boatos.org, que desmentiu o boato na época. O texto apareceu também, em 2013, no Facebook, mas sem autoria atribuída.

Saiba mais:
>> Conheça o SBT News De Fato, o núcleo de verificação do SBT
>> Conteúdo suspeito? Envie para o InstagramFacebook, Twitter ou TikTok do SBT News
>> Acesse o SBT Comprova
>> Acesse as verificações e informações do SBT News De Fato
>> Leia as últimas notícias no portal SBT News

Falso, para o Comprova, é todo conteúdo inventado ou que tenha sofrido edições para mudar o seu significado original e divulgado de modo deliberado para espalhar uma falsidade.

Alcance da publicação: A publicação alvo da checagem tinha 708,6 mil visualizações e quase 32,8 mil curtidas, 1.752 comentários no Tik Tok até o dia 21 de outubro de 2022. A publicação também teve 45,8 mil compartilhamentos no WhatsApp.

O que diz o responsável pela publicação: Por meio do TikTok, o Comprova tentou contato com a responsável por publicar o vídeo na rede social. Porém, a plataforma permite que apenas contas que se seguem mutuamente possam enviar mensagens entre si, o que impossibilitou o contato com a autora do post. O perfil também foi encontrado no Instagram, mas não retornou às tentativas de contato.

O Comprova também entrou em contato com o perfil que publicou o texto no Facebook, em 2013, no que parece ser a primeira vez que o conteúdo foi publicado na rede social, mas não recebeu retorno.

Como verificamos: O Comprova procurou, primeiro, por declarações oficiais do próprio Madureira e encontrou a publicação em que ele desmente que seja o autor do conteúdo verificado e reclama do fato dessa desinformação circular há anos. Também procuramos por outras ocorrências do texto nas redes sociais para tentar identificar o autor verdadeiro, mas nenhuma das publicações traz essa informação.

O vídeo

Um texto intitulado "Volta, Lula!" circula nas redes sociais desde, pelo menos, 2013. Nos anos seguintes, passou a ter sua autoria atribuída a Marcelo Madureira. O conteúdo traz uma série de críticas aos governos do ex-presidente Lula, com alegações sobre mensalão, transposição do Rio São Francisco, SUS, Petrobras e outros temas que costumam estar presentes nos discursos de adversários do petista.

Na publicação analisada, o texto é divulgado em um vídeo, no TikTok, mas, antes, circulou em redes sociais como Twitter e Facebook. Nem sempre ele está escrito da mesma forma e foi passando por mudanças ao longo dos anos, com a inclusão de temas que foram sendo inseridos no discurso antipetista.

Em 2016, por exemplo, o Boatos.org verificou um texto que, diferentemente do que foi analisado aqui, trazia uma referência ao ex-juiz Sergio Moro (União Brasil), agora eleito senador pelo Paraná.

Marcelo Madureira nega

Embora tenha circulado em todos os anos desde 2013, o conteúdo voltou a viralizar neste mês no mesmo momento em que Madureira declarou apoio a Lula. O ator já havia desmentido que teria escrito o texto, mas precisou voltar a se pronunciar para negar.

Ao desmentir seu vínculo com o texto, Madureira acrescentou que já fez críticas ao PT, mas que, hoje, apoia a eleição de Lula. "Embora já fiz críticas ao PT, hoje faz-se necessário unir forças para que o governo Bolsonaro não permaneça em 2023. Justamente por isso e por defender a democracia, votarei no Lula neste segundo turno", escreveu.

No dia 10 de outubro, Madureira esteve em São Paulo para declarar apoio ao ex-presidente nas eleições de 2022.

Lula chegou a publicar uma foto com o ator, acompanhada da legenda: "Frente ampla pela democracia e contra Bolsonaro com Marcelo Madureira". O apoio surpreendeu seguidores do ator nas redes sociais, devido ao seu voto em Jair Bolsonaro (PL) na eleição de 2018.

Em 2019, no entanto, o humorista já havia se posicionado contra o atual presidente da República. Em protesto contra o projeto que endurecia punições para situações de abuso de autoridade, em Copacabana, no Rio de Janeiro, Madureira chegou a ser expulso de um carro de som pelas críticas a Bolsonaro. "Não tenho medo de vaias. Votei no Bolsonaro e vou criticar todas as vezes que for necessário", disse na época.

Conteúdo tem uma alegação enganosa

Além de críticas comuns a opositores do ex-presidente Lula, o texto checado pelo Comprova contém também uma alegação enganosa. A mensagem diz que Lula teria doado duas refinarias de petróleo para a Bolívia, o que é enganoso.

Como já mostraram agências de checagem (Estadão VerificaAos Fatos), a Petrobras recebeu duas parcelas de US$ 56 milhões para transferir o controle das instalações ao governo de Evo Morales. As refinarias foram compradas pelo Brasil em 1999, por US$ 102 milhões.

Por que investigamos: O Comprova investiga conteúdos suspeitos sobre a pandemia, políticas públicas do governo federal e as eleições presidenciais que viralizam nas redes sociais. Publicações falsas ou enganosas envolvendo candidatos à Presidência, como o vídeo aqui verificado, podem induzir a interpretações equivocadas da realidade e influenciar eleitores no momento da votação. Os cidadãos têm direito de basear suas escolhas em informações verdadeiras e confiáveis.

Outras checagens sobre o tema: O Boatos.org desmentiu pela segunda vez que o texto tenha sido escrito por Marcelo Madureira. A primeira verificação foi feita em 2016, quando o mesmo conteúdo viralizou.

O Projeto Comprova já mostrou ser montagem um tuíte atribuído a Jair Bolsonaro com menção de acabar com o feriado de Nossa Senhora Aparecida. Também mostrou ser falso que Lula tenha defendido o uso de mentiras na política. Além disso, foi mostrado que há conteúdos enganosos circulando sobre empréstimos do BNDES nas gestões do ex-presidente.

Investigação e verificação

Alma Preta, O Popular, Imirante.Com e Estado de Minas participaram desta investigação e a sua verificação, pelo processo de crosscheck, foi realizada pelos veículos A Gazeta, CBN, Estadão, Correio, O Dia, CNN, Folha, SBT e SBT News.

Projeto Comprova

Esta reportagem foi elaborada por jornalistas do Projeto Comprova, grupo formado por 42 veículos de imprensa brasileiros, para combater a desinformação. Iniciado em 2018, o Comprova monitorou e desmentiu boatos e rumores relacionados à eleição presidencial. Agora, na quinta fase, o Comprova segue verificando conteúdos suspeitos sobre políticas públicas do governo federal e eleições, além de continuar investigando boatos sobre a pandemia de covid-19. O SBT e SBT News fazem parte dessa aliança.

Desconfiou da informação recebida? Envie sua denúncia, dúvida ou boato pelo WhatsApp 11 97045 4984.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
projeto-comprova
defato
de-fato
falso
marcelo
madureira
autor
texto
critica
lula
eleicoes
politica

Últimas notícias

Apagão cibernético não afetou sistemas do Congresso

Apagão cibernético não afetou sistemas do Congresso

Câmara e Senado disseram que não registraram qualquer problema; recesso parlamentar teve início na quinta-feira
PSDB antecipa convenção partidária para anunciar candidatura de Datena em SP

PSDB antecipa convenção partidária para anunciar candidatura de Datena em SP

Apresentador já desistiu quatro vezes de concorrer a cargos políticos; evento ocorre no mesmo dia do lançamento da candidatura de Tabata Amaral
Assalto com granada deixa dois feridos em Copacabana, no Rio

Assalto com granada deixa dois feridos em Copacabana, no Rio

Bandido que estava com o explosivo conseguiu fugir; vítima foi encaminhada para o Hospital Municipal Miguel Couto
Atleta australiano amputa parte do dedo para participar das Olimpíadas de Paris

Atleta australiano amputa parte do dedo para participar das Olimpíadas de Paris

O jogador de hóquei Matt Dawson quebrou o dedo semanas antes do início dos Jogos Olímpicos
SP: Feira busca tutores para cães resgatados no Rio Grande do Sul

SP: Feira busca tutores para cães resgatados no Rio Grande do Sul

Pets foram castrados e receberam tratamento após as enchentes
Eleições municipais 2024: partidos poderão realizar convenções a partir de sábado

Eleições municipais 2024: partidos poderão realizar convenções a partir de sábado

Reuniões são necessárias para que legendas e federações possam lançar políticos na disputa e seguem calendário oficial da Justiça Eleitoral
Filha de deputado é encontrada morta no Mato Grosso

Filha de deputado é encontrada morta no Mato Grosso

Polícia Civil ainda apura as circunstâncias da morte da jovem de 26 anos na zona rural da cidade de Nova Mutum
Apagão cibernético afeta coleta de exames em hospital de SP

Apagão cibernético afeta coleta de exames em hospital de SP

Hospital Sírio-Libanês diz que parceiro que faz o serviço enfrentou instabilidade no sistema e coleta foi interrompida; outras unidades funcionam normalmente
"Aproveitar minha família", diz homem que sobreviveu após ter crânio perfurado por estaca de madeira

"Aproveitar minha família", diz homem que sobreviveu após ter crânio perfurado por estaca de madeira

Vitor Soares disse que o acidente aconteceu "muito rápido" e "não teve como reagir"
Presença israelense nos territórios palestinos é ilegal, diz Corte Internacional de Justiça

Presença israelense nos territórios palestinos é ilegal, diz Corte Internacional de Justiça

Órgão máximo da ONU deu parecer consultivo sobre a legalidade da ocupação israelense de 57 anos de Jerusalém Oriental e Cisjordânia ocupada
Publicidade
Publicidade