Publicidade

Custos da construção crescem 0,72% em janeiro, diz IBGE

Gasto por metro quadrado, que fechou 2021 em R$ 1.514, passou para R$ 1.525

Custos da construção crescem 0,72% em janeiro, diz IBGE
Custos da construção crescem 0,72% em janeiro, diz IBGE
Publicidade

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), divulgado nesta 4ª feira (9.fev) pelo IBGE, subiu 0,72% em janeiro. A variação percentual em relação a dezembro de 2021 foi de 38.46%. No acumulado dos últimos 12 meses, a taxa é de 17,17%, resultado abaixo dos 18,65% registrados nos doze meses imediatamente anteriores. 

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O custo nacional da construção por metro quadrado, que fechou 2021 em R$ 1.514,52, passou para R$ 1.525,48 em janeiro, sendo R$ 915,79 relativos aos materiais e R$ 609,69 à mão de obra.

"O início de 2022 foi marcado por uma menor pressão de aumento de preços", explica Augusto Oliveira, gerente do Sinapi. Segundo ele, janeiro é o terceiro mês consecutivo em que a parcela dos materiais exerce uma menor pressão na variação mensal. Em novembro, a parcela de materiais teve alta de 1,66%, em dezembro de 0,76% e, em janeiro, de 0,63%.

"Em relação à mão de obra, fora os acordos coletivos em Alagoas, Tocantins e Piauí, janeiro tem como característica o impacto do aumento do salário mínimo nacional nas categorias sem qualificação, que têm piso muito próximo a esse valor. Serventes e auxiliares têm um reajuste que não é relacionado aos dissídios captados, mas porque as empresas precisam se adequar ao novo piso nacional, que teve alta de 10,2%", analisa.

A parcela dos materiais de construção apresentou variação de 0,63%, queda de 0,13 pontos percentuais em relação a dezembro de 2021 (0,76%). Frente a janeiro de 2021 (2,96%), observa-se queda mais significativa, de 2,33 pontos percentuais. "A inflação dos materiais está desacelerando e estamos, inclusive, encontrando uma deflação em certos produtos como os pertencentes do segmento do aço", pontua Oliveira.

Já a parcela da mão de obra teve uma contribuição maior para o índice agregado, com taxa de 0,87%. Assim, os acumulados em 12 meses ficaram em 25,22% (materiais) e 6,87% (mão de obra).

Com alta na parcela dos materiais em todos os estados e ajustes observados nas categorias profissionais no Tocantins, a Região Norte ficou com a maior variação regional em janeiro: 1,24%. Entre os estados, Alagoas foi o que apresentou a maior variação mensal, com 4,30%.

As demais regiões apresentaram os seguintes resultados: 1,05% (Nordeste), 0,48% (Sudeste), 0,32% (Sul) e 0,79% (Centro-Oeste).

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
ibge
sinapi
economia
mão de obra
materiais de construção
índice
percentual
construção

Últimas notícias

Miss Buenos Aires de 60 anos fica sem coroa na etapa nacional

Miss Buenos Aires de 60 anos fica sem coroa na etapa nacional

Modelo viralizou nas redes sociais ao vencer o Miss Universo em abril; prêmio foi para a Magalí Benejam, da província de Córdoba
SBT lança "live da transparência" em tenda de doações

SBT lança "live da transparência" em tenda de doações

Iniciativa transmitirá a movimentação ao vivo na tenda de doações e conferência dos itens no galpão da Jequiti
Histórias Inspiradoras de Adoção: amor e acolhimento transformam vidas

Histórias Inspiradoras de Adoção: amor e acolhimento transformam vidas

No Dia Nacional da Adoção, conheça relatos emocionantes de crianças e adolescentes que encontraram lares repletos de carinho e dedicação
Cachorros resgatados das enchentes do RS são colocados para adoção em feira de Florianópolis

Cachorros resgatados das enchentes do RS são colocados para adoção em feira de Florianópolis

Feira contou com cerca de 40 animais que precisam de um novo lar
Sala Lilás: entenda a função desse espaço de atendimento a mulheres que são vítimas de violência

Sala Lilás: entenda a função desse espaço de atendimento a mulheres que são vítimas de violência

Desde final de abril, Unidades Básicas de Saúde são obrigadas a ter salas. Humanização do atendimento é apontada por especialistas e vítimas como fundamental
Fiéis lotam a Praça da Apoteose durante a Marcha para Jesus, no Rio de Janeiro

Fiéis lotam a Praça da Apoteose durante a Marcha para Jesus, no Rio de Janeiro

Estimativa é de que cerca de 40 mil pessoas participaram da 17ª edição do evento
Desastres naturais forçaram 26 milhões de deslocamentos internos em 2023, diz relatório

Desastres naturais forçaram 26 milhões de deslocamentos internos em 2023, diz relatório

Refúgio climático, que também acontece no Brasil, alerta para a necessidade de uma política nacional de amparo às vítimas de impactos ambientais
Cidades do Vale do Taquari seguem arrasadas pelas inundações no RS

Cidades do Vale do Taquari seguem arrasadas pelas inundações no RS

Moradores contabilizam o caos causado pelas enchentes; Exército vai refazer travessias levadas pelas cheias
Pescadores de Pelotas lamentam perdas pelas chuvas: “Imensidão horrível de água”

Pescadores de Pelotas lamentam perdas pelas chuvas: “Imensidão horrível de água”

Região do Rio Grande do Sul lida com dificuldades por aumento do nível das águas. Em outros locais, população enfrenta situação de frio
Israel ignora decisão da Corte Internacional de Justiça e bombardeia sul de Gaza

Israel ignora decisão da Corte Internacional de Justiça e bombardeia sul de Gaza

Órgão máximo da ONU para deliberar sobre disputas entre Estados havia determinado fim de ataques a Rafah
Publicidade
Publicidade