Publicidade

Deputado do PL assume presidência da Frente Parlamentar do Empreendedorismo

Joaquim Passarinho substituiu Marco Bertaiolli (PSD) no posto

Deputado do PL assume presidência da Frente Parlamentar do Empreendedorismo
Joaquim Passarinho fala ao microfone, em evento de posse (Reprodução/Twitter)
Publicidade

O deputado federal Joaquim Passarinho (PL-PA) assumiu, nesta semana, o cargo de presidente da Frente Parlamentar do Empreendedorismo (FPE). Ele substituiu Marco Bertaiolli (PSD-SP).

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

O integrante do PL tomou posse na noite da última 3ª feira (11.jul), durante evento, em Brasília, de troca dos integrantes da diretoria executiva da FPE. O deputado Zé Neto (PT-BA) assumiu o cargo de 1º vice-presidente, e a senadora Professora Dorinha (União-TO), de 2ª vice.

Já o senador Espiridião Amin (PP-SC) é agora o coordenador político no Senado, o deputado Sidney Leite (PSD-AM), coordenador político, e Vitor Lupi (PSDB-SP) e Danilo Forte (União-CE), secretários.

A FPE defini-se como "uma associação civil suprapartidária, sem fins lucrativos, de parlamentares do Congresso Nacional, que busca atingir o desenvolvimento econômico e social do Brasil por meio da melhoria do ambiente de negócios e de uma maior segurança jurídica para o empreendedor".

"Talvez dentre as três frentes mais prestigiadas dessa Brasília, está a Frente Parlamentar do Empreendedorismo e que completa dois anos agora. Então, meu muito obirgado a todo o trabalho, todo o empenho, toda a competêcia do Marco Bertaiolli, que nos trouxe até aqui. O que aumenta ainda mais a nossa responsabilidade, porque continuar um barco que está navegando bem não é fácil", disse Joaquim Passarinho em discurso no evento de 3ª feira.

Em comunicado, a FPE ressalta que, desde fevereiro, a associação "fez 20 reuniões-almoço com temas importantes para as votações no Congresso Nacional". "Entre a lista de convidados, a Frente recebeu o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, o ministro da Casa Civil, Rui Costa, o ministro do Trabalho, Luiz Marinho, o ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e a ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet".
Além dos encontros na sede, explica, "a FPE também se reuniu com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, e a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Rosa Weber".

Veja a seguir os perfis dos novos integrantes da diretoria, conforme divulgado pelo FPE:

Presidente Joaquim Passarinho (PL-PA)

Joaquim Passarinho é formado em arquitetura e começou cedo na vida política, elegendo-se vereador por Belém, capital do Pará, em 1988. Depois foi eleito deputado estadual por dois mandatos, de 2003 a 2010. Também foi secretário estadual de Obras Públicas do Pará, de 2002 a 2003 e de 2011 a 2014. Concorreu e foi eleito deputado federal em 2014, sendo reeleito até a atual legislatura. Em 2022, Passarinho recebeu mais de 120 mil votos.

1° Vice-presidente Zé Neto (PT-BA)

Zé Neto é formado em direito e começou a vida política na universidade. No ano 2000 foi eleito vereador com mais votos no município. Em 2002, foi eleito deputado estadual, sendo reeleito em 2006, em 2010 e em 2014. Já em 2018, Zé Neto recebeu mais de 100 mil votos para representar o Estado da Bahia, em Brasília, sendo o vice-líder do partido na Câmara. Em 2022, Zé Neto foi reeleito com mais de 120 mil votos.

2ª Vice-presidente Profª Dorinha (UNIÃO-TO)

Professora Dorinha é formada em pedagogia e começou a vida política entre 1998 e 2009 como Secretária de Educação e Cultura do Tocantins. Foi eleita deputada federal pelo estado em 2010 e reeleita em 2014 e 2018. Em 2022, foi eleita como senadora com mais de 300 mil votos.

Coordenador Político no Senado Esperidião Amin (PP-SC)

Esperidião Amin é formado em administração e direito e começou a vida política em 1964, quando ajudou a fundar o Partido Universitário Catarinense. Foi prefeito de Florianópolis duas vezes e eleito governador de Santa Catarina por duas vezes, sendo o mais novo governador brasileiro a assumir o cargo em 1982. Em 2018, Amin foi eleito para o Senado Federal com mais de 1 milhão e 200 mil votos.

Coordenador Político na Câmara Sidney Leite (PSD/AM)

Sidney Leite é formado em jornalismo e começou a vida política em 1993, época em que acumulava as funções de vice-prefeito de Maués e de secretário municipal de Educação. Foi prefeito de Maués duas vezes e presidente da Associação Amazonense dos Municípios (AAM). Em 2010 foi eleito como deputado estadual com mais de 30 mil votos e reeleito em 2014. Concorreu às eleições para a Câmara dos Deputados em 2018 e foi eleito com 77.458 votos e foi reeleito em 2022 com mais de 100 mil.

Secretário Vitor Lippi (PSDB-SP)

Vitor Lippi é formado em medicina e começou a vida política em 1995 quando foi Secretário de Saúde de Sorocaba. Em 2005 foi eleito prefeito, cargo que ocupou por 8 anos. Nas eleições de 2014 foi candidato a deputado federal, sendo o segundo deputado mais votado da história de Sorocaba, com mais de 100 mil votos. Em 2022, Lippi foi reeleito com 106.661 votos.

Secretário Danilo Forte (União-CE)

Danilo Forte é formado em direito pela Universidade de Fortaleza (Unifor). Foi presidente da Funasa de 2007 a março de 2010, desenvolvendo importantes ações de saneamento, abastecimento de água, construção de aterros sanitários e casas de alvenaria para o controle da Doença de Chagas, em benefício dos municípios com até 50 mil habitantes, em que se concentra a população mais carente do Brasil. Atualmente, está em seu quarto mandato como deputado federal pelo Ceará eleito com mais de 80 mil votos em 2022.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
congresso
frente parlamentar
empreendedorismo
diretoria executiva
novos membros
pl
deputados
senadores
evento
joaquim passarinho
noticias
guilherme-resck

Últimas notícias

Receita Federal cria ferramenta de proteção do CPF; saiba como usar

Receita Federal cria ferramenta de proteção do CPF; saiba como usar

Recurso impede que o CPF da pessoa seja incluído de forma indevida em quadro societário de empresas
Reoneração gradual da folha de pagamento pode ser votada na primeira semana de junho, diz Efraim

Reoneração gradual da folha de pagamento pode ser votada na primeira semana de junho, diz Efraim

Senador Jaques Wagner deve incluir acordo referente aos municípios no mesmo Projeto de Lei
Volta a chover forte no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira

Volta a chover forte no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira

Serra Gaúcha pode ter temperatura abaixo de zero durante o final de semana
Contra a desinformação, Threads ganha verificação de fatos

Contra a desinformação, Threads ganha verificação de fatos

Microblog da Meta tem parceria com mais de 100 agências de checagens de fatos no mundo
Mísseis russos matam 7 pessoas na segunda maior cidade da Ucrânia

Mísseis russos matam 7 pessoas na segunda maior cidade da Ucrânia

Estados Unidos devem anunciar cerca de R$ 1,42 bilhão em novas artilharias e munição para os ucranianos
Ministério Público se manifesta contra soltura de motorista de Porsche que matou um em acidente

Ministério Público se manifesta contra soltura de motorista de Porsche que matou um em acidente

Parecer foi protocolado um dia após a defesa do empresário pedir na Justiça pela revogação da prisão
Datena tem a última chance de ser protagonista no PSDB, diz Perillo

Datena tem a última chance de ser protagonista no PSDB, diz Perillo

Ao programa Perspectivas, presidente tucano reclamou do extremismo político no Brasil atualmente
Voluntários mostram itens "bizarros" e estragados que são doados para o RS

Voluntários mostram itens "bizarros" e estragados que são doados para o RS

Fantasia de presidiário, algema de pelúcia de sex shop e sapatos rasgados estão entre os itens; doações de roupa foram suspensas pelos Correios
Lula diz que deve vetar taxação de importados se projeto for aprovado no Congresso

Lula diz que deve vetar taxação de importados se projeto for aprovado no Congresso

Presidente diz que fim da isenção seria injusto com pessoas mais pobres e que "bugigangas" vendidas em sites asiáticos não competem com produtos nacionais
Novo Código Eleitoral será votado em 5 de junho na CCJ do Senado, diz Marcelo Castro

Novo Código Eleitoral será votado em 5 de junho na CCJ do Senado, diz Marcelo Castro

Projeto de Lei Complementar prevê quarentena de quatro anos para juízes, promotores, policiais e militares que quiserem concorrer em eleições
Publicidade
Publicidade