Publicidade

Medo vira parte da realidade de crianças na pandemia de covid-19 

Especialistas tentam entender impacto do isolamento, mas avaliam que ainda é difícil apontar efeitos a longo prazo

Medo vira parte da realidade de crianças na pandemia de covid-19 
crianças
Publicidade

Ao longo do pouco mais de um ano praticando distaciamento social, em função da pandemia da covid-19, crianças e adolescentes tiveram suas rotinas drasticamente alteradas. Embora os efeitos a longo prazo ainda precisem ser apurados, é certo que, longe da escola, amigos e do mundo externo, as habilidades sociais foram severamente impactadas. 

Em crianças mais novas, a independência dos pais e o convívio com outros pequenos são aspectos que fazem falta. Tamyrys Melo é professora de balé, tem um filho de quase 3 anos e sentiu a necessidade de retornar ao modo presencial de aulas.

"Ele não sabia conviver com outras crianças, não sabia dividir, estava o tempo todo agitado. Estávamos sempre conversando com ele, mas percebíamos que ele sentia falta de falar, de brincar com outras crianças. Ele falava que queria sair, brincar com os colegas, que queria ir pra escola. O retorno foi um desafio, porque ele sentia falta da minha presença", diz.

Tamyrys destaca que, com boa parte da vida vivida em situação de pandemia, o atual conexto padêmico é a realidade entendida pelo filho. "Ele fala e entende que tem que usar máscara, que tem que lavar as mãos o tempo todo, que ao chegar na escola precisa higienizar o sapato, as mãos, passar álcool gel, caso esteja na rua. Pede pela máscara dele, me lembra da minha", pontua.

Presidente do Departamento Científico de Neurologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), Magda Lahorgue explica que os efeitos variam de acordo com a idade da criança: "Certamente quem foi mais afetado pelas aulas on-line são crianças nas séries iniciais, como aquelas em alfabetização. Considerando nosso país, com ampla desigualdade social, a possibilidade de acesso ao ensino on-line também ficou bastante complicada".

Memória e medo

Viviane Salvador, técnica de efermagem, tem dois filhos em idade escolar -- 4 e 9 anos -- e percebeu uma queda significativa no rendimento e no interesse escolar, bem como um aumento no acesso ao celular e à televisão.

"Eles começaram a ficar ansiosos, desenvolveram alguns medos que antes não tinham, como monstros, medo de que eu morresse de covid-19. Mesmo tendo área para brincar no condomínio, ela fechou por conta da pandemia. Então a única opção é assistir TV e ficar no celular", descreve.

Maria Lidia Fernandes, professora e pesquisadora da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (UnB), tem estudado como vivem crianças e jovens em tempos de isolamento e distanciamento social. A docente observou que as crianças participantes do levantamento criaram memórias negativas, mas também positivas durante o período.

"As memórias são individuais e coletivas, e as crianças da minha pesquisa apontam como está sendo prazeroso o convívio com os pais, as experiências que estão tendo agora, como cozinhar com a mãe, ajudar em atividades domésticas, então muitas estão criando boas memórias. Por outro lado, relatam a saudade dos amigos, das brincadeiras na escola, de vivências específicas da socializaçao escolar", indica.

Ela averigou ainda que o período tem suscitado novos medos e questões: "A pesquisa mostra um sentimento de sobrecarga e responsabilização para desenvolvimento de algumas atividades que extrapolavam sua capacidade sem a presença do professor. Houve, também, muitos relatos sobre morte, perda de entes queridos, de pessoas mais velhas, como avós, além de medo de os pais perderem o emprego".

Para Magda Lahorgue, ainda é difícil entender por completo o que a pandemia causou nas crianças e adolescentes. "Não há como prever, a longo prazo, os efeitos da pandemia e do isolamento social, com privações diversas, mas teremos que acompanhar essas crianças. Principalmente aquelas com menos de 3 anos ou que nasceram durante a pandemia, e também as que já estavam em idade de escolarização e que tiveram suas rotinas totalmente interrompidas", conclui.

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

portalnews
sbtnews
coronavírus
pandemia
crianças
crianças pandemia

Últimas notícias

Ex-jogador de futebol Kevin Campbell morre aos 54 anos

Ex-jogador de futebol Kevin Campbell morre aos 54 anos

Inglês foi internado com "uma doença grave" há duas semanas
Com 30% dos votos, Éder Mauro segue liderando disputa pela Prefeitura de Belém

Com 30% dos votos, Éder Mauro segue liderando disputa pela Prefeitura de Belém

Delegado conta com 17 pontos percentuais à frente do atual prefeito da capital paraense
Fiocruz alerta para aumenta de doenças infecciosas e acidentes com animais peçonhentos no RS

Fiocruz alerta para aumenta de doenças infecciosas e acidentes com animais peçonhentos no RS

Aglomeração em abrigos e contado com água contaminada estão entre os motivos
SP: Memorial da América Latina recebe festa junina gratuita a partir deste sábado (15)

SP: Memorial da América Latina recebe festa junina gratuita a partir deste sábado (15)

Evento contará com mais de 500 opções de pratos, espaço kids e pet friendly; veja programação
Lula quebra silêncio e comenta sobre PL antiaborto: “insanidade"

Lula quebra silêncio e comenta sobre PL antiaborto: “insanidade"

Presidente disse que não é a favor do procedimento, mas que tema precisa ser tratado como questão de saúde publica
Pix representou 30% das transações no comércio eletrônico em 2023, diz pesquisa

Pix representou 30% das transações no comércio eletrônico em 2023, diz pesquisa

Meio de pagamento instantâneo ficou atrás apenas do cartão de crédito; popularidade deve crescer até 2027
Ginecologistas pedem que Lira retire PL que equipara aborto a homicídio da pauta da Câmara

Ginecologistas pedem que Lira retire PL que equipara aborto a homicídio da pauta da Câmara

Federação criticou proposta e disse que tema necessita de ampla discussão prévia
Juscelino terá reunião decisiva com Lula, mas fragilidade do governo na Câmara pode frear demissão

Juscelino terá reunião decisiva com Lula, mas fragilidade do governo na Câmara pode frear demissão

Ministro das Comunicações tem apoio do União Brasil com quem Lula deve negociar troca no comando da pasta
Prefeito tem celular roubado durante live no Rio Grande do Sul

Prefeito tem celular roubado durante live no Rio Grande do Sul

Aparelho foi recuperado depois do rastreamento do carro usado pelo criminoso
Morre adolescente de 14 anos, vítima do incêndio em oficina de motos em SC

Morre adolescente de 14 anos, vítima do incêndio em oficina de motos em SC

Bernardo Alves da Silva estava internado em estado grave desde o começo do mês
Publicidade
Publicidade