Publicidade

Economia global pode entrar em recessão em 2023, diz Banco Mundial

Um dos motivos seria a sincronicidade com que os bancos centrais estão aumentando as taxas de juros

Economia global pode entrar em recessão em 2023, diz Banco Mundial
Economia global pode entrar em recessão em 2023, diz Banco Mundial
Publicidade

De acordo com o Banco Mundial, a economia global pode entrar em recessão em 2023. A entidade prevê ainda crises que podem causar danos duradouros às economias em desenvolvimento. Um dos motivos seria a sincronicidade inédita com que os bancos centrais dos países ao redor do globo estão aumentando as taxas de juros nas últimas cinco décadas. 

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

"Os aumentos nos juros podem deixar a taxa de inflação central global em cerca de 5% em 2023. É quase o dobro da média de cinco anos antes da pandemia", alerta o Banco Mundial. 

Os juros em alta são uma resposta à inflação. Os bancos centrais elevam a taxa de juros com o objetivo de controlar os preços, já que, com um juros alto, consequentemente, diminui-se o consumo das famílias. A alta da inflação em 2022 foi impulsionada pela pandemia e pela guerra entre Rússia e Ucrânia, especialmente nos setores de energia e alimentos.

Outro fator agravante para a economia mundial no próximo ano será o estresse no mercado financeiro. "O crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) global poderia desacelerar para 0,5% em 2023, ou seja: uma contração de 0,4% em termos per capita, que atenderia à definição técnica de uma recessão global", diz o estudo do Banco Mundial. 

De acordo com a publicação, a parcela de países que apertarão as políticas fiscais em 2023 deverá atingir o nível mais alto registrado desde o início da década de 1990. Como solução, a entidade monetária sugere que os formuladores de políticas públicas estabelçam planos fiscais viáveis no médio prazo e forneçam ajuda direcionada a famílias de baixa renda. 

Além disso, o Banco Mundial recomenda a criação de novos empregos, incremento na oferta global de produtos básicos, reduzição no consumo de energia e fortalecimento das redes de comércio global.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
economia
banco mundial
recessão
2023
inflação
comércio
juros
países
guerra
rússia
ucrânia
alimentos
energia

Últimas notícias

Prejuízos de empresas do Rio Grande do Sul devem somar R$ 10 bilhões

Prejuízos de empresas do Rio Grande do Sul devem somar R$ 10 bilhões

De acordo com uma estimativa do Sebrae, cerca de 700 mil micro e pequenas empresas foram afetadas pelas enchentes
Construção de estrada em Belém é questionada por impactos ambientais

Construção de estrada em Belém é questionada por impactos ambientais

Avenida Liberdade faz parte de projetos da cidade para sediar a COP30. Especialistas projetam riscos à fauna e à flora locais
Rio de Janeiro recebe um dos maiores porta-aviões do mundo

Rio de Janeiro recebe um dos maiores porta-aviões do mundo

Navio americano, com tamanho equivalente a três campos de futebol, chama a atenção na Baía de Guanabara
Moraes descarta adiamento das eleições municipais no Rio Grande do Sul

Moraes descarta adiamento das eleições municipais no Rio Grande do Sul

O presidente do TSE afirmou, na sessão plenária desta terça (21), que não houve qualquer dano estrutural que impeça o pleito na data prevista
Quase metade das empresas do setor calçadista foi afetada pelas enchentes no RS

Quase metade das empresas do setor calçadista foi afetada pelas enchentes no RS

Estado é o segundo maior fabricante de calçados do Brasil, perdendo apenas para o Ceará
Nível da Lagoa dos Patos aumenta e Rio Grande (RS) tem 7 zonas em alerta

Nível da Lagoa dos Patos aumenta e Rio Grande (RS) tem 7 zonas em alerta

Atualmente, mais de 600 pessoas estão desabrigadas no município
Tragédia do Rio Grande do Sul mobiliza recursos para saúde

Tragédia do Rio Grande do Sul mobiliza recursos para saúde

Mais de R$ 1,5 bilhão em recursos já foram destinados à área desde início das chuvas
Engenheiros alertaram sobre deficiências em casas de bombas de Porto Alegre em 2018 e 2023

Engenheiros alertaram sobre deficiências em casas de bombas de Porto Alegre em 2018 e 2023

Ano passado, após o Guaíba ultrapassar a cota de inundação de 3 metros, técnicos alertaram sobre a "necessidade urgente de resolução dos problemas nas estações"
Processos da Lava Jato contra Marcelo Odebrecht são anulados por Toffoli

Processos da Lava Jato contra Marcelo Odebrecht são anulados por Toffoli

Ministro do STF diz ter ocorrido "conluio processual" do ex-juiz Moro e de procuradores da República da força-tarefa da Lava Jato
Mourão critica políticos por “exploração” da calamidade após chuvas no RS

Mourão critica políticos por “exploração” da calamidade após chuvas no RS

Para senador, tanto aliados quanto nomes da esquerda têm feito “filminhos” para beneficiar projetos políticos
Publicidade
Publicidade