Publicidade

Conheça a trajetória dos candidatos à Presidência da República

Confira a trajetória dos políticos que disputam o principal cargo público do Executivo do Brasil

Conheça a trajetória dos candidatos à Presidência da República
candidatos a presidencia
Publicidade

SBT Eleições 2022Conheça os candidatos à Presidência da República
O SBT News fez o levantamento da biografia dos candidatos à Presidência da República das eleições deste ano. Segundo o site Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), para o pleito deste ano são 11 candidatos que tiveram suas candidaturas liberadas pela principal autoridade eleitoral do país. 

Confira abaixo a história e trajetória política de cada um até chegar na disputa do principal cargo público do Poder Executivo do Brasil.
 



Lula - PT
Nascido em Caetés, distrito de Garanhuns (PE), Luiz Inácio Lula da Silva tem 76 anos e foi para São Paulo com a família ainda criança. Na década de 1960 tornou-se metalúrgico. Convencido por um irmão que era militante do Partido Comunista Brasileiro (PCB), entrou no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e em 1975 torna-se presidente do sindicato. Entre 1978 e 1980, comandou greves gerais e ganhou projeção nacional. Em abril de 1980, ficou preso por 31 dias. Nesta época, ajudou a fundar o Partido dos Trabalhadores (PT) e articulou a criação da Central Única dos Trabalhadores (CUT). Em 1983, foi o deputado federal mais votado do país e, no Congresso Nacional, atuou na formulação da Constituinte, que elaborou a Constituição Federal de 1988. O petista disputou as eleições presidenciais por três vezes seguidas -- 1989, 1994 e 1998 -- e consegue se eleger em 2002 e foi reeleito em 2006. Em 2010 elegeu uma sucessora, Dilma Rousseff. Lula foi preso em 2018 por 580 dias para execução provisória da pena no processo do tríplex do Guarujá e foi impedido de disputar as eleições daquele ano com base na Lei da Ficha Limpa. Em 2019, o STF decidiu que a pena só pode ser cumprida após o chamado trânsito em julgado, ou seja, quando não cabe mais recurso dos processos - alterando entendimento de que réus poderiam ser presos após condenação em segunda instância. Em 2021, o STF anulou as condenações de Lula e os processos da Lava Jato contra ele prescreveram ou foram arquivados. Agora 2022 tenta ser presidente pela terceira vez pelo PT. 



Jair Bolsonaro - PL

Jair Messias Bolsonaro tem 67 anos, e é paulista da cidade de Campinas. No final da década de 1970 concluiu o curso de formação de oficiais na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende, no Estado do Rio de Janeiro. Em 1986, quando servia como capitão no 8º Grupo de Artilharia de Campanha, ganhou projeção nacional ao escrever, na seção 'Ponto de Vista' da revista Veja, o artigo intitulado "O salário está baixo", que provocou sua prisão, por infringir o regulamento disciplinar do Exército. Também foi vereador no Rio de Janeiro pelo PDC, em 1988. Teve três filhos, destes, dois seguiram carreira política: Flávio Bolsonaro tornou-se deputado estadual no Rio de Janeiro em 2003, e Carlos Bolsonaro, o de vereador da capital fluminense, em 2001. Depois, casou com Ana Cristina Vale, com quem teve um filho. Foi deputado federal sete vezes seguidas, foi eleito presidente na em 2018 pelo Partido Social Liberal (PSL). Bolsonaro também passou pelo PPB, PTB, PFL, PP, PSL e, por último o PSL. Agora tenta a reeleição pelo Partido Liberal (PL).



Ciro Gomes - PDT

Ciro Ferreira Gomes tem 64 anos e nasceu em Pindamonhangaba (SP). Começou a vida política em 1982, como deputado estadual pelo PDS do Ceará, estado onde estabeleceu sua carreira política. Dois anos depois foi para o PMDB e nas eleições de 1986 se reelegeu. Em 1988 foi eleito prefeito de Fortaleza e em 1990, se filiou ao recém-criado PSDB. Na mesma época, foi o único governador da legenda que se elegeu. Em 1994, foi ministro da Fazenda no governo de Itamar Franco. Foi candidato à presidência em 1998 pelo PPS e tentou novamente em 2002 pela coligação Frente Trabalhista (PPS, PDT e PTB). Entre 2003 e 2006 ocupou o cargo de ministro da Integração Nacional no governo Lula. Deixou o PPS, entrou no PSB, e se elegeu deputado federal. Em 2013 tornou-se secretário de saúde do Ceará. Saiu do PSB e foi para o PROS, permanecendo até 2015, e depois filiou-se ao PDT. Candidatou-se à presidência pela terceira vez em 2018 e tenta pela quarta oportunidade, pelo PDT o principal cargo público do país.



Simone Tebet - MDB

Simone Nassar Tebet nasceu em 22 de fevereiro de 1970, tem 52 anos e é natural da cidade de Três Lagoas (MS). Com descendência de origem árabe-libanesa, é a filha mais velha de Fairte Nassar Tebet e do ex-senador e ex-presidente do Congresso Nacional, Ramez Tebet, que faleceu em 2006. Advogada e professora universitária. Formou-se em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e tem especialização em Ciência do Direito pela Escola Superior de Magistratura. Foi consultora técnica jurídica e diretora técnica legislativa da Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul entre os anos de 1995 e 2001. Ela é a candidata à Presidência da República pelo MDB.



Soraya Thronicke - União Brasil

Soraya Vieira Thronicke, nasceu em Dourados (MS) em 1 de junho de 1973. Tem 49 anos e junto com sua família é proprietária de uma rede de moteis no estado de Mato Grosso do Sul. É graduada em direito pela Unaes Faculdade de Campo Grande em 2002 e tem MBA em Direito de Família e Sucessõs pela Faculdade de Direito Professor Damásio de Jesus. Ela atua na área no escritório Cabral Gomes e Thronicke Advogados Associados. Soraya foi aluna de Simone Tebet (MDB) em 1999, no curso de Direto Administrativo nas Faculdades Integradas de Campo Grande. Ela é a candidata à Presidência da República pelo União Brasil.



Felipe D'Avila - NOVO

O cientista político Felipe D'Avila, de 58 anos é natural de São Paulo, capital. É mestre em administração pública pela Universidade de Havard. Além disso, é fundador e publisher do VirtuNews e do Centro de Liderança Pública (CLP), que tem o objetivo de formar lideranças voltadas para transformação da administração pública. D'Avila já atuou como editorialista, publicou mais de 10 livros e foi comentarista político. Esta é a primeira vez que concorre a um cargo público. Será a segunda vez que o Novo participará de uma eleição presidencial. Em 2018, o ex-presidente da legenda João Amoêdo disputou o pleito e ficou em quinto lugar. Atualmente, o partido conta com o governo de Minas Gerais, a prefeitura de Joinville (SC), oito deputados federais, mais oito estaduais, e vinte e seis vereadores em seu quadro de mandatários. Ele é o candidato à Presidência da República pelo Novo.



Padre Kelmon - PTB

Kelmon Luis da Silva Souza nasceu em 21 de outubro de 1976, em Salvador, na Bahia, tem 46 anos e sempre esteve dedicado a questões da igreja. Líderou grupo de jovens e colaborou na Pastoral da Criança. Tem formação nos seminários da Igreja Católica Apostólica Romana e Igreja Católica Ortodoxa. Agora é candidato à Presidência da República pelo PTB, substituindo Roberto Jefferson que teve sua candidatura indeferida.


Eymael - DC

Tem 82 anos e é natural de Porto Alegre. José Maria Eymael é advogado tributarista, professor, empresário e político desde a década de 1980. Ele disputa pela 6ª vez a Presidência da República, pelo Democracia Cristã (DC). Eymael se elegeu deputado federal constituinte em São Paulo pelo Partido Democrata Cristão (PDC) em 1986, e se reelegeu na eleição seguinte para a Câmara dos Deputados. Além das seis tentativas para chegar ao Palácio do Planalto, disputou também, sem sucesso, quatro vezes as eleições para a prefeitura de São Paulo. Defende que todo setor da área do funcionalismo público precisa ter plano de carreira. Ele é o candidato à Presidência da República pelo DC.


Sofia Manzano - PCB

Sofia Manzano é graduada em ciências econômicas pela PUC-SP e Doutora em história econômica pela Universidade de São Paulo (USP), ela natural da capital paulista e professora universitária. Deu início à militância política pelo partido em 1989. A partir de 2013, passou a integrar o movimento sindical de professores e, em 2014, disputou a vice-presidência pelo PCB. Conforme seu programa político neste ano, todas as medidas que forem tomadas devem levar em consideração os interesses dos trabalhadores em primeiro lugar. Ela é a candidata à Presidência da República pelo PCB.


Léo Péricles - UP

Leonardo Péricles natural de Belo Horizonte, tem 40 anos, e é técnico de mecânica. Em 2011, passou a integrar o Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas (MLB), e liderou ocupações urbanas e protestos de junho de 2013 em Belo Horizonte. Em 2020, se candidatou a vice-prefeito da capital mineira. Entre seus planos, estão mudanças na educação, saúde, moradia e saneamento. Ele também defende a taxação de grandes fortunas.


Vera Lúcia - PSTU

Vera Lúcia em 54 anos e é natural de Inajá, cidade localizada no sertão de Pernambuco. Ainda criança, ela se mudou para Aracaju (SE). Antes de ingressar na política, a pernambucana trabalhou como garçonete e datilógrafa. Na sequência, passou a atuar em uma indústria de calçados, onde foi lançada no movimento sindical. Vera Lúcia é formada em ciências sociais pela Universidade Federal de Sergipe. Nos últimos anos, a candidata vem se dedicando à formação de ativistas do movimento sindical. Ela propõe estatizar as 100 maiores empresas do Brasil.

Saiba mais:


Acompanhe a cobertura completa das Eleições no SBT News:

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbt
sbtnews
portalnews
eleicoes
debate
candidatos
bio
presidencia
republica

Últimas notícias

Casa Branca reforça intenção de Biden em permanecer até o final do mandato como presidente dos EUA

Casa Branca reforça intenção de Biden em permanecer até o final do mandato como presidente dos EUA

Porta-voz do governo estadunidense mantém tom político contra as intenções e promessas de Donald Trump, apesar de Biden desistir da reeleição
Defesa Civil usa tratores aquáticos para retirar toneladas de peixes mortos do Rio Piracicaba

Defesa Civil usa tratores aquáticos para retirar toneladas de peixes mortos do Rio Piracicaba

Equipes estão com 10 embarcações de pequeno porte e mais dois hidrotratores para fazerem a limpeza de rio que passa por São Paulo
Debate, troca de nomes e saúde: o que levou Biden a desistir das eleições nos EUA

Debate, troca de nomes e saúde: o que levou Biden a desistir das eleições nos EUA

Desempenho em pesquisas e situações ‘confusas’ pressionaram para que presidente deixasse tentativa de reeleição; entenda
Kamala Harris se diz “honrada” com apoio de Biden “para derrotar Trump”

Kamala Harris se diz “honrada” com apoio de Biden “para derrotar Trump”

Atual vice-presidente dos Estados Unidos depende do sinal verde do partido Democrata para assumir candidatura principal
Bill Clinton anuncia apoio a Kamala Harris após desistência de Biden

Bill Clinton anuncia apoio a Kamala Harris após desistência de Biden

O ex-presidente dos Estados Unidos afirmou que o país já viveu muitos altos e baixos, "mas nada o preocupa mais do que a ameaça de mais um mandato de Trump"
Conheça cotados para substituir Biden na corrida eleitoral dos EUA

Conheça cotados para substituir Biden na corrida eleitoral dos EUA

Com desistência por reeleição, partido democrata escolherá novo representante. Kamala Harris e governadores estão entre cotados
Obama se pronuncia sobre desistência de Joe Biden e não menciona Kamala Harris

Obama se pronuncia sobre desistência de Joe Biden e não menciona Kamala Harris

Ex-presidente dos Estados Unidos elogiou Biden, mas advertiu que decisão deixa os democratas em "águas desconhecidas"
Após incentivar desistência de Joe Biden, ex-presidente da Câmara elogia decisão do atual presidente

Após incentivar desistência de Joe Biden, ex-presidente da Câmara elogia decisão do atual presidente

Para Nancy Pelosi, Biden é um patriota que “sempre colocou” os Estados Unidos em primeiro lugar
Boletim médico revela melhora de Biden em meio a desistência do presidente à reeleição

Boletim médico revela melhora de Biden em meio a desistência do presidente à reeleição

Líder democrata continua desempenhando todas as funções presidenciais, segundo comunicado divulgado neste domingo (21)
“É o interesse do meu partido e do país que eu me afaste”: leia a carta de desistência de Biden

“É o interesse do meu partido e do país que eu me afaste”: leia a carta de desistência de Biden

Presidente dos Estados Unidos abriu mão da disputa eleitoral e apoiou que a disputa fique com Kamala Harris, atual vice
Publicidade
Publicidade