Publicidade

Supere crises promovendo mudanças sustentáveis, assegurando governança adequada

Governança pode ser praticada em todo tipo de empresa e é capaz de fortalecer a estratégia para superar momentos complexos

Supere crises promovendo mudanças sustentáveis, assegurando governança adequada
administração, governanca, crise
Publicidade

O tema governança é erroneamente relacionado a grandes corporações, com processos morosos, pragmáticos, estruturas verticalizadas e engessadas. Contudo, entenda que governança pode ser praticada em todo tipo de empresa e, quando bem instalada, é capaz de fortalecer a estratégia, ajudar no desenvolvimento de competências específicas para superar momentos complexos, promover alinhamento de interesses entre todos os agentes de uma companhia, e direcionar esforços para melhoria dos resultados e reversão de eventual momento de crise.

+ Conheça os colunistas do SBT News
+ Leia as últimas colunas de Estevão Seccatto
+ Leia as últimas notícias de Economia
+ Leia as últimas notícias no portal SBT News 

Antes da macro estratégia ser comunicada para os diretores, gerentes, coordenadores e demais colaboradores da linha de frente, é fundamental o alinhamento dos objetivos da companhia entre sócios e alta gestão.

Responder as seguintes questões pode ser um bom começo:

  • Qual o propósito do negócio?
  • Em que a empresa acredita?
  • Quais são os valores que os colaboradores precisam ter para o atingimento dos objetivos?
  • O que se espera dos fornecedores?
  • Como são tratados os stakeholders?
  • Qual o posicionamento estratégico?
  • O foco é em preço, qualidade, relacionamento, segurança, agilidade?
  • Qual o principal atributo de valor que o cliente reconhece nos produtos ou serviços?
  • Qual a missão?
  • O objetivo é gerar caixa (focar em produtos com melhor margem) ou ganhar mercado (mix de produtos, não necessariamente rentáveis, mas com elevados volumes de venda) que permitam um ganho de escala no futuro?
  • Qual a visão?
  • Onde se quer estar no próximo ano, biênio e triênio?
  • Os objetivos da companhia podem ser definidos por fases?
  • Quais os valores praticados?
  • O que não será aceito? Quais as competências ideais do time?


Apesar de simples, os questionamentos acima reiteram a necessidade de alinhamento de objetivos, para que não ocorra a perda da visão macro.

Uma situação comumente encontrada em empresas que passam por crise é a falta de direcionamento estratégico e visão. Sem isso, a equipe poderá até estar engajada em fazer o melhor, mas, cada um, dentro daquilo que julga ser correto.

Não haverá direcionamento, quase todos estarão focados em suas rotinas, em apagar seus "incêndios" e em corrigir seus problemas. Apenas uma minoria estará pensando sobre como superar os desafios, e gerar valor de longo prazo.


Este alinhamento precisa vir da alta gestão.

Se não houver alinhamento da diretoria, conselho, presidência e acionistas, o time irá se perder, especialmente no momento em que todos, apesar de envolvidos por boas intenções, são influenciadas por vieses cognitivos para tomadas de decisão ("erros" de julgamento dos processos mentais inconscientes).

4 grandes pilares determinam a boa governança que vem da alta gestão | Unsplash


A governança contribui para o direcionamento das organizações, através de 4 grandes pilares:

  1. Redução do viés cognitivo - a decisão passa a ser colegiada, e não mais baseada no que "fulano acha correto",
  2. Redução do poder de influência: independentemente de ser o controlador, fundador ou sócio majoritário, opiniões equivalem a votos, e o que prevalece é a decisão da maioria;
  3. Melhoria da qualidade da tomada de decisões - o debate e convergência das ideias (itens I e II), comumente leva a decisões de maior qualidade, pois passa por diferentes pontos de vista e abordagens;
  4. Definição de prioridades - existe foco na alocação dos recursos, priorizando ações estratégias por ordem de relevância. Esses pilares, reunidos, definem a melhor alocação de recursos, que, em empresas que enfrentam crises, sempre são escassos.

Um dos conceitos clássicos em ambiente de governança é que o "tom vem do topo". As atitudes valerão mais do que palavras, "a palavra convence, e o exemplo arrasta".

Se o direcionamento estratégico da companhia está voltado para redução de custos, contenção de despesas e aumento de resultados (operacionais e não operacionais), a alta gestão precisa dar o tom e o exemplo de boas práticas.

Viagens de primeira classe, gastos excessivos em centro de custos de diretoria, excesso de despesas reembolsáveis e tratamentos diferentes entre os agentes de uma corporação, podem colocar em xeque todo o direcionamento estratégico do plano de negócios.

Se o direcionamento estratégico for a inovação, necessariamente virá atrelado à tolerância a erros, e tempo de maturação. Punições e imediatismos por parte da alta direção, são incoerentes, quando é preconizado que a companhia está disposta a inovar em novos processos e criar novos produtos/serviços.

Além de exemplos (que moldam o caráter de um time), um ponto essencial é a política de consequências dentro das organizações.

A partir do momento em que se definem os objetivos macros, e que são estabelecidos processos, autonomias e responsabilidades, há que se ter de forma bem clara, e do conhecimento de todos, quais as consequências em não agir em conformidade com este direcionamento.

A ausência desta política (especialmente para a alta gestão), coloca em descrédito todo o direcionamento, pois, o comprometimento com os objetivos estratégicos não é percebido por todos.

Um tom, vindo de cima, se for insuficiente por parte do Conselho, será transmitido com a mesma falta de intensidade para a Diretoria, que não receberá incentivo (de cima) para gerenciar mais ativamente as políticas estabelecidas para o atingimento dos objetivos traçados e, por sua vez, acabará tendo essa mesma atitude em relação aos projetos e equipes sob seu comando. Esses "sinais" serão rapidamente captados e internalizados pela gerência e pelo restante da organização.

É importante perceber como a empresa pode implementar o esse tom, moldando positivamente o clima da organização, alcançando todos os funcionários e demais agentes envolvidos. O Conselho e diretoria devem adotar abordagem prática para promover cultura de integridade na organização, sem achar que ela virá de fora.

Algumas ações específicas que podem ser adotadas (organizações mais inovadoras já estão implementando) são: permitir que os diretores tenham acesso direto e regular ao Conselho, ao Comitê de Auditoria e ao CEO, dedicando tempo suficiente às suas solicitações e necessidades; treinamento do Conselho e da Diretoria a respeito dessas questões, por especialistas internos e externos, para que os mesmos questionem seus próprios vieses cognitivos e aprendam novas tendências e abordagens, bem como a avaliação anual de seu próprio desempenho, com base em critérios que incluam a qualidade de sua contribuição para a cultura e visão da empresa.
O envolvimento direto dos diretores e a abordagem constante dos objetivos na pauta das reuniões com suas equipes e no diálogo com seus funcionários, além da divulgação, pelo CEO, dos compromissos assumidos com os acionistas (e com a sociedade) acerta desses objetivos, reforçam positivamente a mensagem na organização.

Essas ações contribuem para melhorar e consolidar a cultura, tendo grande impacto em todos os níveis da organização: segundo as recomendações da Ethics and Compliance Initiative (ECI), sediada nos EUA, os funcionários que sentem que sua chefia age com integridade e relaciona claramente as decisões que toma com os valores organizacionais têm mais chances de comunicar suas preocupações e dúvidas, alertar sobre possíveis problemas e agir de forma ética em geral. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
sbt
colunista
estevao-seccatto
colunista-estevao-seccatto
superando-crise
crise
economia
administracao
mudancas
governanca
noticias
noticia
coluna
colunistas

Últimas notícias

São Paulo recebe evento sobre cultura pop asiática

São Paulo recebe evento sobre cultura pop asiática

Anime Friends é o maior evento temático de cultura pop asiática na América Latina e ficará até amanhã (21) em São Paulo
Paisagens, cultura e vinho; conheça o passeio turístico Trem Pampa

Paisagens, cultura e vinho; conheça o passeio turístico Trem Pampa

Itinerário começa no Rio Grande do Sul e passa no Uruguai. O passeio custa R$ 135
Imóveis levados a leilão quase dobram em 2024 e viram opção de investimento

Imóveis levados a leilão quase dobram em 2024 e viram opção de investimento

Só de imóveis financiados pela Caixa Econômica Federal, houve um salto de 75% na oferta de leilões
Melody sofre acidente a caminho de show no Rio de Janeiro

Melody sofre acidente a caminho de show no Rio de Janeiro

Van em que cantora estava ficou destruída: veja imagens
Brasileiro da marcha atlética disputará sua quarta Olimpíada em Paris

Brasileiro da marcha atlética disputará sua quarta Olimpíada em Paris

Caio Bonfim luta pela medalha que escapou nos Jogos do Rio, em 2016, quando conquistou o 4º lugar
Exclusivo: número de denúncias de maus-tratos a animais bate recorde em 2024

Exclusivo: número de denúncias de maus-tratos a animais bate recorde em 2024

Foram 909 situações nos primeiros seis meses de 2024, quase o mesmo número de todo o ano passado, quando houveram 939 denúncias
Los Angeles abraça a automação: robôs entregam comida e carros sem motorista já são realidade

Los Angeles abraça a automação: robôs entregam comida e carros sem motorista já são realidade

Em alguns restaurantes da cidade, o pedido é na tela e a comida vem em um carrossel. Já as bebidas são trazidas por um robô, que interage com os clientes
Menina de 10 anos sobrevive a parada cardíaca que durou mais de uma hora

Menina de 10 anos sobrevive a parada cardíaca que durou mais de uma hora

Lara Sousa foi reanimada e agora recebeu um aparelho que ajuda o coração a bater no ritmo certo
Brasil conquista classificação histórica na ginástica para olimpíadas de Paris

Brasil conquista classificação histórica na ginástica para olimpíadas de Paris

Pela primeira vez na história dos Jogos, país consegue índice para disputar três categorias da modalidade
Barcelona deve aumentar taxa cobrada para turistas visitarem a cidade

Barcelona deve aumentar taxa cobrada para turistas visitarem a cidade

Autoridades da capital da Catalunha também planejam proibir aluguel de apartamentos por curta temporada
Publicidade
Publicidade