Publicidade

Seu Jorge fala sobre ataque racista em show no RS: "Muito ódio gratuito"

Em vídeo, artista falou sobre o episódio e reafirmou que nunca se curvará ao racismo e à intolerância

Seu Jorge fala sobre ataque racista em show no RS: "Muito ódio gratuito"
Seu Jorge em vídeo que fala sobre o ataque racista que sofreu em Porto Alegre
Publicidade

O cantor Seu Jorge utilizou as redes sociais para falar sobre o ataque racista que sofreu durante uma apresentação no clube Grêmio Náutico União, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na última 6ª feira (14.out). O caso veio à tona por meio de denúncias feitas na internet.

+ Leia as últimas notícias no portal SBT News

Em vídeo publicado em sua conta oficial no Instagram, o artista, com uma bandeira do Rio Grande do Sul ao fundo, afirmou não ter reconhecido a cidade que aprendeu a amar e respeitar. Seu Jorge também fez um relato dos acontecimentos da noite, e terminou sua fala conclamando a "grande nação afro-brasileira" a sair em defesa dos seus direitos e a se unir para "vencer essa guerra de uma vez por todas".

De acordo com o cantor, as ofensas racistas aconteceram depois da banda sair do palco, quando se preparava para tocar a última música do repertório, o famoso "bis". Diante dos fatos, ele subiu sozinho, agradeceu a presença das pessoas e se despediu do público. "Eu não reconheci a cidade que eu aprendi a amar e respeitar. Não era a cidade que eu conhecia, dos inúmeros shows com as bandas amigas... Na verdade, o que eu presenciei foi muito ódio gratuito e muita grosseria racista", lamentou.

Seu Jorge também observou que havia poucos negros entre os convidados e afirmou também ter ficado sabendo que os funcionários -- a maioria negros -- foram orientados pelo clube a não pedir fotos e nem fazer contato visual. 

"Particularmente não percebi nenhuma pessoa negra no jantar, e as pessoas negras que eu encontrei foram somente os funcionários que, uma coisa que me causou muito espécie, eu ouvi dizer que eles estavam proibidos de olhar pra mim ou falar comigo quando eu chegasse no local do show. Mas o importante é que no final do show eu falei, abracei e tirei foto com todo mundo." 

Ao final da mensagem de um pouco mais de nove minutos, o artista agradeceu o carinho e suporte que recebeu desde que o caso veio à tona, e pediu a união do povo negro no combate ao racismo. 

"Estaremos na luta juntos, denunciando e combatendo todo tipo de tipificação da nossa gente, e respondendo com excelência, preparo, coragem, sabedoria e diplomacia. Nunca, jamais, nos curvaremos ao racismo e a intolerância, seja ela qual for. Não cederemos um milímetro se quer ao ódio e combateremos, e cobraremos das autoridades, que a justiça prevaleça e os criminosos sejam devidamente punidos...Vamos vencer essa guerra de uma vez por todas. Só não venceremos essa guerra se a gente não unir o nosso povo. Precisamos nos unir a nossa gente. Vamos proteger a nossa juventude negra que está sendo dizimada todos os dias pelo aparelho do ódio e, na maioria das vezes, com a conveniência do Estado, que oprimi, humilha, e violenta as favelas e comunidades carentes de todo o Brasil. "

A Polícia Civil instaurou um ofício na 2ª feira (17.out) para investigar os relatos de racismo contra o cantor naquela noite. Em nota divulgada no domingo (16.out), o Grêmio Náutico União informou que estava apurando internamente os fatos e que irão responsabilizar os envolvidos.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
brasil
seu jorge
racismo
porto alegre
crime
cantor
apresentação
rio grande do sul

Últimas notícias

"Estou anestesiada. Nos vimos ontem", lamenta ex-esposa do cantor Nahim

"Estou anestesiada. Nos vimos ontem", lamenta ex-esposa do cantor Nahim

Sucesso nos anos 80, artista foi encontrado morto em sua casa na manhã desta quinta-feira (13)
Ciro Nogueira atribui derrota de Bolsonaro nas eleições de 2022 também a aliados

Ciro Nogueira atribui derrota de Bolsonaro nas eleições de 2022 também a aliados

Sem citar Roberto Jefferson e Carla Zambelli, ex-ministro da Casa Civil diz que casos midiáticos a uma semana do pleito prejudicaram ex-presidente
Albinismo nem sempre afeta a cor da pele; entenda o que é condição rara

Albinismo nem sempre afeta a cor da pele; entenda o que é condição rara

Exposição ao sol pode causar queimaduras no corpo e, em alguns casos, apenas a região dos olhos é atingida
Suspeito de matar jovem e ocultar cadáver em casa é preso no Rio

Suspeito de matar jovem e ocultar cadáver em casa é preso no Rio

"Amigo" da vítima estava foragido; Já Caio da Silva Rendão, de 21 anos, estava desaparecido desde o dia 9 de fevereiro
Nahim gravou "Qual é a Música", do "Programa Silvio Santos, com Patrícia Abravanel"; exibição será em breve

Nahim gravou "Qual é a Música", do "Programa Silvio Santos, com Patrícia Abravanel"; exibição será em breve

Cantor esteve nos estúdios do SBT em São Paulo no começo deste mês, onde gravou o famoso quadro musical
Urgência de PL sobre aborto foi demonstração de força de Lira em semana ruim do governo; veja análise

Urgência de PL sobre aborto foi demonstração de força de Lira em semana ruim do governo; veja análise

Jornalista Nathalia Fruet traz bastidores políticos sobre aprovação relâmpago de urgência de projeto que iguala aborto a homicídio na Câmara dos Deputados
El Niño chega ao fim, com previsão de La Niña; entenda o que pode mudar no clima

El Niño chega ao fim, com previsão de La Niña; entenda o que pode mudar no clima

Inmet aponta que novo fenômeno climático, associado à diminuição da temperatura e aumento das chuvas, deve começar no próximo semestre
Pastor da igreja Bola de Neve é afastado após medida protetiva concedida à esposa

Pastor da igreja Bola de Neve é afastado após medida protetiva concedida à esposa

Rinaldo Seixas, conhecido como “apóstolo Rina”, é líder da instituição; ele responde por denúncias de lesão corporal, violência psicológica e outros
PL que equipara aborto a homicídio pode manter vítimas presas por mais tempo que estupradores; entenda

PL que equipara aborto a homicídio pode manter vítimas presas por mais tempo que estupradores; entenda

Na quarta-feira (12), a Câmara dos Deputados definiu urgência na tramitação da pauta; a expectativa é de que seja votada já na próxima semana
Maré: suspeitos de matar policial do Bope são identificados pela Polícia Civil no Rio

Maré: suspeitos de matar policial do Bope são identificados pela Polícia Civil no Rio

Investigações apontam que os homens atuam na segurança de lideres da facção criminosa da região
Publicidade
Publicidade